Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

SMS esperar zerar 'fila da 2ª dose' com cadastro automatizado de pessoas do interior
Foto: Tony Winston/MS

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Salvador deu o primeiro passo nesta semana para tentar resolver o problema alvo das maiores reclamações em relação à vacina da Covid-19: a aplicação de segundas doses nos cidadãos que não iniciaram o esquema vacinal na cidade.

 

A pasta abriu na última segunda-feira (18), vagas para agendamento da 2ª dose através do serviço Hora Marcada para as pessoas que precisam completar o esquema de imunização, independentemente do local onde tomaram a 1ª dose ou residem. Ou seja, não é necessário ter residência fixa em Salvador ou ter iniciado o esquema vacinal na capital baiana.

 

O secretário da pasta, Leo Prates, admite que essa era a “grande dificuldade e a grande queixa” enfrentada pela SMS. Ele sinalizou ainda que na próxima segunda-feira deve ser lançada uma outra estratégia para aumentar a cobertura vacinal, com foco nas pessoas que vem reclamando do acesso aos pontos de imunização.

 

HORA MARCADA

A SMS orienta que as pessoas que iniciaram o esquema vacinal em outra cidade devem acessar o site vacinahoramarcada.saude.salvador.ba.gov.br, clicar em “agendar”, em seguida preencher o CPF e as demais informações solicitadas. Após o agendamento, o usuário deverá levar no dia e horário marcados, obrigatoriamente, original e cópia dos seguintes documentos: Cartão SUS; comprovante de residência (local onde reside); cartão de vacina e documento de identificação com foto.

 

Até a semana passada, o procedimento estava sendo realizado através do canal da Ouvidoria da Saúde. A redação foi procurada por cidadãos que abriram o processo e relataram dificuldade e demora para conclusão ou para receber uma resposta. A reportagem acionou a SMS em 6 de outubro solicitando dados sobre a aplicação de segundas doses em Salvador em pessoas que iniciaram o esquema vacinal em outro município e referente ao número de processos abertos junto a ouvidoria, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

Histórico de Conteúdo