Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Viver Bem: Como anda a saúde da sua boca? Saiba como manter a higiene bucal em dia
Você sabia que uma má escovação pode causar ou agravar doenças em outras partes do corpo, comprometendo além da saúde bucal a saúde física como um todo? Com a proposta de lembrar às pessoas sobre a importância de cuidar da saúde bucal, o Sistema Hapvida se uniu ao movimento Julho Neon, campanha que surgiu para que, cada vez mais, as pessoas tenham acesso à saúde bucal de qualidade, com cuidados diários e preventivos, através de consultas frequentes a dentistas em todo Brasil. 

Leia mais

Viver Bem: No Julho Amarelo, especialista alerta sobre as hepatites virais
Olhos amarelados, urina escura, fezes claras, desconforto e dor abdominal, enjôo, febre, moleza e fraqueza, são os sintomas mais comuns da doença que é uma das principais causas de câncer no fígado. Estamos falando das hepatites virais, patologias infectocontagiosas provocadas por diferentes vírus, dentre os quais, os A, B e C merecem mais destaque. Para alertar a população sobre a importância da luta e prevenção contra a doença, o Ministério da Saúde intitulou o sétimo mês do ano, como o Julho Amarelo - campanha de conscientização no combate aos vírus. 

Leia mais

Viver Bem: Clube de Descontos do Hapvida terá Drogarias Pacheco e São Paulo como parceiras

O Clube de Vantagens do Sistema Hapvida firmou nova parceria com duas grandes farmácias do Brasil: Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo. Com essa nova parceria, os beneficiários terão, em breve, acesso a medicamentos com descontos que podem chegar a 70% em todo o Brasil. Todos as informações do lançamento oficial serão publicadas por meio da plataforma (hapvida.com.br/clubedevantagens) e nas redes sociais do Hapvida.

 

“Faz parte da nossa missão cuidar da vida das pessoas cada dia melhor. Por isso, o Sistema Hapvida busca agregar ao seu Clube de Vantagens parceiros com atuação nacional, como as Drogarias Pacheco e a Drogaria São Paulo, que possuem abrangência para atender nossos clientes. Sabemos que esse serviço tem impacto positivo na vida dos nossos clientes. Permaneceremos investindo para que as pessoas possam ter mais qualidade de vida”, Yuscka Galindo, Diretora de Alianças Estratégicas.

 

O Clube de Vantagens

O programa Clube de Vantagens do Sistema Hapvida oferece super descontos e engloba serviços de saúde, beleza, viagens, alimentação, entretenimento, transportes e muito mais. Com este benefício, os clientes podem chegar até 60% de desconto nas empresas parceiras do clube.

 

Para saber mais sobre os benefícios e nossos parceiros, o cliente só precisa fazer login com o CPF e utilizar a mesma senha de acesso ao portal e aplicativo do Hapvida no site do clube.

Leia mais

Viver Bem: Especialista destaca benefícios do chocolate para a saúde; veja dicas
Nesta quarta-feira, dia 7, é comemorado o Dia Mundial do Chocolate, uma das paixões dos brasileiros. No entanto, muito ouvimos falar, que, apesar de delicioso, o chocolate é considerado, pela maioria, um grande vilão da dieta. Porém, o que poucos sabem é que o consumo moderado da iguaria pode trazer uma série de benefícios para a saúde. Dentre estes, destacam-se: a liberação de serotonina, o que resulta em uma sensação de bem estar; o efeito antioxidante e cardioprotetor, e o estímulo ao sistema nervoso central, proporcionando ao indivíduo uma melhor atividade cerebral. 

Leia mais

Viver Bem: Exagerou nas iguarias juninas? Veja dicas de como voltar a uma rotina saudável
Muita gente costuma aproveitar as festividades juninas para dar uma relaxada na dieta e saborear as delícias típicas da época, sem culpa. No entanto, algumas pessoas abusam no consumo dos bolos, canjicas, doces, licores e acabam ganhando uns quilinhos extras, além de muita retenção de líquido. A nutricionista do Sistema Hapvida, Cintia Menezes, dá algumas dicas básicas para quem deseja retomar os hábitos saudáveis após os excessos.  

Leia mais

Viver Bem: Campanha Junho Lilás chama atenção para o teste do pezinho

Além dos festejos juninos, este mês também é marcado por campanhas que visam conscientizar e alertar a sociedade sobre a importância dos cuidados com a saúde. O Junho Lilás chama a atenção da população para o diagnóstico precoce de doenças metabólicas, genéticas ou infecciosas em recém-nascidos, através do teste do pezinho.

 

De acordo com o coordenador do setor de pediatria do Hospital Francisca de Sande, do Sistema Hapvida, Marcus Vinicius Pinto da Silva, algumas patologias são assintomáticas em bebês e só é possível diagnosticá-las por meio desse exame, que deve ser realizado entre o segundo até o sétimo dia de nascimento da criança.

 

O teste oferecido pelo SUS – Sistema Único de Saúde pode identificar apenas seis doenças: a Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Deficiência de Biotinidase, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e a Hiperplasia Adrenal congênita (HAC). Entretanto, o exame ampliado, feito apenas nas redes privadas, serve para rastrear diversas enfermidades, incluindo as infecciosas, como a rubéola, toxoplasmose e citomegalovírus.

 

Conforme o especialista, a ação preventiva proporciona uma maior qualidade de vida à criança, já que age na detecção precoce de doenças. "É de suma importância a realização desse teste, sobretudo pela possibilidade do diagnóstico precoce de patologias. Além disso, ele funciona como uma triagem neonatal completa. Se o exame apontar alguma alteração, não significa que o bebê tem a doença, mas sim indícios fortes da possibilidade de desenvolvê-la. Com base nisso, partimos para uma investigação mais ampliada para a definição do diagnóstico e um tratamento adequado", explica o médico, que reforça a recomendação da realização do exame em tempos de pandemia, para que se minimize os riscos de danos irrecuperáveis para a saúde no bebê. "Não podemos permitir que nossas crianças adoeçam por patologias que são evitáveis", destaca Dr. Marcus Silva.

 

Segundo o médico, quanto mais cedo o diagnóstico é feito, melhor será a definição do tratamento. Para isso, o especialista incentiva a antecipação do diagnóstico de enfermidades através do teste do pezinho, para que assim sejam assegurados a saúde e o desenvolvimento dos pequeninos.

Leia mais

Viver Bem: Especialista destaca a importância das brincadeiras no desenvolvimento das crianças
Brincar é um direito assegurado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), além disso, as brincadeiras têm um papel fundamental na vida das crianças, já que elas podem auxiliar no desenvolvimento social, emocional e cognitivo dos pequeninos. De acordo com a psicóloga do Sistema Hapvida, Marta Érica Souza, o entretenimento infantil ainda impulsiona o pensamento simbólico, favorece a evolução da memória e da ludicidade no desenvolvimento motor e na aprendizagem de novos comportamentos e habilidades. 

Leia mais

Viver Bem: A importância do acompanhamento médico na prevenção do parto prematuro
A notícia da morte do filho do humorista Whindersson Nunes, João Miguel, nascido de parto prematuro com 22 semanas, no início deste mês, sensibilizou todo o Brasil. De acordo com os dados do Sistema de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, 55% dos óbitos infantis poderiam ser impedidos por meio do cuidado apropriado à gestação, parto e recém-nascido. Para a obstetra do Hospital Tereza de Lisieux, do Sistema Hapvida, Dra. Viviane Santiago, a melhor maneira de se evitar um nascimento antes da idade gestacional adequada, entre 40 e 41 semanas, é realizando um pré-natal regular e de qualidade, para corrigir tudo que for necessário durante a gravidez, e evitar qualquer tipo de complicação, tanto para mãe, quanto para o bebê.

Leia mais

Viver Bem: Psicólogo explica como a perda de pessoas impacta na saúde mental
Há mais de um ano, a humanidade tem convivido diariamente com um inimigo invisível que tem ceifado a vida de milhares de pessoas mundialmente. As perdas contínuas e abruptas decorrentes da Covid-19 têm impactado na saúde mental dos que ficam, justamente, diante dos falecimentos em massa que potencializam a sensação de vulnerabilidade, impotência e angústia. 

Leia mais

Viver Bem: Câncer de Ovário: saiba mais sobre a doença que vitimou a atriz Eva Wilma

O mês de maio é um marco em todo o mundo na luta contra o Câncer de Ovário, considerado como o mais grave dos cânceres ginecológicos. No entanto, apesar desta informação, pouco ainda se discute sobre esse tipo de tumor.

 

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a doença ainda é considerada de difícil diagnóstico e, por isso, teria menor chance de cura, e ao contrário do câncer de colo de útero, ele não é detectado por meio do exame de Papanicolau, e até hoje não existe um teste simples que possa diagnosticar esta neoplasia. O mais recomendado é que a mulher procure manter o acompanhamento médico.

 

A falta de conhecimento sobre essa doença e seus sintomas levaram a criação do Dia Mundial do Câncer de Ovário, lembrado no último dia 08 de maio. A data proporciona um momento único para discutir e conscientizar todas as mulheres sobre os sinais e sintomas da doença. Dados estatísticos apontam que 45% das pacientes com este tipo de câncer sobrevivem mais do que cinco anos, para as pacientes com o de mama, esse índice chega a 89%.

 

Na última semana, o Brasil perdeu uma de suas maiores atrizes. Eva Wilma colecionava papéis memoráveis no teatro, no cinema e na televisão em mais de sete décadas de carreira.

 

A atriz morreu em São Paulo, vítima de complicações de um câncer no ovário, que havia descoberto apenas uma semana antes. Ela foi internada no Hospital Israelita Albert Einstein, em 15 de abril, para tratar de problemas cardíacos e renais. Assim como aconteceu com Eva Wilma, em 80% dos casos desse tipo de câncer, a doença é identificada já em estágio avançado.

 

A ginecologista do Sistema Hapvida, Elis Akami, destaca quais os fatores de risco para desencadear a doença. “Dentre os possíveis fatores estão a idade, pois a maioria dos cânceres de ovário se origina na menopausa, obesidade, ter filhos acima dos 35 anos, uso de remédios para fertilidade (tratamento para fertilização in vitro é fator de risco), histórico familiar de câncer de ovário, câncer de mama ou câncer colorretal, síndromes resultantes de alterações hereditárias em determinados genes, como a síndrome hereditária do câncer de mama e câncer de ovário, hamartoma - PTEN ou doença de Cowden, câncer colorretal hereditário não polipóide, síndrome de Peutz - Jeghers e polipose associada ao MUTYH, dieta rica em carne vermelha, dieta gordurosa e dieta pobre em vegetais; uso de talco na área genital (controverso)”, destaca.

 

Sintomas da doença

Os sintomas do câncer de ovário são frequentemente confundidos com outras doenças, principalmente aquelas de males gastrointestinais. Para fazer a diferenciação, é preciso avaliar se esses sintomas ocorrem por um período superior a três semanas. Nesse caso, deve-se procurar um médico o quanto antes.

 

Os principais sintomas são aumento do volume abdominal (inchaço contínuo), dificuldade de comer, dor abdominal ou pélvica e a necessidade urgente e frequente de urinar. Outros sintomas comuns incluem a mudança dos hábitos intestinais, sangramento vaginal anormal, cansaço e flutuação inesperada de peso, principalmente ao redor do abdômen. E como já informado, a doença tende a aparecer com maior frequência em mulheres com antecedentes familiares.

 

Infelizmente, não há uma maneira de evitar totalmente a doença. Por outro lado, existem alguns fatores que ajudam a diminuir o risco. Conscientizar-se dessas condições pode fazer toda a diferença para a vida de muitas mulheres.

Leia mais

Histórico de Conteúdo