Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Viver Bem: Nutricionista explica como ter alimentação saudável durante estações mais quentes
Foto: Fotoshoptofs

Com a chegada da primavera e a aproximação do verão, começa a surgir a preocupação sobre como se alimentar durante as temporadas mais elevadas do ano, tendo como foco a saúde, o bem-estar e os cuidados com o corpo. Nestas épocas é fundamental se manter hidratado, consumir alimentos in natura, com várias fontes de nutrientes e respeitar a quantidade de cada alimento, de acordo com cada organismo.

 

Segundo a nutricionista do Sistema Hapvida, Cintia Menezes, a alimentação saudável é um hábito, um estilo de vida e essa construção do corpo tão sonhado é um processo a longo prazo. “Essa preocupação não deve acontecer somente no verão. É um conjunto de ações a partir da alimentação, da prática de atividade física e da qualidade do sono, para garantir o bem estar físico, social e emocional e, consequentemente, o corpo desejado”, alerta.  

 

Nos dias mais quentes, a especialista salienta que é importante manter o corpo bem hidratado, não só com a ingestão de líquidos, mas também por meio da alimentação, por exemplo, o consumo de frutas que contém uma maior quantidade de água em sua composição, como a melancia e laranja. Além disso, é essencial prestar atenção na eliminação a partir do suor e da urina. Conforme a especialista, quanto mais clara a cor da urina, mais saudável o indivíduo está. Se a urina estiver muito amarela, muito concentrada, é necessário aumentar a ingestão de água. 

 

A nutricionista ainda dá dicas para aqueles que desejam montar um cardápio saudável e equilibrado em dias de muito calor: “consumir frutas da estação como abacaxi, abacate, acerola, melancia e carambola, além de legumes e verduras verde escuros como rúcula, brócolis e couve. Assim como, ingerir sucos detox, que funcionam como uma estratégia favorável para este clima”. 

 

De acordo com Menezes, com a preocupação em construir um ‘corpo’ para a estação, existem perigos em fazer dietas milagrosas e métodos mais rápidos para a perda da gordura corporal. “É um risco, tanto a carência quanto o excesso e podem nos levar ao surgimento de diversas doenças metabólicas, o nutricionista é o profissional apto para avaliar o estado nutricional do indivíduo e, a partir daí, traçar o plano alimentar e seus objetivos. A reeducação alimentar é um processo lento e gradual que precisa de tempo para que essa resposta seja permanente”, finaliza. 

Histórico de Conteúdo