Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'Terceiro Turno': O caos no transporte público e os possíveis impactos nas eleições
Não é exagero dizer que o sistema de ônibus de Salvador é um dos maiores problemas que os moradores da cidade enfrentam no seu dia-a-dia. As reclamações são as mais variadas possíveis, que vão desde atraso, queixas sobre o trajeto, violência e claro, o preço da tarifa

Leia mais

Quinta, 19 de Maio de 2022 - 19:10

Por Outro Lado: Casos de dengue e chikungunya disparam no Brasil

por Nuno Krause

Por Outro Lado: Casos de dengue e chikungunya disparam no Brasil
O número de casos de dengue aumentou exponencialmente no Brasil. Entre janeiro e abril de 2022, o país contabilizou 654,8 mil notificações da doença, contingente maior do que o registrado no ano de 2021 inteiro. Foram 544 mil no ano passado. 

Leia mais

'Terceiro Turno': Paralisia das casas legislativas na Bahia antes do início da campanha
O período eleitoral ainda nem começou oficialmente, mas as principais casas legislativas do estado já estão em ritmo de campanha. Tanto na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) quanto na Câmara Municipal de Salvador (CMS), as sessões do plenário, que costumam ocorrer pelo menos uma vez por semana, ficaram esquecidas por um bom espaço de tempo.

Leia mais

Por Outro Lado: A polêmica envolvendo as emendas de relator no Congresso Nacional
O Congresso Nacional entregou, nesta segunda-feira (9), a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF), 100 documentos relacionados à prestação de contas dos repasses das emendas de relator feitos em 2020 e em 2021 (saiba mais aqui). A verba, que ficou conhecida como "Orçamento Secreto", é um dos principais instrumentos de negociação com o Congresso Nacional durante o governo Jair Bolsonaro (PL), que utilizou o mecanismo para angariar apoio no Legislativo para pautas do interesse do Planalto.

Leia mais

'Terceiro Turno': De pai para filho, Leão recua e Cacá herda vaga ao senado na chapa de Neto
"Atenção, vai mudar". A frase é uma velha conhecida dos amantes do futebol e comumente utilizada durante as transmissões para indicar substituições em campo. Mas ela pode ser usada no atual contexto político no estado da Bahia, diante de mais uma alteração para as eleições de outubro. A troca de João Leão por seu filho, Cacá, ambos do Progressistas, na posição de pré-candidato ao Senado na chapa encabeçada por ACM Neto (UB) na disputa ao Palácio de Ondina é só mais uma das constantes movimentações na política local. Dessa vez, o motivo apresentado foi a saúde do vice-governador, que já tem 76 anos, para caminhar ao lado de Neto e aguentar o acelerado ritmo de pré-campanha.

Leia mais

Por Outro Lado: A campanha para jovens de 16 e 17 anos tirarem o título de eleitor
Até março deste ano, 1,051 milhão de adolescentes entre 16 e 17 anos estavam aptos a votar nas eleições de 2022. O número era menor do que nas últimas duas eleições presidenciais - 2014 (que tinha 1,8 milhão) e 2018 (1,5 milhão). Desde então, diversas personalidades e artistas vêm realizando uma campanha para incentivar a adesão desses jovens ao cadastro eleitoral. 

Leia mais

Por Outro Lado: Atualizações sobre Rússia x Ucrânia e a chance de uma guerra mundial
“O perigo é grave, é real, não pode ser subestimado”, disse Sergei Lavrov, chefe da diplomacia russa, nesta segunda-feira (24), ao ser perguntado sobre a possibilidade de uma terceira guerra mundial. A Rússia invadiu a Ucrânia no dia 24 de fevereiro (relembre aqui), e, desde então, uma série de negociações ocorreu entre os países, mas sem sucesso. Nesta quarta (26), o presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou usar armas nucleares contra nações que interferem no conflito. 

Leia mais

'Terceiro Turno': O peso dos prefeitos nas eleições de 2022 na Bahia
Em qualquer disputa que promete ser bastante acirrada, todo apoio se torna valioso, e com as eleições na Bahia em 2022 tudo indica que não será diferente. Em um estado com 417 municípios, todo aliado conta muito e disso os pré-candidatos ao Palácio de Ondina sabem bem. Não à toa, quase todos os dias os postulantes ao governo fazem questão de ostentar as alianças formadas neste processo de pré-campanha.

Leia mais

'Terceiro Turno': O isolamento de João Roma e o destino das siglas bolsonaristas na Bahia
Desde o ano passado, quando rompeu com ACM Neto e assumiu o Ministério da Cidadania, João Roma articula para ser o candidato do campo bolsonarista ao governo da Bahia. Na época membro do Republicanos, ele esperava reunir ao redor da sua candidatura todos os partidos aliados de Bolsonaro nacionalmente. Doce ilusão. O PP até deixou a base de apoio ao governo Rui, mas foi direto para os braços de ACM Neto. Seu próprio partido na época, o Republicanos, não bancou sua candidatura e também anunciou apoio a Neto. O Pros acabou seguindo o mesmo caminho e o PTB, que até então caminhava com Roma, decidiu lançar candidatura própria. Só restou mesmo o PL, partido de Bolsonaro, que o impôs como candidato. No episódio desta semana do Terceiro Turno, explicamos o isolamento de João Roma dentro do campo bolsonarista na Bahia e debatemos as consequências disso para a disputa rumo ao Palácio de Ondina em outubro. Vem com a gente!

Leia mais

'Terceiro Turno': Enquanto Neto foge da nacionalização, Jerônimo e Roma apostam nela
Entre os principais candidatos ao governo da Bahia nas eleições de outubro, nós temos dois em cenários parecidos, com um ambiente polarizado que favorece o discurso nacional, e um que tenta, repetidamente, se descolar de qualquer vínculo presidenciável. No caso do atual grupo governista a estratégia traçada já estava clara mesmo com a indefinição de quem seria o candidato. Com o martelo batido por Jerônimo Rodrigues a ideia é a mesma de antes: nacionalizar a campanha, surfando na boa avaliação do ex-presidente Lula no Estado e até abocanhando um legado de votos deixado pelo atual governador Rui Costa. Situação parecida é vivida pelo atual deputado federal e ex-ministro João Roma, que vem colado à imagem do polo oposto ao petismo: a do presidente Jair Bolsonaro. O objetivo é viabilizar um palanque para a reeleição de Bolsonaro aqui no estado e, na busca pelo Palácio de Ondina, Roma quer abocanhar os votos dos que ainda caminham com o presidente na Bahia. Um pouco diferente de seus principais adversários está ACM Neto. O ex-prefeito de Salvador cravou durante o lançamento de sua pré-candidatura, lá em dezembro de 2021: quem vai resolver a eleição são os baianos. O Terceiro Turno desta semana vai abordar a nacionalização da eleição na Bahia e suas implicações.

Leia mais

Histórico de Conteúdo