Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'Terceiro Turno': O isolamento de João Roma e o destino das siglas bolsonaristas na Bahia
Foto: Alan Santos / PR

Desde o ano passado, quando rompeu com ACM Neto e assumiu o Ministério da Cidadania, João Roma articula para ser o candidato do campo bolsonarista ao governo da Bahia. Na época membro do Republicanos, ele esperava reunir ao redor da sua candidatura todos os partidos aliados de Bolsonaro nacionalmente.

 

Doce ilusão. O PP até deixou a base de apoio ao governo Rui, mas foi direto para os braços de ACM Neto. Seu próprio partido na época, o Republicanos, não bancou sua candidatura e também anunciou apoio a Neto. O Pros acabou seguindo o mesmo caminho e o PTB, que até então caminhava com Roma, decidiu lançar candidatura própria. Só restou mesmo o PL, partido de Bolsonaro, que o impôs como candidato.

 

No episódio desta semana do Terceiro Turno, explicamos o isolamento de João Roma dentro do campo bolsonarista na Bahia e debatemos as consequências disso para a disputa rumo ao Palácio de Ondina em outubro.

 

Com edição de Paulo Victor Nadal, o podcast está disponível no nosso site todas as sextas-feiras, sempre às 8h10, e nas principais plataformas de streaming: SpotifyDeezerApple PodcastsGoogle PodcastsCastbox e TuneIn.

Histórico de Conteúdo