Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após live apagada, Bolsonaro diz que usou revista para associação entre vacinas e HIV
Foto: Reprodução / YouTube / Jair Bolsonaro

Após ter a live da última quinta-feira (21) apagada na redes sociais (Facebook e Instagram) por ter associado o desenvolvimento da imunodeficiência adquirida (Aids) com a vacina contra o novo coronavírus (leia mais aqui), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que fez a relação com base em uma matéria de revista. A fala foi durante uma entrevista à rádio Caçula FM / Três Lagoas-MS, na manhã desta segunda-feira (25).

 

Segundo o presidente, a revista Exame teria feito uma matéria sobre a vacina e a Aids e ele repetiu a matéria durante sua live e "dois dias depois a revista Exame falou que eu falei um fake news", disse Bolsonaro.

 

Contudo, em outubro de 2020, a revista salientava que os testes nas vacinas contra Covid não demonstraram aumento no risco de contrair HIV. À época, a reportagem também deixou claro que o suposto risco era inerente somente às vacinas que usam adenovírus tipo 5. Das vacinas usadas atualmente, apenas a Sputnik tem esse vetor virtal e o imunizante não é usado no Brasil e nem no Reino Unido.

 

Durante a transmissão ao vivo em suas redes sociais, Bolsonaro não usou a matéria da revista Exame, como alegou nesta segunda (25). O texto que o presidente leu é de um site chamado "Before It's News", conhecido por divulgar notícias falsas, conforme publicado pelo Metrópoles.

 

O presidente cita suposto relatório do governo britânico, cuja existência foi desmentida pelas autoridades locais. A matéria da Exame foi publicada antes do início da vacinação, reforçando que a revista não foi a fonte usada pelo presidente.

 

A Sociedade Brasileira de Infectologia também se pronunciou sobre o caso e ressaltou que "pessoas que vivem com HIV/AIDS devem ser completamente vacinados para Covid-19" (veja aqui).

 

Assista abaixo o trecho da entrevista de Bolsonaro nesta segunda-feira (25) e o trecho de sua live em que ele lê o texto do "Before It's News":

 

Histórico de Conteúdo