Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 07 de Outubro de 2021 - 14:00

Reis celebra destaque no União Brasil e diz que fusão nasceu em aniversário de Elmar

por Jade Coelho / Gabriel Lopes

Reis celebra destaque no União Brasil e diz que fusão nasceu em aniversário de Elmar
Foto: Jade Coelho / Bahia Notícias

Na vice-presidência do União Brasil, partido derivado da fusão entre DEM e PSL, o prefeito de Salvador, Bruno Reis, comentou a posição de destaque que os quadros baianos ganharam dentro da nova sigla. A união entre os partidos foi concretizada nesta quarta-feira (6) (leia mais aqui).

 

"Na formação da comissão instituidora do partido eu integro [a vice-presidência] naturalmente por ser prefeito da maior cidade que é integrante deste partido. E eu estou tendo a felicidade de ser o prefeito da maior cidade, foi esse o critério", disse Bruno Reis em conversa com a imprensa, na manhã desta quinta-feira (7), no bairro da Pituba, em Salvador.

 

"ACM Neto, naturalmente, porque era presidente do Democratas, participou diretamente dessa costura e de certa forma abriu mão da presidência para que houvesse essa fusão, é natural que ele ocupasse o segundo posto de destaque nessa fusão. E o deputado Elmar Nascimento foi um dos principais articuladores dessa fusão, poderia dizer a vocês que essa fusão começou a surgir no aniversário do deputado Elmar Nascimento onde estávamos presentes eu, Bivar e tantos outros. Muitos imaginavam que não pudesse ocorrer diante de tantas renúncias que tinham que ter de ambos os lados, acabou se consolidando e se tornou realidade, então Elmar por toda essa participação é natural que ele estivesse como membro da Executiva nacional", completou o gestor municipal.

 

Ele também foi questionado se o União Brasil espera a chegada de lideranças do PP em uma eventual filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e disse que a nova legenda está pronta para qualquer tipo de conversa.

 

"É o PP que vai falar pelo PP, pelas consequências da filiação de Bolsonaro. Nós estamos abertos a conversas, somos democratas e conversamos com todos e caso seja o desejo deles conversar com a gente, estamos prontos para fazer qualquer tipo de conversa", finalizou.

Histórico de Conteúdo