Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Teixeira de Freitas: Ex-diretor municipal é acusado de se apropriar de dinheiro público
Foto: Divulgação / Prefeitura de Teixeira de Freitas

O ex-diretor e gestor financeiro dos Núcleos das Escolas do Campo de Teixeira de Freitas, no Extremo Sul, João Batista de Jesus, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA). O órgão acusa o ex-diretor de peculato – desvio de dinheiro ou de bens públicos móveis em proveito próprio ou de terceiros.

 

Segundo o promotor de Justiça Alex Bezerra Bacelar, o ex-servidor público usou cheques do fundo municipal de educação para se apropriar de mais de R$ 40 mil. O montante, aponta a apuração, deveria ser destinado para compra de suprimentos para os núcleos no ano de 2018.

 

Ainda de acordo com o MP-BA, as apurações indicam que João Batista cometeu o crime com possível contribuição das servidoras Zenilda Simões Conceição Westphal, Edmilza dos Santos Pinto e Maria Inez Rodrigues da Silva. Para o promotor, elas teriam cometido o peculato culposo.

 

As servidoras tinham por praxe assinar cheques em branco para o denunciado. No entanto, o MP-BA afirma que nenhuma delas acompanhava as compras realizadas por João Batista ou fiscalizava as licitações. Questionadas, as servidoras afirmaram que nunca receberam orientação por parte da secretaria municipal de educação de como proceder.

Histórico de Conteúdo