Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ex-presidente da Braskem pede à Justiça para interromper pagamento de sócios delatores
Foto: Divulgação

Após confessar uma série de crimes e desvios (saiba mais), o ex-presidente da Braskem e da Eldorado,  José Carlos Grubisich recorreu à Justiça de São Paulo para tentar interromper pagamentos da Odebrecht a 78 ex-executivos e sócios que fizeram delação à operação Lava Jato.

 

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, Grubisich é credor de R$ 100 milhões da empreiteira, que prometeu pagar um total de R$ 365 milhões aos empresários.

 

Ainda segundo a publicação, o ex-presidente da Braskem quer também que o administrador judicial da Odebrecht, a Alvarez & Marsal, acione os delatores para que eles devolvam a quantia recebida, que apenas nos últimos dois anos chegaria a R$ 47 milhões.

Histórico de Conteúdo