Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 22 de Abril de 2021 - 10:00

'Nunca gostei de estar na coisa glamourizada da carreira', reforça Isabelle Drummond

por Júnior Moreira Bordalo

'Nunca gostei de estar na coisa glamourizada da carreira', reforça Isabelle Drummond
Foto: Reprodução / Globo

A atriz Isabelle Drummond foi a convidada do canal da atriz e apresentadora Tatá Fersoza no Youube, divulgado nesta quarta-feira (21). No vídeo, que foi dividido em duas partes, a global falou sobre a forma “reservado” que conduz a vida, apesar de ser famosa desde a infância, quando deu vida a boneca Emília no Sítio do Pica Pau Amarelo, em 2000.  “Fui me movendo de mandei bem intuitiva, de acordo com o que acreditava, tentando não me agredir. Passar pelos processos da forma que achava que eram saudáveis para mim, mas não muito pensado, simplesmente vividos. Sempre gostei de ter uma vida normal, real, aquela coisa fora... nunca gostei de estar na coisa glamourizada da carreira. Gosto de pegar bicicleta, ir ao mercado, estar com pessoas...”, explicou

 

A artista revelou que teve o primeiro beijo em cena, aos nove anos de idade. “Foi uma coisa ‘complicadérrima’ para mim, pois sempre me preservei muito. E eles me enganaram, o diretor me enganou. Ele disse que não ia ter e combinou com o ator. Eu estava de olho fechado, porque era uma cena de atropelamento”, falou e completou: “Quando isso aconteceu foi quase como se tivesse me invadido porque não tinha sido combinado comigo. Enfim, essas coisas acontecem nos processos de produções artísticas. Algumas eu não sou a favor, pois podem ser muito traumáticas. Converso  muito com diretores e preparadores. Tem que se ter um processo saudável para a alma”, atentou.  

 

A artista reiterou que a sua preocupação é que o público a conheça pelos personagens que faz e não por situações de sua vida privada. “Não quero que as pessoas vejam demais a Isabelle e elas não consigam ver os personagens. É uma coisa que desde adolescente ficava assim, sabe? Não queria sair demais em veículos de imprensa, toda hora sendo vista. Isso é uma coisa que me incomodava. Queria que as pessoas vissem em mim a arte, que é o que tenho de relevante”, justificou.

 

A única fez que a atriz teve a vida mais exposta foi durante o relacionamento com o cantor Tiago Iorc (2014 - 2015). Na época, o término foi associado ao encontro do música com a ex-amiga de infância da atriz, aBruna Marquezine, no clipe “Amei te Ver”. Anos depois, a namorada de Enzo Celulari  admitiu que teve um affair com Tiago Iorc, mas negou que tenha sido o pivô da separação.  "Eu particularmente não gostava de expor, mas quando tem algo mais sólido, tipo um casamento, não tem problema, não é uma coisa ruim. Claro de acordo com cada um”, reforçou Isabelle. Assista: 

Histórico de Conteúdo