Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 21 de Janeiro de 2022 - 21:25

Fábio Mota nega ter descumprido acordo com David: 'Contrato não fala em 10%'

por Nuno Krause

Fábio Mota nega ter descumprido acordo com David: 'Contrato não fala em 10%'
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Presidente em exercício do Vitória, Fábio Mota negou ter descumprido um suposto acordo feito com o atleta David durante a gestão de Paulo Carneiro. O empresário do atleta, André Cury, afirmou, nesta sexta-feira (21), que o atacante não treinaria enquanto a diretoria do Leão não cedesse 10% dos direitos econômicos dele. Segundo Mota, "o contrato não fala em 10%". O caso veio a público após a diretoria do Leão recusar uma proposta do Metalist, da Ucrânia, pelo atleta (veja aqui).

 

"Como vai passar 10% se o contrato não fala? O que não está escrito não existe. É um assunto esgotado, encerrado. O Vitória não aceita a proposta e não vai vender. Se houver uma outra proposta melhor, o Vitória para para pensar. Estamos nos esforçando para tentar outras receitas para não precisar fazer queima de estoque do clube", afirmou o presidente em exercício, em entrevista ao programa BN Na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama. 

 

O técnico Dado Cavalcanti já adiantou, também nesta sexta, que David não entrará em campo contra o Barcelona de Ilhéus, no domingo (23), pela segunda rodada do Campeonato Baiano, porque não treinou durante a semana. 

 

Apesar disso, Fábio Mota garante que o atacante segue com contrato com o clube. "Ele é jogador do clube, tem contrato, o Vitória está rigorosamente em dia. Recebeu antes do vencimento. As imagens estão em dia. Não vamos entrar nessa pressão. O Vitória é uma instituição de credibilidade, não vai ser acuado, e porque está em uma crise financeira que vai sair vendendo jogador por aí", pontuou o gestor. 

 

O contrato de David com o clube vai até 2025. O Metalist ofereceu cerca de R$ 8 milhões por 100% dos direitos econômicos de David. A proposta foi recusada pelo Vitória, que queria ficar 20% de uma futura venda.

 

Histórico de Conteúdo