Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após triunfo do Bahia, Prates admite problemas ofensivos e mira evolução nas semifinais
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Bahia venceu o Jacuipense por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (5), em Pituaçu, e se garantiu nas semifinais do Campeonato Baiano. Após o jogo, o técnico Cláudio Prates reconheceu que o time ainda está devendo, mas apontou a busca para evoluir na sequência do estadual.

 

"A ideia é sempre evolução. Nem sempre se consegue de um jogo para outro, de uma fase para outra. A gente sabe que tem algumas dificuldades, principalmente ofensivas. Não podemos deixar de ressaltar que esse time tem a melhor defesa do campeonato. Com certeza, a gente gostaria de ter uma classificação mais tranquila", disse.

 

Questionado se algo o preocupava em relação ao time, Prates preferiu não expor os pontos fracos e destacou a importância do jovem elenco conseguir passar de fase. Ele voltou a bater na tecla sobre a competência ofensiva.

 

"Não tenho nada a reclamar. Internamente resolvemos nossos problemas. Teve comemoração pela classificação pelo merecimento dos meninos. Time jovem. Temos que melhorar na parte ofensiva, mais um pouco de jogo e saber matar os jogos. Eles nos empurraram para trás. Precisamos sair e matar. Precisamos estar mais conscientes disso", indicou.

 

Prates disse que não esperava sofrer a pressão exercida pelo Jacuipense e ressaltou a entrega do elenco tricolor. Para ele, a equipe está forte na briga pelo tetracampeonato.

 

"Adversário, a gente sabia que teria dificuldade, pelos anos que trabalham juntos, pela experiência dos jogadores. Não esperávamos sofrer tanto, mas queríamos aproveitar alguns detalhes que eles deixam. Não conseguimos mais por falta de capricho. Os jogadores têm se entregado. Estamos dentro da briga para conseguir esse título", finalizou.

Histórico de Conteúdo