Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia x Fluminense: Luiz Flávio de Oliveira comanda jogo na Fonte Nova
Foto: DIvulgação

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) escolheu o árbitro Luiz Flávio de Oliveira, de São Paulo, para apitar o jogo entre Bahia e Fluminense no próximo domingo (5), às 16h, na Arena Fonte Nova, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Ele vai ser auxiliado por Neuza Ines Back e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa. O árbitro de vídeo vai ser comandado por Igor Junio Benevenuto de Oliveira, de Minas Gerais.

 

Com a necessidade da vitória pra seguir vivo na luta contra o rebaixamento, o Bahia é o 17ª, com 40 pontos. Já o Fluminense, que briga pela vaga na Libertadores, é o sétimo, com 51.

Sexta, 03 de Dezembro de 2021 - 18:25

Bahia se reapresenta e começa preparação para enfrentar o Fluminense

por Ulisses Gama

Bahia se reapresenta e começa preparação para enfrentar o Fluminense
Foto:Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Após a derrota para o Atlético-MG na noite da última quinta-feira (2), o elenco do Bahia voltou a treinar na tarde desta sexta (3) e começou a preparação para enfrentar o Fluminense neste domingo (16), às 16h, na Arena Fonte Nova, pela rodada 37 do Campeonato Brasiliero.

 

O primeiro compromisso do treinamento foi uma reunião entre diretoria comissão técnica e jogadores. Depois, os jogadores que atuaram por 45 minutos ou mais fizeram trabalhos na academia e fisioterapia.

 

Os demais trabalharam a parte física na academia, foram para o Campo 1 e participaram de um trabalho técnico focado na troca de passes e ultrapassagens. Logo depois, o grupos se dividiu para uma atividade técnica em campo reduzido.

 

Fora da atividade, o goleiro Matheus Teixeira e o meia-atacante Isnaldo fizeram um trabalho físico com o preparador Roberto Nascimento.

 

A equipe finaliza a preparação para o jogo na manhã deste sábado (4), novamente no CT Evaristo de Macedo. Vale lembrar que o Esquadrão de Aço não vai ter os meio-campistas Daniel e Mugni, suspensos. Por outro lado, o lateral-esquerdo Juninho Capixaba fica à disposição.

Sub-20: Lateral do Bahia destaca confiança para vencer clássico decisivo
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

O time sub-20 do Bahia enfrenta o Vitória na próxima segunda-feira (6), em Praia do Forte, em jogo decisivo da fase de grupos da Copa do Nordeste da categoria. Para avançar, o Tricolor precisa vencer e o lateral-esquerdo Dudu vê o grupo confiante para conseguir o resultado.

 

"Depois da derrota no clássico a gente sabia que tínhamos que construir um saldo de gols bom para o confronto direto e felizmente conseguimos marcar bastante. Sabemos a importância que tem esse jogo, que por si só já é muito grande. Não vai ser fácil mas estaremos em casa. Esperamos fazer uma partida diferente. Nos sentimos mais bem preparados e ainda estamos estudamos eles para não cometermos os mesmos erros. Vai ser uma guerra. O torcedor pode ter certeza que não vai ser um jogo fácil para eles", disse.

 

A equipe do técnico Eduardo Guadagnucci somou nove pontos em cinco partidas disputadas. Dudu reconhece que houve instabilidade, mas apontou o foco em conseguir reverter a situação.

 

"A gente viveu altos e baixos na competição. Sabemos que demos uma vacilada contra o Jacioba. Mas erguemos a cabeça e mantemos o foco. Dá para ver nos olhos de todos a vontade de classificar. Estamos preparados para esse clássico e vamos em busca da classificação", indicou.

 

No primeiro clássico entre as equipes na competição, o Esquadrãozinho levou a pior com o placar de 2 a 0 para os meninos do Leão.

Sexta, 03 de Dezembro de 2021 - 08:45

Com Bahia nas cordas, Guto Ferreira promete entrega: 'Até a última gota de suor'

por Ulisses Gama

Com Bahia nas cordas, Guto Ferreira promete entrega: 'Até a última gota de suor'
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

A virada relâmpago sofrida pelo Bahia contra o Atlético-MG complicou ainda mais as coisas. Com duas rodadas para o fim do Brasileirão, o Esquadrão de Aço tem um jogo a menos e precisa vencer os seus jogos finais para se livrar do descenso. Em meio ao abatimento da derrota na noite da última quinta-feira (2), o técnico Guto Ferreira afirmou que é preciso seguir acreditando e lutando pela manutenção na elite.

 

"Seguir firme e forte, confiando. E nós vamos nos doar, vamos entregar até a última gota de suor e sangue. Vamos nos entregar como a gente vem fazendo, nos entregando muito. O conseguir vai ser resultado de tudo isso que a gente vem fazendo, vem trabalhando. A gente nunca disse que seria fácil. Cada vez está distante, mas o impossível é só depois que já aconteceu. Ainda tem seis pontos a serem disputados. E é possível. Então nós vamos até o final", disse.

 

O time volta a jogar no próximo domingo (5) contra o Fluminense, novamente na Arena Fonte Nova. Na próxima quinta, os tricolores encerram a participação no Brasileirão contra o Fortaleza, na Arena Castelão. Os dois adversários brigam por uma vaga na Taça Libertadores de 2022.

 

Os jogadores voltam aos treinamentos na tarde desta sexta-feira (3), às 15h30, no CT Evaristo de Macedo.

Sexta, 03 de Dezembro de 2021 - 07:45

Bahia venceu dois jogos seguidos apenas uma vez neste Campeonato Brasileiro

por Ulisses Gama

Bahia venceu dois jogos seguidos apenas uma vez neste Campeonato Brasileiro
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

Derrotado pelo Atlético-MG na última quinta (2), o Bahia não tem outra alternativa a não ser vencer as duas partidas que lhe restam para se livrar do rebaixamento para a Série B. A equipe tricolor só conseguiu emendar essa sequência apenas uma vez nesta edição do Campeonato Brasileiro.

 

A proeza aconteceu no primeiro turno, ainda nas primeiras rodadas da competição. Sob o comando de Dado Cavalcanti, o Esquadrão de Aço venceu a Chapecoense na Arena Condá por 2 a 0 e o Juventude, em Pituaçu, por 1 a 0. Na ocasião, o Tricolor consumou o seu melhor desempenho nos dez primeiros jogos dos pontos corridos (relembre aqui). 

 

Se conseguir vencer o Fluminense no próximo domingo (5) e o Fortaleza na próxima quinta (9), a equipe treinada pelo técnico Guto Ferreira chega aos 46 pontos. De acordo com os cálculos do instituto de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o clube que chega a esse número tem 3,7% de chances de rebaixamento.

 

Ainda segundo os matemáticos, o Esquadrão de Aço tem 77,4% de probabilidade de descenso. No 18º lugar, o Grêmio tem 93%. Chapecoense e Sport já estão rebaixados.

 

O Bahia tem dez triunfos, dez empates e 16 derrotas em 36 partidas disputadas até o momento.

Guto afirma que 'questões psicológicas' foram cruciais para o Bahia tomar a virada
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O lado emocional pesou para o Bahia sofrer a virada para o Atlético-MG, nesta quinta-feira (2), na Fonte Nova (veja aqui). Essa foi a avaliação do técnico Guto Ferreira após a partida. O resultado mantém o
Esquadrão na zona de rebaixamento, com 40 pontos, e um jogo a menos do que todos os seus concorrentes diretos. 

 

"O jogo tem as questões psicológicas. Fizemos 2 a 0 e estávamos jogando contra um time que queria ser campeão. Nossa equipe estava muito bem na partida. O pênalti mexeu com o nível de confiança da
equipe. É aquela coisa de tomar o gol e ficar com medo de tomar o segundo. Isso acontece, é natural. O segundo veio dois minutos depois, e o terceiro em sequência. Mas agora não adianta ficar
lamentando", destacou o comandante, em entrevista coletiva. 

 

Com o placar de 3 a 2, o Galo conquistou o título do Brasileirão pela primeira vez após cinquenta anos. O Tricolor, por sua vez, terá apenas duas partidas para recuperar os pontos perdidos, contra
Fluminense e Fortaleza. 

 

"Hoje, se o campeonato acabasse, o Bahia estaria rebaixado. O Bahia não tem mais nada para perder, tem que jogar para ganhar. É seguir firme e forte. Os fracos se entregam, jogam a toalha, os fortes
seguem no barco até o fim, buscando salvar e se salvar", projetou Guto. 

 

Os três gols sofridos, na avaliação do técnico, não foram frutos de problemas defensivos. "Eu acho que é difícil falar de problemas defensivos tomando dois gols de fora da área e um de pênalti. Felicidade muito grande do Keno nas duas batidas. E o pênalti quem viu falou que foi pênalti. O Luiz até tentou tirar o corpo, mas infelizmente aconteceu o choque. Não tem muita coisa pra ficar falando, não", lamentou. 

Quinta, 02 de Dezembro de 2021 - 20:31

Mugni e Daniel levam terceiro amarelo e desfalcam Bahia contra o Fluminense

por Nuno Krause

Mugni e Daniel levam terceiro amarelo e desfalcam Bahia contra o Fluminense
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Os meias Lucas Mugni e Daniel serão desfalques para o Bahia na próxima rodada, contra o Fluminense. As equipes se enfrentam no domingo (5), na Arena Fonte Fonte Nova, às 16h. Os atletas levaram o terceiro cartão amarelo diante do Atlético-MG, nesta quinta (2). 

 

Com 40 pontos, o Esquadrão se afundou na zona de rebaixamento. Agora, tem apenas duas rodadas para sair da degola, sendo que tem um jogo a menos que seus concorrentes diretos. 

Quinta, 02 de Dezembro de 2021 - 20:12

Após derrota, jogadores do Bahia saem de campo sem dar entrevista

por Nuno Krause

Após derrota, jogadores do Bahia saem de campo sem dar entrevista
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Os jogadores do Bahia saíram de campo sem dar entrevista, nesta quinta-feira (2), após a derrota para o Atlético-MG, por 3 a 2 (veja aqui). 

 

O resultado deixa o Esquadrão em situação complicada. Com 40 pontos, a equipe comandada por Guto Ferreira segue na zona de rebaixamento, com um jogo a menos em relação a todos os adversários diretos.

 

Os próximos adversários do Tricolor de Aço serão o Fluminense, no domingo (5), na Fonte Nova, e o Fortaleza, no dia 9 de dezembro, no Castelão. 

Quinta, 02 de Dezembro de 2021 - 19:54

Bahia perde, se complica no Z-4 e Atlético-MG é campeão brasileiro após 50 anos

por Nuno Krause

Bahia perde, se complica no Z-4 e Atlético-MG é campeão brasileiro após 50 anos
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

Diante de quase 30 mil torcedores, Bahia esteve muito perto de vencer o Atlético-MG, nesta quinta-feira (2), na Arena Fonte Nova, em jogo atrasado pela 32ª rodada da Série A do Brasileirão. No entanto, após abrir o placar de 2 a 0, o Esquadrão levou a virada e se complicou na luta contra o rebaixamento. Do lado do Galo, contudo, foi só festa. Sem possibilidades de ser alcançado por nenhum outro clube, o Atlético Mineiro é campeão brasileiro, 50 anos depois de seu primeiro título. 

 

Os gols do Bahia foram marcados por Luiz Otávio e Gilberto. Hulk, de pênalti, e Keno, duas vezes, viraram para o Galo. Com 40 pontos, o Bahia segue afundado no Z-4, com um jogo a menos em relação a todos os seus adversários diretos. A equipe treinada por Guto Ferreira só terá duas rodadas para sair dessa situação. 

 

O Bahia volta a campo no próximo domingo (5), às 16h, na Arena Fonte Nova, contra o Fluminense. Já o Galo comemorará o título brasileiro perto de sua torcida no mesmo domingo, contra o RB Bragantino, no Mineirão. 

 

O JOGO

A primeira chance foi do Galo, aos quatro minutos. Keno tabelou com Hulk e chutou forte de fora da área. Danilo Fernandes se esticou para fazer a defesa. 

 

O atacante atleticano tentou novamente aos 18 minutos. Após receber bola no meio, ele tentou colocado da meia-lua, mas o goleiro do Esquadrão estava novamente atentou e ficou com ela. 

 

O Bahia só veio aparecer com perigo no ataque aos 28. Gilberto fez bela jogada pela direita, cruzou, e a bola sobrou em Raí Nascimento. O atacante tentou um passe para Rodriguinho na pequena área, mas Mariano tirou de forma providencial para escanteio. 

 

Danilo Fernandes voltou a ser crucial aos 39 minutos. Nacho Fernández avançou com liberdade pela direita, entrou na área e chutou forte. No reflexo, o goleiro do Esquadrão salvou com uma linda defesa. 

 

O Bahia ainda teve uma boa oportunidade aos 43. Em boa jogada construída, Matheus Bahia cruzou na cabeça de Rodriguinho, que mandou por cima do gol. 

 

VIRADA DO CAMPEÃO

O jogo começou difícil para o Bahia novamente na etapa final. Logo aos 3 minutos, Danilo Fernandes foi exigido pela quarta vez. Hulk arriscou um chute forte de fora da área e o goleiro se esticou todo para mandar para escanteio. 

 

A resposta não demorou. Raí puxou contra-ataque no minuto seguinte, saiu livre na frente do goleiro e tentou  o passe para Rossi. Arana se antecipou e evitou o gol do Esquadrão. 

 

Aos 7 minutos, o arqueiro tricolor quase se atrapalhou. Keno tentou por cobertura e ele teve de fazer uma difícil defesa. 

 

Três minutos depois, Raí arriscou de direita da entrada da área, rasteiro, e foi a vez de Everson salvar o Atlético Mineiro. 

 

Diante da evidente melhora, o Bahia conseguiu abrir o placar. Aos 16, Juninho Capixaba cobrou escanteio e Luiz Otávio mandou para o fundo das redes, de cabeça. No minuto 20, Gilberto se antecipou aos zagueiros após cruzamento de Matheus Bahia e ampliou para 2 a 0.

 

Luiz Otávio abriu o placar para o Esquadrão (Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias)

 

Parecia o cenário perfeito para o Esquadrão. Contudo, em seis minutos tudo se dissipou. Aos 26, Luiz Otávio derrubou Sasha dentro da área e o juiz assinalou o pênalti. Hulk cobrou e diminuiu para o Galo. Logo na sequência, Keno empatou em belo chute de direita. Aos 32, o próprio Keno virou e jogou um balde de água fria na torcida tricolor. 

 

Jogadores do Atlético comemoram título brasileiro (Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias)

 

FICHA TÉCNICA
Resultado: Bahia 2 x 3 Atlético-MG
Campeonato Brasileiro - 32ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 02/12/2021 (quinta-feira)
Horário: 18h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Gols: Luiz Otávio e Gilberto (Bahia) / Hulk e Keno (2x) (Atlético-MG)
Cartões Amarelos: Lucas Mugni e Patrick de Lucca (Bahia) / Guilherme Arana, Eduardo Sasha e Nathan (Atlético-MG)
Público: 29.415 presentes
Renda: R$ 708.246,00

 


Bahia: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Mugni (Daniel) e Rodriguinho (Ronaldo César); Rossi, Raí (Índio Ramírez) e Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira.

 


Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana; Tchê Tchê, Zaracho (Igor Rabello) e Nacho (Eduardo Sasha); Vargas (Nathan), Keno (Dodô) e Hulk. Técnico: Cuca.

Quinta, 02 de Dezembro de 2021 - 12:20

Bell Marques é escalado para tocar em festa do título do Atlético-MG caso vença o Bahia

por Ulisses Gama / Leandro Aragão / Bianca Andrade

Bell Marques é escalado para tocar em festa do título do Atlético-MG caso vença o Bahia
Foto: Divulgação / EC Bahia

Torcedor do Bahia, Bell Marques terá de torcer pela derrota do Esquadrão de Aço para fazer um trabalho de última hora. O cantor foi escalado para comandar uma possível festa do Atlético-MG caso seja campeão na noite desta quinta-feira (2). A informação foi divulgada pelo site O Tempo e confirmada pelo Bahia Notícias. Mas para isso, o Galo terá que vencer o Tricolor, na Arena Fonte Nova, no jogo adiado da 32ª rodada do Brasileirão.

 

Líder do campeonato com 78 pontos, o Galo tem oito de vantagem sobre o Flamengo, que é o segundo colocado. Um triunfo sobre o Bahia garantiria o título antecipado. A última vez que o Alvinegro mineiro levantou o caneco do Brasileirão foi em 1971.

 

Caso seja derrotado pelo Atlético-MG, o Bahia, do torcedor Bell Marques, se complicará ainda mais na luta contra o rebaixamento. O Tricolor é o 17º colocado com 40 pontos, dois a menos do que o Athletico-PR, que é o 16º e entra em campo nesta sexta (3), contra o Cuiabá, na Arena da Baixada, em duelo válido pela 35ª rodada.

 

A bola rola para Bahia e Atlético-MG a partir das 18h.

Histórico de Conteúdo