Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Armeira 'não tem ideia' de como munição foi parar no set onde diretora foi morta
Foto: Reprodução / Instagram

Nesta sexta-feira (29), um novo comunicado foi divulgado pelos advogados da assistente Hannah Gutierrez-Reed, sobre o caso do acidente no set de gravação do filme "Rust''. O documento informa que Hannah, "não tem ideia de onde as munições reais vieram".

 

Jason Bowles e Robert Gorence informaram em nota que o set do filme era um ambiente inseguro e que a profissional foi contratada para duas posições na produção, o que tornou "extremamente difícil" se concentrar no seu trabalho como armeira.

 

Segundo o documento fornecido pela polícia à justiça, o set tinha vários armamentos e munição indevidas. Foram encontrados 12 revólveres, um rifle, uma bandoleira, quatro caixas de papelão com munições diversas e uma bala .45.

 

De acordo o jornal New York Time, Hannah Gutierrez-Reed não tinha experiência no cargo de armeira e já havia se envolvido em confusão em um filme estrelado por Clint Howard e Nicolas Cage.


Na última quinta-feira (21), uma arma real foi disparada por Alec Baldwin durante as filmagens de uma cena para o filme “Rust”, matando a diretora de fotografia Halyna Hutchins (confira aqui).

 

Nas redes sociais, a filha de Alec Baldwin, Ireland Baldwin, revelou que tem sido ameaçada após o acidente envolvendo o pai (saiba mais).

Histórico de Conteúdo