Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Locadora baiana perde mais de R$ 100 mil em equipamento em golpe de falso cadastro
Foto: Arquivo Pessoal/Iglu Loc

A locadora Iglu Loc perdeu cerca de R$ 100 mil reais em equipamentos  no último domingo (17), após uma pessoa se passar por um produtor com informações falsas e não devolver os dispositivos alugados.


De acordo com o Metro1, Petrus Pires, um dos responsáveis pela locadora, conta que o golpe já havia acontecido com um amigo de São Paulo, que também trabalha com aluguéis de equipamentos destinados à fotografia e audiovisual.

 

"Uma pessoa fez um cadastro se apresentando como dono de uma empresa de Catu, utilizou um cpf falso, se cadastrou como todo mundo se cadastra, e aí pediu os equipamentos. Na conversa que tive com ele, parecia conhecer bem os equipamentos e eu acreditei. Na hora de retirar o equipamento, ele mandou uma pessoa dizendo que era um produtor. Chegando aqui, eu percebi que era um uber. Aí eu desconfiei, liguei para ele, e ele disse que o uber trabalhava há muitos anos com eles. A entrega do equipamento seria de noite, depois de uma live que aconteceria, aí de noite parou de falar comigo. E aí descobri que um amigo meu de São Paulo que tem locadora também sofreu um golpe, os equipamentos eram praticamente os mesmos”, conta Pires.

 

Através das redes sociais a locadora comunicou o acontecido e divulgou a lista de equipamentos roubados.

 

 

Histórico de Conteúdo