Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 01 de Maio de 2021 - 05:08

Jornalismo e boa literatura

por Jose de Jesus Barreto

Jornalismo e boa literatura
Amigo é pra essas coisas. Eis que de repente recebo do escritor e poeta José de Jesus Barreto, velho companheiro de redação e de lutas pelo bom jornalismo, em um tempo que para isso era preciso driblar o tacão da ditadura (aliás, agora perdemos um baluarte desse enfrentamento, o amigo e colega pernambucano Carlos Garcia). Pois bem, Barretinho acaba de reler o Boquira (2018) e me dá esse presente. Normalmente eu ficaria acanhado de publicar, pois fala de mim, mas seria uma pena se não o fizesse pela qualidade do texto e o registro documental. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 24 de Abril de 2021 - 05:02

Filho morto, alma lavada

por Almudeña Ruiz

Filho morto, alma lavada
Se você conhece nada de sertão, da gente que nele habita, os costumes, os valores morais, esse texto de Almudeña Ruiz mostra um pouco. O traço de personalidade do sertanejo, reto e pacato, ao mesmo tempo duro e por vezes cruel. No sertão a vida vale o que é, não tem muito choro de quem fica porque não se tem muito a perder. Sentimento de perda, desespero, é muito urbano onde os horizontes são mais amplos, no sertão não, a menos que seja um coronel. Leia, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 17 de Abril de 2021 - 05:05

Nossa família

por Elieser Cesar

Nossa família
Essa bem humorada crítica social e de costumes do jornalista e escritor Elieser Cesar me faz lembrar a nossa rua do tempo de criança. A molecada se cotizava e pagava o ingresso de Chico para ir à matinê dominical no cinema da cidade assistir três seriados e o filme do dia. Rei da onomatopeia que era, Chico voltava sorridente e narrava tudo o que viu em três horas de exibição, sem esquecer detalhe. Às vezes dava confusão quando Chico escolhia um partner para mostrar como foi a luta de Durango Kid com o bandido. A precisão de movimentos sempre atingia o rosto do outro e o pau comia entre a meninada. Leia, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 10 de Abril de 2021 - 05:11

Palavra muda

por Aloisio da Franca Rocha Filho

Palavra muda
Esta semana o professor, jornalista e poeta Aloisio da Franca Rocha Filho volta com mais poemas, os primeiros dele foram publicados aqui na coluna, e desta vez nos apresenta uma poesia sutilmente engajada, mostrando, a la Ferreira Gullar, que a arte não si basta por si mesma e que pode sim ser instrumento de combate democrático. Aloisinho tem por hábito escrever e guardar no baú o que faz, mas aos poucos vai mostrando esse trabalho, quase em doses homeopáticas. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 03 de Abril de 2021 - 05:05

Além dos muros do castelo

por Ari Donato

Além dos muros do castelo
O amigo Ari Donato, sertanejo de Guanambi, velho jornalista, escritor (“Caravanas”, “Tropeiros – na trilha do amor” e “A criação, não a criatura”, entre outros) selecionou, a meu pedido, uma parte dos quinze poemas que escreveu desde janeiro último. E os mandou com um aviso, “sou apenas aprendiz de poeta, analise-os”. Analisados Ari, tem o meu aval, com louvor. Deixemos agora que os nossos eventuais leitores emitam o veredicto que efetivamente importa. Eu recomendo, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 27 de Março de 2021 - 05:03

O foca no Produban

por Marcelo Firmino

O foca no Produban
Os amigos vão me perdoar, mas esta semana vou furar a fila de edição para homenagear a figura do foca. O motivo é justo, justíssimo. Para os não iniciados, foca é o candidato a repórter e na redação é pior que calouro na universidade. Tem direito a nada. Tem dia do jornalista, dia do radialista, dia do repórter, só o foca não tem dia. Aliás, quando ele chega é escalado para acompanhar alguém ou recebe sempre as piores pautas, aquelas que se furarem não farão falta. Aí me aparece o jornalista Marcelo Firmino, ex-correspondente do Estadão em Alagoas, com a deliciosa história de um foca de rádio. Sem mais nem menos o entrevistado tomou-lhe o microfone e se auto entrevistou. Pode? Pode, até porque era ditadura e não havia muito como reclamar da “otoridade”. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 20 de Março de 2021 - 10:38

A caminho de casa

por Joana D'Arck

A caminho de casa
A amiga e colega jornalista Joana D’Arck lançou, na semana passada, o livro de contos “Entrelinhas e afetos”, com apresentação e prefácio de dois outros jornalistas e também amigos, Mônica Bichara e Emiliano José. Empossado, também na semana passada, na Academia de Letras da Bahia, Emiliano destaca na autora a proeza de transformar e colorir com olhos mágicos um mundo prosaico, submerso e fantástico só revelado pela literatura. E diz que primeiro livro é ousadia da nudez no meio da rua, passo inicial da estrada a mostrar o quanto é preciso caminhar e aprender. De minha parte, lembro com alegria que o primeiro texto literário de Joaninha foi publicado aqui na coluna. O livro traz treze contos e deles escolhi esse. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 13 de Março de 2021 - 05:05

O primeiro porre ninguém esquece

por Chico Ribeiro Neto

O primeiro porre ninguém esquece
Chico Neto, jornalista antigo e cronista novo, me vem com uma das muitas histórias que conta do tempo de adolescente, estudante do interior do estado, morador de pensão, entre as dezenas instaladas nos velhos sobradões da parte antiga da cidade, geralmente em ruas ladeirentas, e nas quais a molecada subia e descia alegremente os muitos vãos de escadas de madeira e dormiam em quartos de compensado. Nessas pensões rolaram os casos mais marcantes daquela época na vida de todos, que podiam sair e farrear sem maior controle pois não havia hora determinada para voltar. Só que Chico viveu também em uma pensão cuja proprietária era a mãe dele, dona Cleonice. Bem, aí não era bem assim... Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 06 de Março de 2021 - 05:06

A lua de Celinha

por Eleonora Ramos

A lua de Celinha
Temos estreia nesta semana: a conhecida jornalista e cronista Eleonora Ramos, que publica há anos nas páginas de cultura dos jornais baianos. Ela está reunindo e selecionando textos de crônicas e contos para lançar em breve no formato e-book e me mandou alguns contos. Escolhi este, o primeiro da lista, pela singeleza e a forma direta com que Eleonora escreve. Leia, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 27 de Fevereiro de 2021 - 05:09

Uma vida inteira

por Gilson Souza

Uma vida inteira
Esta semana a coluna homenageia e conta um pouco da história de um importante jornalista baiano, Cleomar Brandi, que migrou para Sergipe, a convite do governo do estado para implantar uma estação de TV, e lá ficou até o fim. O livro é de autoria do sergipano Gilson Souza. O texto é composto por uma abertura com dados biográficos do jornalista e segue com um trecho da obra. "Cleomar Brandi, uma vida inteira" foi lançado na semana passada pela Criação Editora. Leia, você vai gostar. Carlos Navarro Filho.

Leia mais

Histórico de Conteúdo