Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 31 de Julho de 2021 - 05:13

O abafabanca de dona Bernadete

por Marcílio Costa

O abafabanca de dona Bernadete
O amigo Marcílio Costa, grande jornalista da Princesa do Sertão (para os não baianos, Feira de Santana a segunda cidade do estado que se a gente aqui der sopa passa Salvador, eles só pensam nisso) conta nesta crônica como se tornou empreendedor para alimentar os babas de infância no povoado onde nasceu (baba é jogo de futebol, pelada em outros lugares). Para comprar as bolas de borracha começou a vender rifas e depois abafabanca (desta vez não vou dar dica, você só vai saber o que é lendo), o que se tornou depois uma ajuda orçamentária na hora de aperto. Mas, é melhor ler, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 24 de Julho de 2021 - 05:04

O dia em que o aro do capitão travou

por Janio Ferreira Soares

O dia em que o aro do capitão travou
Recebi esse texto, com a marca da riqueza criadora do autor, contendo uma piada. E primeiro ri só com os nomes dos três amigos de Janio Ferreira Soares que o ouviram contar, tomando cachaça com mel de abelha sentados no chão do alpendre, na qualidade de sertanejos e bons beiradeiros do São Francisco: Severino Namorador, Bucho de Tripa e Vandro Corninho Manso. E os nomes são só a amostra. Ao ler a estória sobre um certo cidadão que teve nó nas tripas, além de uma inusitada aula de anatomia vocês vão rir muito mais. Mas não darei spoiler. Leiam e depois me digam. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 17 de Julho de 2021 - 05:05

Aquele jeito baiano de ser boêmio

por Otto Freitas

Aquele jeito baiano de ser boêmio
A Bahia tem um jeito que nenhuma terra tem, já dizia Caymmi e um pouco disso a gente vê no livro “Aquele Jeito Baiano de Ser Boêmio”, que está sendo lançado por Otto Freitas pela P55 Edição. Velho jornalista, belo poeta e amigo, Otto Gordo traça aqui um perfil e um roteiro boêmio da Cidade da Bahia, como Salvador era chamada no início do século passado. O roteiro remete aos anos 1970 e parte dele ainda está preservado, mantendo-se ponto de cachaceiros e velhos boêmios. Neste texto, uma das crônicas do livro, o Gordo homenageia um amigo comum, Paulinho BP, companheiro de farras homéricas. Se você mora em Salvador e viveu os anos setenta na boêmia vai matar a saudade. Se é de fora e não conhece ficará sabendo porque temos um jeito que só essa terra tem. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 10 de Julho de 2021 - 05:05

Duas crises; dois presidentes

por Carlos González Passos

Duas crises; dois presidentes
Esse texto do jornalista Carlos González é um trabalho de jornalismo crítico importante e mostra como em situações e épocas diversas os mandatários do país agiram no enfrentamento de graves crises sanitárias. A diferença é que na primeira morreram quarenta mil pessoas e agora nesta pandemia já passamos de 530 mil vidas varridas pela insanidade. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 03 de Julho de 2021 - 05:01

O espírito secreto das ruas

por Elieser Cesar

O espírito secreto das ruas
Você já reparou na alma da sua rua, ou mesmo de outras ruas por onde passa constantemente, ou onde trabalha? Se não, você terá uma bela aula do espírito das ruas nesse texto do jornalista e escritor baiano Elieser Cesar, no qual dá continuidade às peripécias insólitas do conto Nossa Família, publicado nesta coluna em 17 de abril passado. Além do mais, para os soteropolitanos daqui e os que vivem fora, a aula mostra uma rica geografia sentimental e histórica da cidade, além de falar também da índole de ruas de outros estados e países. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 26 de Junho de 2021 - 05:09

Fragmentos

por Carolina Freitas

Fragmentos
A nossa poetisa Carol Freitas reaparece nesses fragmentos com a riqueza dos seus poemas, celebrando a vida e suas particularidades que muitas vezes nos derrubam esperando que levantemos. E geramos certa frustração ao mundo se não reagimos e retomamos o caminho. Carol exala essa magia de beleza no que diz e canta, mesmo em situações duras e adversas como a que vivemos, nessa tragédia oficial na qual quem deveria guiar para a saída empurra para a hora final. Leia você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 19 de Junho de 2021 - 05:05

Atração fatal

por Lázaro Carvalho

Atração fatal
O mundo é também dos tímidos, feiosos e carecas. Tive um amigo que por ser feio, barrigudo, ter o pé grande e morar longe, dizia que não tinha obrigação nenhuma de ser bom. Aqui temos o tímido e feioso Zenóbio que, tal a namoradeira na janela, todo dia via passar na porta de casa uma morena escultural, linda e elegante. Apaixonou-se, mas sequer saberia como abordá-la. Contudo Oxum é mãe e depois de esperar meses a fio, a moça decidiu tomar a iniciativa, ela não gostava dos atirados e conversadores. Viveram uma longa história de amor. Quem conta esse caso é Lázaro Carvalho. Leia, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 12 de Junho de 2021 - 05:02

Cores e sons da natureza

por Getúlio Borges Fernandes

Cores e sons da natureza
A amiga e colega Nona Alves Fernandes envia-me uma seleção de poemas do cardiologista, professor e poeta Getúlio Borges Fernandes, tirados do livro “A vida humana e a natureza”, recém lançado pela Editora Fontenele-SP. Os poemas, de cunho ambientalista e rascunhados em receituários em meio ao stress do atendimento pandêmico em 2020, falam também da Ilha de Itaparica onde o autor passou as férias de janeiro e decidiu homenagear o ilustre filho da terra, João Ubaldo Ribeiro. Você vai gostar. Carlos Navarro filho

Leia mais

Sábado, 05 de Junho de 2021 - 05:10

Ponto de fio de avó

por Urin Íris Leandro

Ponto de fio de avó
Apresentamos a poetisa e comunicóloga Urin Íris Leandro, xamã que vive em uma comunidade xamânica rural na Grande Salvador, trabalha com mídias digitais e marketing alternativo, e faz poemas experimentais abordando o sentir e a conexão com a natureza. Urin vem de uma família de jornalistas, intelectuais e também poetas, especialistas em interação com a natureza. Você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Sábado, 29 de Maio de 2021 - 05:05

O terraplanismo e a redução do QI no mundo

por Rogaciano Medeiros

O terraplanismo e a redução do QI no mundo
O amigo jornalista Rogaciano Medeiros trás à mesa um texto do professor Christophe Clavé, que analisa a preocupante doença que acomete a humanidade – a redução do QI nos últimos vinte anos, agravada sobretudo pela exacerbação do eu e a relativização descontrolada. Acresçam-se as complicações causadas pelo universo nebuloso das redes sociais. Não em vão chega-se ao terraplanismo e ao negacionismo, doenças de raiz econômica usadas pelo Estado policial para sobreviver e eliminar os indesejáveis. Conheça o pensamento de Clavé, você vai gostar. Carlos Navarro Filho

Leia mais

Histórico de Conteúdo