Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 11:40

Abre a boca Galvão: em áudio vazado, narrador pede programa na Globo

por Bianca Andrade

Abre a boca Galvão: em áudio vazado, narrador pede programa na Globo
Foto: Reprodução / TV Globo

Domingão dos gigantes? Galvão Bueno aproveitou o intervalo do jogo entre Brasil x México pelos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta terça-feira (3) para pedir espaço na Globo em um programa dominical.

 

O que o veterano não esperava era que o áudio da súplica tivesse vazado para os telespectadores. A "gafe" do bem aconteceu por volta das 6h, durante a entrada de um VT do repórter André Gallindo, que cobriu o ouro de Martine e Kahena na vela.

 

Com o problema técnico, o narrador ficou no ar e acabou pedindo para alguém nos bastidores: "Eu quero um programa pra mim domingo".

 

A declaração não foi comentada pelo narrador no retorno ao estúdio, mas fez barulho na internet e os telespectadores embarcaram a ideia, com o sucesso da cobertura feita pelo veterano durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

 

"Galvão, pelo amor de Deus, exija da família Marinho e da alta cúpula da Globo: você tem que ter um programa pra alegrar nossas tardes de domingo!", brincou um internauta.

 

"Bem Amigos de domingo na Globo, depois do Fantástico seria uma boa", sugeriu outro. "Considerando os apresentadores que a Globo tem dado programa aos domingos, é mais do que justo que o Galvão tenha um espacinho também", analisou um terceiro.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 11:20

Ex-candidato a vice em Luís Eduardo Magalhães morre em acidente na Estrada do Feijão

por Francis Juliano

Ex-candidato a vice em Luís Eduardo Magalhães morre em acidente na Estrada do Feijão
Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um ex-candidato a vice-prefeito em Luís Eduardo Magalhães, no Extremo Oeste baiano, morreu vítima de um acidente. Aldo Carneiro Dourado, de 42 anos, veio a óbito quando pilotava uma motocicleta em um trecho da BA-052 [Estrada do Feijão].

 

O fato ocorreu na altura do povoado de Ipanema, zona rural de João Dourado, no Centro Norte baiano, na noite desta segunda-feira (2). Aldo Dourado era natural de João Dourado onde também residia. Nas eleições 2020, ele chegou a se candidatar em Luís Eduardo Magalhães na chapa de Comandante Rangel, mas uma semana antes do pleito desistiu da disputa.

 

Dourado foi também alvo de prisão preventiva durante a Operação Desertor da Polícia Federal (PF) (ver aqui). A ação investigava suspeita de corrupção nas eleições de Luís Eduardo Magalhães.

 

O corpo da vitima foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Irecê, na mesma região. Não há informações de velório e sepultamento.
 

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 11:10

Presidente da UPB aposta 'normalidade' em 2021 e cobra pautas municipalistas

por Vitor Castro

Presidente da UPB aposta 'normalidade' em 2021 e cobra pautas municipalistas
Foto: Fernando Duarte / Bahia Notícias

À frente da União dos Municípios da Bahia (UPB), e prefeito da cidade de Jequié, na região do Médio Rio de Contas, Zé Cocá (PP) espera continuar avançando nas negociações junto ao governo federal na defesa de pautas apontadas por ele como prioritárias para os municípios baianos. Dentre elas está, por exemplo,  a crítica aos atrasos nas obras da Ferrovia Oeste Leste (Fiol).

 

Há mais de 100 dias na presidência da entidade, Cocá assumiu ao Bahia Notícias "não ser fácil" lidar ao mesmo tempo com a gestão da UPB e da cidade de Jequié, em meio a um dos piores momentos sanitários já vividos por nossa geração. É diante disto que o gestor diz contar com "uma equipe muito boa", para dar conta das demandas. 

 

Ciente dos desafios trazidos pela pandemia e da ressaca econômica que as cidades terão de enfrentar no pós-pandemia, o presidente acredita que, já no final deste ano, a tão esperada "vida normal" possa ser retomada ainda que gradativamente. O que, segundo ele, será um suspiro, em meio à queda de receita gerada pelo não acontecimento de festas como o Carnaval e o São João. Eventos que fazem a economia do estado circular. 

 

Nesta quarta-feira (4), ele e outros prefeitos, além de deputados e senadores baianos, vão à Brasília para pedir a aprovação de medidas que consideram urgentes para a gestão das prefeituras, a fim de evitar o que chamou de "colapso dos municípios". Zé Cocá avaliou como positivo os seus mais de 100 dias à frente da UPB e pretende continuar encabeçando pautas que possam quem sabe, projetá-lo nacionalmente. Clique aqui e leia a entrevista completa!

Para PT-BA, ofensas de Vilas-Boas demonstram 'racismo, misoginia e machismo'
Foto: Bahia Notícias

Em nota divulgada nesta terça-feira (3), a Secretaria de Mulheres do PT Bahia se manifestou sobre o episódio em que o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, ofendeu a empresária Angeluci Figueiredo. Para o PT, o ato "demonstra desrespeito, racismo, misoginia e machismo".

 

"O fato ocorrido traz para o centro problemas estruturais que fazem vítimas todos os dias em nosso estado e em nosso país, do qual nós, mulheres, somos obrigadas a lidar em nosso cotidiano, seja no campo pessoal ou profissional", diz trecho da nota em que a Secretaria de Mulheres repudia a atitude de Vilas-Boas.

 

Segundo o texto divulgado pela sigla, fatos como este não podem repercutir apenas com pedidos de desculpas, mas, sobretudo, que sirva de exemplo para que não seja mais reproduzido. "No projeto de sociedade que defendemos nunca coube e não cabe nenhum tipo de opressão e violência", finaliza a nota.

 

Durante conversa divulgada através de um aplicativo de mensagens com Angeluci, Vilas-Boas chamou a chef de "vagabunda". A ofensa teria sido feita após Fábio não ter conseguido acessar com seus convidados no restaurante.

 

De acordo com a nota divulgada pela chef, o fechamento do estabelecimento se deu "em virtude da instabilidade do tempo, das condições climáticas e das variações do vento e da navegabilidade na Baía de Todos os Santos, recomendou a restrição de navegação em todo o entorno, incluindo, claro, a Ilha dos Frades, onde funciona o restaurante".

 

POLÍTICOS SE MANIFESTAM

Em uma rede social, a líder da oposição na Câmara de Salvador, vereadora Marta Rodrigues (PT), declarou solidariedade e afirmou que "não podemos aceitar qualquer atitude machista de quem quer que seja".

 

"Mais do que se desculpar, o que o secretário Fábio já fez publicamente, é fundamental que ele reflita sobre seu posicionamento equivocado. Precisamos de discursos que combatam e enfraqueçam a misoginia tão presente em nossas vidas, e não um discurso que fortaleça e corrobore ainda mais uma sociedade machista", escreveu a vereadora.

 

Da Assembleia Legislativa, o líder da oposição, deputado Sandro Regis (DEM), disse que esse tipo de declaração não condiz com o cargo de secretário de Estado e cobrou uma atitude de Rui Costa. "As agressões são graves e exigem um posicionamento do governador", afirmou Regis.

 

A deputada estadual, Olívia Santana (PCdoB), também ressaltou que "é fundamental que o secretário repense seus valores autoritários e atitudes". "Foi um absurdo chamar a empresária e Chef Angeluci Figueire de vagabunda, porque teve a sua reserva no restaurante dela cancelada por causa do mal tempo. Por mais que tivesse irritado com a situação, não justifica a agressão machista, o flagrante desrespeito a uma mulher", escreveu Olívia.

 

Nesta segunda-feira (2), entidades também repudiaram as ofensas do secretário (leia mais aqui).

 

Após o episódio ser divulgado, Vilas-Boas usou as redes sociais para se desculpar (veja aqui).

Bolsonaro faz novo ataque a Barroso e diz que ministro coopta TSE e STF
Foto: Alan Santos / PR

Em um novo capítulo da defesa do voto impresso e ataque a urna eletrônica, o presidente Jair Bolsonaro mirou no presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso e afirmou, nesta terça-feira (3), e afirmou que o magistrado coopta membros da corte eleitoral e do Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro sugeriu que Barroso presta um desserviço ao país ao se opor a mudanças no sistema de voto com a urna eletrônica.

 

Na ocasião, Bolsonaro afirmou ainda que não vai aceitar "intimidações" e que eleições "duvidosas" não serão aceitas em 2022.

 

"O ministro Barroso presta desserviço à nação brasileira, cooptando agora gente de dentro do Supremo, né, querendo trazer para si, ou de dentro do TSE, como se fosse uma briga minha contra o TSE ou contra o STF. Não é. É contra ministro do Supremo que é também presidente do TSE querendo impor a sua vontade", disse Bolsonaro a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

 

As declarações de Bolsonaro veem após um discurso duro de Barroso nesta segunda-feira (2), durante cerimônia de reabertura dos trabalhos do Judiciário. Durante a fala, após sucessivos ataques do presidente a segurança das urnas eletrônicas, Barroso disse que escolheu “ser um agente do processo civilizatório e empurrar a história na direção certa”. “Se eu parar para bater boca eu me igualo a tudo que quero transformar”, afirmou (leia mais aqui).  

 

Também nesta segunda, o TSE aprovou a abertura de um inquérito e o envio de uma notícia-crime ao Supremo para que Bolsonaro seja investigado no inquérito das fake news.

 

Nesta terça, de acordo com a Folha de S. Paulo, Bolsonaro sugeriu que há um complô para eleger o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em eleições fraudadas no próximo ano.

Pfizer monta operação para entrega de mais 17 milhões de doses da vacina até 22 de agosto
Foto: Divulgação

Uma megaoperação para entregas da vacina contra Covid-19 ao Brasil foi anunciada pela Pfizer nesta segunda-feira (2). A previsão da farmacêutica é de entregar mais 17 milhões de doses até o dia 22 de agosto, em 17 voos saindo de Miami, nos Estados Unidos, com destino ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

 

A primeira remessa está prevista para esta terça-feira (3). Serão um milhão de doses da vacina. Esse representa o 36º lote entregue pela farmacêutica ao país.

 

No domingo (1º), a companhia fez duas entregas e completou os 13 milhões de doses que havia anunciado até o início de agosto.

 

A empresa já entregou 30,1 milhões de 200 milhões de doses de imunizantes contratados pelo governo federal.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 10:00

Com maior n° de casos ativos, Itabuna tem 15,4% de população vacinada contra Covid

por Francis Juliano

Com maior n° de casos ativos, Itabuna tem 15,4% de população vacinada contra Covid
Foto: Divulgação / Sesab

Apontada como a cidade com maior número de casos ativos de Covid-19 na Bahia (ver aqui), Itabuna vacinou contra a a doença apenas 15,4% da população [92.372 habitantes]. Os dados são da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e correspondem até o final da tarde desta segunda-feira (2). A imunização é considerada completa com duas doses ou quando a vacina é de dose única.

 

Pela última estimativa do IBGE, o município tem 213.685 habitantes. Em relação à primeira dose, 43,22% dos itabunenses [ou 34.078 pessoas] já foram vacinados. Em números relativos, Itabuna fica atrás da vizinha Ilhéus que tem 159.923 habitantes [IBGE 2020].

 

O município litorâneo já aplicou a primeira dose em 52,1% da população [83.308 pessoas] e imunizou com a segunda dose 20,7% [33.123] dos ilheuenses. Conforme último boletim da Sesab, Itabuna acumula 33.599 casos confirmados de novo coronavírus com 665 óbitos. Já Ilhéus já registrou 21.645 casos de Covid-19 com 562 mortes provocadas pela doença.

 

UTI

Em relação à ocupação de leitos de UTI adulto, a rede pública de Itabuna tem até as 10h desta terça-feira (3) taxa de 57%, sendo que no Hospital de Base a média é de 53% e no Calixto Midlej Filho, de 83%. Em Ilhéus, a ocupação de leitos intensivos é maior, com 59%.

Filha de Jorge Portugal, atriz lembra um ano de morte do pai: 'Está tão vivo em mim'
Foto: Reprodução / Instagram

Para marcar um ano da morte de Jorge Portugal, ocorrida em 3 de agosto de 2020 (relembre), a atriz Bárbara Bela, filha do professor, escritor e ex-secretário de Cultura da Bahia, prestou homenagem ao pai em um texto emocionado nas redes sociais.

 

“Faz um ano de sua partida hoje meu pai, em meio ao turbilhão de sensações de estar realizando o maior sonho da minha vida, volta e meia me pego chorando, justo no dia de sua partida estou gravando um filme, aceito como um sinal de que está tudo bem por aí”, escreveu Bárbara, que integra o elenco do espetáculo baiano “Na Rédea Curta”, que agora está sendo adaptado para o cinema.

 

“Quantas noite pai, chorei sentindo sua falta, de tudo, seus conselhos, suas histórias, sua música, sua risada, e suas presepadas quando acordava… Ai meu pai, você está tão vivo em mim, tão presente. Hoje dia de sua passagem, esse dia tão emblemático e misto, eu só queria que o senhor pudesse me ver, o senhor que era tão presente, foi a todas as minhas apresentações e sempre dizia: você é minha estrela, inclusive na nossa última noite juntos, quando nos despedimos, o que me disse foi: ‘te adoro, minha estrela’”, lembrou a artista, que prometeu tentar não chorar muito no dia de hoje. “Acho que o senhor ia ter um orgulho danado de ver sua baby se tornando uma pessoa melhor a cada dia. Obrigada por tudo Joca”, concluiu.

 

 

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 09:45

No salto com vara, Thiago Braz conquista a medalha de bronze para o Brasil em Tóquio

por Leandro Aragão

No salto com vara, Thiago Braz conquista a medalha de bronze para o Brasil em Tóquio
Foto: Gaspar Nóbrega / COB

Thiago Braz garantiu mais uma medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O paulista ficou com o bronze na disputa do salto com vara no atletismo na manhã desta terça-feira (3). Ele superou a marca dos 5,87m, mas errou as três tentativas dos 5,93m.

 

Esta foi a segunda conquista de Thiago Braz em Jogos Olímpicos. Em 2016, no Rio de Janeiro, ele foi ouro na prova ao bater o recorde olímpico saltando 6,03m. Em Tóquio, ele defendia o título.

 

A medalha de Thiago Braz é a quarta do Brasil no dia. Antes dele, Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram o ouro na vela. Alison dos Santos, nos 400m com barreiras, e Abner Teixeira, no boxe, ficaram o bronze. Além disso, o país também garantiu lugares no pódio com a baiana Beatriz Ferreira no boxe, e vaga na final do futebol masculino.

Defensoria move ação contra Atakarejo e pede R$ 200 milhões de danos morais coletivos
Foto: Divulgação

A Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) ajuizou uma ação civil pública no valor de R$ 200 milhões contra a rede de atacados Atakarejo para reparar dano moral, social e coletivo causado à população baiana negra e consumidora.

 

O pedido foi feito nesta segunda-feira (2) em decorrência do episódio de humilhação e violação de direitos que culminou na morte do tio e sobrinho Bruno Barros (29) e Yan Barros (19), pelo furto de quatro pacotes de carnes em uma das unidades do atacadão, no Nordeste de Amaralina, em Salvador.

 

Caso seja deferida pelo Poder Judiciário, a indenização deverá ser revertida para o Estado da Bahia destiná-la para a população negra, em forma de políticas de proteção e prevenção, através da criação de um fundo estadual de combate ao racismo.

 

Além da indenização coletiva, a Defensoria solicitou que o Atakarejo elabore plano de combate ao racismo e ao tratamento discriminatório dentro de todas as suas unidades e de capacitação dos seus funcionários – incluindo terceirizados. O plano deve contemplar temas como o tratamento à população carente, a abordagem pacífica, evitando violência verbal ou física, além de formas de combate à discriminação racial de gênero.

 

Dentre os pedidos, estão: realização treinamentos periódicos dos seus funcionários para o tratamento não discriminatório, de seis em seis meses; criação de programa específico e exclusivo de estágio e trainee para pessoas negras, objetivando a representação negra e fomento nos quadros de liderança das demandadas; promoção do combate ao racismo em suas redes sociais e materiais publicitários; publicar o plano de Combate ao Racismo na internet e em jornais de grande circulação, como forma de prestação de contas à sociedade baiana, brasileira e, também, à comunidade internacional; criação de canal de comunicação e/ou Ouvidoria para o recebimento e tratamento de denúncias de agressões, bem como preconceito, discriminação por raça, sexo, orientação sexual, identidade de gênero, deficiência ou qualquer outra forma de intolerância; criação de programas para a população negra na área de educação e emprego para oferecer: bolsas de estudos em faculdades e universidades; cursos de formação de profissionais para o mercado de trabalho; e investimento em projetos de inclusão social em redes incubadoras e/ou aceleradoras do empreendedorismo negro; realização de censo interno para verificar a composição étnico-racial e de gênero das/dos trabalhadores/as, em todas funções, observando os termos e limites da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).


 

Isaquias chora após ficar em quarto na canoagem velocidade: 'Sofremos muito'
Foto: Breno Barros / rededoesporte.gov.br

O baiano Isaquias Queiroz não segurou o choro após terminar a prova do C2 1000 metros da canoagem velocidade, ao lado de Jacky Goodman, na quarta colocação. O atleta não conseguiu garantir a primeira medalha que esperava nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na madrugada desta terça-feira (3) (lembre aqui).

 

Em meio ao choro, ele declarou: "Pode parecer um discurso repetido de nós atletas, mas a gente sabe o quanto a gente treina. Treinamos muito, cara, sofremos muito. Não adianta quem está em casa falar que foi porque o Jesus (Morlán, técnico espanhol falecido em 2018) não estava, porque o Lauro (de Souza, atual treinador) se matou de trabalhar. Treinamos todo dia, sofremos, foi duro. Queríamos medalha. Ninguém ia vir para cá, viajar não sei quantas horas de voo, com um sol quente desses para querer ficar em quarto. Enfrentar a quarentena toda e ficar no quarto. Queria a medalha porque foi um trabalho doído, sofrido, com dedicação máxima que a gente teve e o apoio dos nossos familiares, e sem dúvidas do Comitê Olímpico".

 

O tempo da dupla brasileira, apesar de ser excelente (3min27s603), não foi o suficiente para superar os adversários de Cuba, China e Alemanha. Isaquias chegou a vomitar durante a preparação para a Olimpíada, como afirmou em entrevista ao SporTV, após a prova.

 

"Não estou dando desculpa nenhuma, mas, como o Lauro falou, a gente treinou, e se alguém vai ganhar da gente é porque treinou mais, mas a gente fez tudo certinho como tinha que fazer. Lógico, às vezes perdemos algum treinamento ou outro, mas fizemos o que o treinador pedia, e eu até chegava vomitando em alguns treinamentos, mas a gente fazia o treinamento bem completo", lamentou.

 

Jacky Goodman, estreante em Olimpíadas, afirmou que, apesar de tudo está feliz pelo resultado. Ele foi convocado após Erlon de Souza, parceiro de Isaquias há anos, sofrer uma lesão no quadril.

 

"Estou muito feliz mesmo. Infelizmente, não veio a medalha que a gente queria (...) A gente estava bem, um pouco sem visão dos adversários, que estavam mais para o lado. Nós viemos bem, mas no finalzinho não conseguimos nos impor como queríamos. Infelizmente, não conseguimos. Fizemos o que o treinador mandou, demos nosso máximo. Mas, infelizmente, não deu", destacou o canoísta de apenas 22 anos.

 

Isaquias voltará a competir em outra prova nesta edição dos Jogos Olímpicos. Na próxima quinta-feira (5), às 21h52 (de Brasília), o baiano disputa a prova do C1 1000 metros, na qual é campeão mundial e conquistou a prata na Rio-2016.

 

"Agora é começar a rodar a chave que daqui a dois dias tem outra prova que a gente vai ter que trabalhar melhor para poder buscar um ouro. Não quero sair daqui sem meu ouro, sem o ouro do Lauro, que trabalhou muito para isso, e sem o ouro que o Jesus sonhava", prometeu.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 09:20

Bolsonaro critica taxação de grandes fortunas e diz que agora é crime ser rico no Brasil

por Mateus Vargas | Folhapress

Bolsonaro critica taxação de grandes fortunas e diz que agora é crime ser rico no Brasil
Foto: Alan Santos / PR

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta segunda-feira (2) propostas de taxar grandes fortunas e disse que ser rico no Brasil se tornou um crime.
 

"Alguns querem que eu taxe grandes fortunas no Brasil. É um crime agora ser rico no Brasil. A França, há poucas décadas, fez isso. O capital foi para a Rússia", disse o presidente durante evento no Ministério da Cidadania.
 

A declaração de Bolsonaro ocorre no momento em que o ministro da Economia, Paulo Guedes, tenta calibrar a proposta preliminar da segunda fase da reforma tributária, que mexe nas regras do Imposto de Renda e desagradou empresários.
 

"Querem que se aumente carga tributária, que se tabele preços, como a Argentina fez com a carne. Não só faltou no mercado, como subiu de preço", disse ainda Bolsonaro.
 

Provável candidato à Presidência e líder nas pesquisas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também citou a França ao criticar, no último dia 26, proposta de taxar grandes fortunas.
 

"O problema não é taxar grandes fortunas, porque você pode taxar grandes fortunas e elas voarem para outro país. Eu lembro que a França taxou grandes fortunas e empresários foram embora. O problema é ter uma política de imposto de renda que seja justa, que as pessoas paguem de acordo com o que ganham", disse Lula.
 

O presidente fazia críticas, no discurso, aos governos da Argentina e da Venezuela. Ele afirmava que o Brasil pode entrar em crise se permitir a volta de governos de esquerda.
 

Atrás nas pesquisas eleitorais, Bolsonaro tem dito que há um complô para fraudar as eleições em 2022 e impedir a sua reeleição ao Planalto.
 

"Escolhas erradas, populista, demagógicas. Vendendo ilusão. Prometendo paraíso. Dividir riqueza e renda. Alguém conhece algum empresário socialista? Algum empreendedor comunista?", disse o presidente sobre os países governados pela esquerda.
 

O jornal Folha de S.Paulo mostrou, em janeiro, que a França, antes considerada referência, desistiu em 2018 de tributar riqueza líquida e restringiu a base a imóveis.
 

Também provável candidato ao Planalto em 2022, Ciro Gomes (PDT) rebateu a fala de Lula contrária ao aumento das taxas sobre grandes fortunas. “O PT sempre defendeu esta taxação, e nunca teve coragem de implantá-la em seus governos. Fazer os super-ricos pagarem impostos não só é possível, como absolutamente necessário”, disse Ciro, em 28 de julho, nas redes sociais.
 

A proposta preliminar da segunda fase da reforma tributária, que mexe nas regras do Imposto de Renda, causou gritaria entre empresários ao colocar uma taxação de 20% sobre a distribuição de lucros e dividendos aos acionistas e cortar o IR para as empresas abaixo do que elas gostariam.
 

Assustado com a repercussão, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ao empresariado que estava disposto a calibrar pontos da reforma. O texto do relator, Celso Sabido (PSDB-PA), ainda está em discussão e diversas mudanças na versão preliminar já ocorreram.
 

Na sexta-feira (29), Sabino afirmou que seu texto vai voltar a prever a tributação de recursos de pessoas físicas brasileiras em paraísos fiscais. O endurecimento estava no projeto do governo –mas foi retirado na versão seguinte, de Guedes e Sabino, apresentada a líderes em 13 de julho.
 

A proposta original previa, por exemplo, uma tributação de 20% de dividendos e isenção para até R$ 20 mil por mês para pessoas físicas que recebem de micro e pequenas empresas. O relator quer ampliar o desconto para empresas de um mesmo grupo, entre outras isenções. Em compensação, ele chegou a mencionar o fim de subsídios a alguns setores, como à indústria química.
 

A tributação para empresas também mudou radicalmente desde que deixou o Ministério da Economia. No original, a alíquota de IR seria cortada aos poucos, em cinco pontos percentuais: de 15% para 12,5%, em 2022, e 10% no ano seguinte.
 

Agora, o deputado apresentou uma nova versão uma nova versão do texto também para representantes de estados e municípios prevendo um corte de 7,5 pontos no primeiro ano, de 2,5 pontos no segundo e outros 2,5 pontos no terceiro
 

 

Mendonça pede apoio de Wagner para STF enquanto gabinete do ódio ataca petista
Foto: Anderson Riedel/PR

O advogado-geral da União, André Mendonça, esteve em Salvador na última sexta-feira (30), para pedir apoio ao senador petista Jaques Wagner e ajuda para ser recebido pela oposição, em articulação para chegar ao STF. De acordo com publicação do Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, Mendonça, no entanto, não combinou a agenda com o "gabinete do ódio".

 

Segundo a publicação, a máquina bolsonarista passou a segunda-feira (2) atacando Wagner. Ainda conforme a reportagem, criaram uma falsa festa que teria acontecido no fim de semana em suposta fazenda do petista na Bahia, reunindo ministros do STF - o que não ocorreu.

 

Mendonça é o nome indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a vaga deixada por Marco Aurélio Mello, que anunciou aposentadoria, no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

De acordo com o Metrópoles, Mendonça vê o apoio de Wagner como estratégico, porque ele considera o baiano o mais acessível da bancada petista.

 

Para conseguir a vaga ao Supremo, o candidato precisa ter 41 votos no Senado Federal.

Ibotirama: Bombeiros conseguem debelar incêndio após 12 dias de fogo ativo
Foto: Divulgação / GBM-BA

Um incêndio foi debelado em Ibotirama, na região do Velho Chico, Oeste baiano, após 12 dias de atividades. A informação foi divulgada pelo Corpo de Bombeiros da Bahia no final da tarde desta segunda-feira (2). Não foi informado o tamanho da área atingida pelas chamas.

 

Segundo os bombeiros, não houve vítimas do incêndio, e a causa do fogo ainda é desconhecida. Os trabalhos de combate às chamas foram comandados por guarnições do 20° Grupamento de Bombeiros Militar (20°GBM/Bom Jesus da Lapa) com o apoio do 17°GBM/Barreiras e 7°GBM/Vitória da Conquista, além de brigadistas voluntários.

 

Foto: Divulgação / GBM-BA

 

No incêndio em Ibotirama, os bombeiros usaram aeronaves remotamente pilotadas (drones), pás, inchadas, foices, mochilas costais e retroescavadeira. Para evitar novas reignições do fogo, os militares realizaram o monitoramento da área afetada. As ações tiveram apoio da prefeitura de Ibotirama que contribuiu com a logística.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 08:20

Faroeste: Fachin nega retorno de Gesivaldo Britto ao cargo de desembargador do TJ-BA

por Cláudia Cardozo

Faroeste: Fachin nega retorno de Gesivaldo Britto ao cargo de desembargador do TJ-BA
Foto: Divulgação

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido do desembargador Gesivaldo Britto para voltar as atividades no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O ex-presidente do TJ foi afastado do cargo por força de uma decisão do ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na primeira fase da Operação Faroeste, em novembro de 2019.

 

Em embargos de declaração, Fachin afirma que negou seguimento ao habeas corpus impetrado pelo desembargador contra a decisão de Og. A defesa de Gesivaldo afirmava que a decisão foi omissa ao não analisar o pedido de substituição das medidas cautelares impostas por Og Fernandes, de modo que pudesse retornar às atividades no cargo de desembargador.

 

Fachin assevera que não há omissão a ser sanada em sua decisão e que Gesivaldo busca, na verdade, rediscussão da matéria para voltar ao cargo. Og Fernandes o proibiu de acessar as dependências do TJ-BA, de se comunicar com servidores e utilizar serviços do tribunal, enquanto não julgar as ações penais decorrentes da Faroeste. O afastamento é motivado pelo fato das investigações apontar que o desembargador utilizava o cargo para viabilizar o esquema criminoso de compra e venda de sentenças para favorecer um grupo em uma disputa de terras no oeste baiano. 

 

Fachin declara que as investigações apontam que Gesivaldo tinha papel de destaque na suposta organização criminosa e ocultava os bens obtidos no crime. “A aplicação da medida em exame é providência imperiosa, pois o afastamento do cargo representa perda do poder de obstrução ou permanência da atividade criminosa, que poderia até prejudicar o andamento das investigações, o que somado ao pleito de indisponibilidade de bens, deferido em expediente apartado, impedirá a pulverização dos ativos oriundos da atividade criminosa, em tese, captados pelos investigados”, destaca o ministro do Supremo na decisão. 

 

O ministro assevera que, até mesmo durante as investigações, possíveis atos ilícitos de vendas de decisões judiciais continuaram a ocorrer, “em uma atuação advinda do âmago do próprio Poder que deveria julgar e punir tais condutas”. 

 

“A natureza da atividade desenvolvida pelos investigados exige e impõe atuar probo, lídimo, íntegro e transparente. São agentes remunerados para restaurar a ordem, para fazer cumprir as leis e para zelar pelo princípio republicano. É inaceitável que os magistrados investigados, aparentemente descambando para a ilegalidade, valham-se das relevantes funções que o Estado lhes confiou para enriquecer ilicitamente, em prejuízo da justiça que deveriam fazer prevalecer diuturnamente, afastando-se do dever de reparar ilegalidades e de restaurar o império da lei”, assinala Edson Fachin.

 

Para o relator, é necessário impedir “que essas pessoas prossigam atuando, quando paira sobre elas a fundada suspeita de que o seu atuar não seja o lídimo e imparcial agir que se espera de um membro do Poder Judiciário”. O afastamento, segundo o ministro, não apenas protege a imagem do TJ-BA, como dá segurança ao cidadão para não serem julgados por “suspeitos, acusados de venda de sentença e de integrarem organização criminosa”. 

 

O ministro salienta que seu voto não antecipa o mérito do julgamento, mas ressalva que os elementos indicam que Gesivaldo detinha posição de liderança na organização criminosa por ocupar o posto de presidente do TJ-BA. 

Ciro Nogueira empregou mãe, pai e quatro irmãos em seu gabinete na Câmara
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Recém-nomeado para a Casa Civil do governo Bolsonaro, Ciro Nogueira empregou durante os anos 1990 e 2000 em seu gabinete na Câmara dos Deputados sua mãe, seu pai e mais quatro irmãos, conforme o jornal Folha de S.Paulo.

 

Ciro Nogueira foi o nome escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir o general Luiz Eduardo Ramos na Casa Civil. A chegada do agora senador licenciado deixa claro o avanço do Centrão no Planalto.

 

Segundo a publicação da Folha, durante o mandato na Câmara, Nogueira usou o gabinete oficial e também estruturas que comandou dentro da Casa legislativa para empregar familiares. Ciro Nogueira foi procurado pela reportagem, mas não se manifestou.

 

Uma das empregadas no gabinete de Ciro foi a sua mãe, Eliane Nogueira (PP-PI), que assumiu como suplente a cadeira do filho no Senado. Ainda de acordo com a publicação, Eliane também trabalhou no gabinete do marido, entre os anos 1990 e 2000.

 

Segundo a senadora afirmou, a prática de nepotismo não era crime em tempos passados e não houve vantagens indevidas.

 

"Há 30 anos, trabalhar ao lado de familiares na administração pública não era ilegal e ocorria por questões de confiança. Seria imoral somente se houvesse vantagem indevida, o que não era o caso. Entretanto, a sociedade avança e as leis se modernizam", afirmou por meio de sua assessoria de imprensa.

 

Nepotismo não era considerado uma prática ilegal nos anos 1990 e início dos 2000. No entanto, denúncias de uso de cargos públicos para empregar familiares resultou na proibição da prática.

 

De acordo com a reportagem, atuaram como secretários parlamentares sua mãe e quatro irmãos: Juliana e Silva Nogueira Lima, Raimundo Neto e Silva Nogueira Lima, Alessandra Nogueira Lima Castelo Branco e Gustavo e Silva Nogueira Lima.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 07:55

Zagueiro Mateus Moraes, do Vitória, está na seleção da 15ª rodada da Série B

por Glauber Guerra

Zagueiro Mateus Moraes, do Vitória, está na seleção da 15ª rodada da Série B
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

Tem jogador do Vitória na seleção da 15ª rodada da Série B. Trata-se do zagueiro Mateus Moraes que recebeu nota 7,8 no jogo contra o Avaí, disputado no último sábado (31), no Barradão. O duelo terminou empatado em 0 a 0 (relembre aqui).

 

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) elege a seleção da rodada com base nos dados do aplicativo de estatística SofaScore.

 

Mateus Moraes tem 20 anos e é cria das divisões de base do Vitória. Nesta Série B, ele já atuou em sete jogos.

 

Com Mateus Moraes em campo, o Vitória enfrenta o Grêmio nesta terça-feira (3), às 19h, na Arena do Grêmio, válido pelo confronto de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Para levar a decisão para os pênaltis, o time rubro-negro precisa vencer por pelo menos três gols de diferença, já que perdeu o primeiro duelo por 3 a 0. 

 

Pela Série B, o próximo compromisso do Vitória é contra o Vasco, sábado (7), às 19h30, no Barradão.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 07:41

Nos pênaltis, Brasil vence o México e vai disputar o ouro no futebol masculino

por Leandro Aragão

Nos pênaltis, Brasil vence o México e vai disputar o ouro no futebol masculino
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Após o empate sem gols na prorrogação, o Brasil venceu o México nos pênaltis por 4 a 1, na manhã desta terça-feira (3), no estádio Ibaraki Kashima, pela semifinal do futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Atual campeão olímpico, o time Canarinho vai disputar a medalha de ouro.

 

Na disputa das penalidades, a seleção brasileira converteu suas cobranças com Daniel Alves, que abriu a sequência, Gabriel Martinelli, Bruno Guimarães e Renier. Os mexicanos perderam a primeira batida com Eduardo Aguirre que parou em Santos, Vásquez ficou na trave. Rodríguez descontou para o selecionado da América do Norte.

 

O técnico André Jardine colocou em campo: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz (Matheus Henrique), Bruno Guimarães e Claudinho (Renier); Antony (Malcom), Richarlison e Paulinho (Gabriel Martinelli).

 

O adversário do Brasil na final será o vencedor do confronto entre Japão e Espanha, que se enfrentam nesta terça logo mais às 8h no horário de Brasília. A decisão do ouro acontece no sábado (7), às 8h30, no estádio Yokohama.

Feira: Mulher aguarda há oito meses em fila da regulação para fazer cirurgia
Foto: Reprodução / TV Subaé

Uma moradora de Feira de Santana está há oito meses na espera de uma cirurgia renal pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a TV Subaé, Germínia Alves sofre com dores constantes – com dois cálculos renais, um em cada rim – e não consegue trabalhar devido ao problema. Ela segue na fila de regulação, porém ainda não conseguiu vaga para realizar o procedimento. Ainda segundo a emissora, o laudo médico da mulher aponta que ela precisa de um tratamento definitivo, com a cirurgia de retirada.

 

Enquanto aguarda a regulação, Germínia Alves precisa ir a cada três meses para Salvador. Alves também precisa tomar três remédios por dia, para atenuar sintomas da doença. A única fonte de renda da moradora tem sido uma pensão paga pelo pai dos filhos dela, cerca de R$ 400. Caso tivesse condição de fazer o procedimento para retirada dos cálculos na rede particular, ela teria de desembolsar R$ 9 mil.

 

Em resposta, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disse que a prefeitura de Feira de Santana precisa fazer o encaminhamento da paciente para a Central de Regulação. Já a prefeitura do município afirmou que deu entrada na regulação com um pedido feito para avaliar a situação da moradora.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 07:20

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Começam nesta terça-feira (3) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), usado para selecionar candidatos a vagas em instituições públicas de ensino superior a partir das notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

Segundo a Agência Brasil, os estudantes interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até sexta-feira (6). Os candidatos devem ter participado da última edição do Enem e não podem ter tirado nota zero na redação.

 

Na página do sistema é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando por cidades, cursos e instituições. No momento da inscrição, o candidato poderá escolher até duas opções de curso

 

Conforme o cronograma divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), o resultado da seleção será divulgado no dia 10 de agosto.

 

As matrículas serão abertas no dia 11, se estendendo até o dia 16 de agosto. Além disso, entre 10 e 16 do mesmo mês, estarão abertas as inscrições para a lista de espera por vagas remanescentes, cujos contemplados serão anunciados no dia 18.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 07:17

Abner Teixeira perde para cubano e é medalha de bronze no boxe

por Leandro Aragão

Abner Teixeira perde para cubano e é medalha de bronze no boxe
Foto: Gaspar Nóbrega / COB

Abner Teixeira foi derrotado pelo cubano Julio La Cruz na semifinal do boxe na categoria pesado (81 - 91kg), na manhã desta terça-feira (3). Com isso, ele ficou com a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, já que não há disputa pelo terceiro lugar na modalidade.

 

Adversário de Abner Teixeira, Julio La Cruz é o atual campeão olímpico e tetracampeão mundial amador.

 

Em Tóquio, o boxe do Brasil igualou o melhor desempenho numa Olimpíada com três medalhas garantidas. Além do bronze de Abner, os baianos Hebert Conceição e Beatriz Ferreira vão disputar a semifinal das suas categorias. Nos Jogos de Londres-2012, a baiana Adriana Araújo, Esquiva Falcão e Yamaguchi subiram no pódio.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 07:06

Wanderson Oliveira perde para cubano nas quartas de final do boxe e fica sem medalha

por Leandro Aragão

Wanderson Oliveira perde para cubano nas quartas de final do boxe e fica sem medalha
Foto: Jonne Roriz / COB

O brasileiro Wanderson Oliveira foi derrotado pelo cubano Andy Cruz, atual bicampeão mundial e pan-americano, na manhã desta terça-feira (3), pela semifinal do boxe nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O duelo valia vaga na semifinal da categoria peso-leve (até 63kg) e uma medalha, já que não tem disputa pelo terceiro lugar na modalidade. O carioca perdeu na decisão dos juízes por 4-1.

 

"Foi uma luta de bastante experiência, tive que fazer o jogo reverso, que não é muito meu jogo. Ele é bem ágil, o Andy é bom. Gostei bastante do combate, bastante acirrado, e vou me preparar melhor para no próximo campeonato bater de frente com ele. É uma emoção enorme, é muito difícil alguém como eu da comunidade chegar nos Jogos Olímpicos, e eu consegui chegar e estou representando o Brasil todo", disse Wanderson em entrevista ao canal SporTV.

 

O boxe do Brasil já garantiu medalhas com os baianos Hebert Conceição e Beatriz Ferreira. Além deles, Abner Teixeira sobe no ringue nesta terça para disputar a semifinal. A campanha iguala o melhor desempenho do país na modalidade que foi nos Jogos de Londres-2012.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 07:00

TSE mira Bolsonaro e abre inquérito para apurar acusações de supostas fraudes

por Matheus Teixeira | Folhapress

TSE mira Bolsonaro e abre inquérito para apurar acusações de supostas fraudes
Foto: Alan Santos / PR

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou nesta segunda-feira (2) a abertura de um inquérito para investigar as acusações de que há possibilidade de fraude nas eleições do país.
 

A decisão ocorre em meio à escalada do presidente Jair Bolsonaro contra as urnas eletrônicas e com ameaças golpistas ao pleito de 2022.
 

Todos os ministros da corte votaram a favor da instauração da apuração de ofício, ou seja, sem solicitação da Procuradoria-Geral Eleitoral, a exemplo do que fez o STF (Supremo Tribunal Federal) com o inquérito das fake news.
 

A sugestão de abrir um inquérito administrativo partiu do corregedor-geral Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão.
 

Na sessão, o presidente da corte, ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que a investigação envolverá colheita de depoimentos de "autoridades" que atacarem o sistema eleitoral, além da possibilidade de haver medidas cautelares, ou seja, mandados de busca e apreensão e outras ações para aprofundar as investigações.
 

A abertura do inquérito leva em consideração "relatos e declarações sem comprovação de fraudes no sistema eletrônico de votação com potenciais ataques à democracia".

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 06:55

Dinei passa por cirurgia para reconstruir ligamento do joelho

por Glauber Guerra

Dinei passa por cirurgia para reconstruir ligamento do joelho
Foto: Pietro Carpi/ Vitória

O atacante Dinei, do Vitória, passou por uma cirurgia, na terça-feira (2), para a reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. O procedimento foi realizado em um hospital de Salvador (BA) pelo médico Wilson Vasconcelos. 

 

Dinei, de 37 anos, sofreu a lesão durante o jogo contra o CSA no último sábado (24), no Rei Pelé. O Leão perdeu o jogo por 2 a 1.

 

O prazo de recuperação da cirurgia é de seis meses. Ou seja: Dinei não jogará mais nesta Série B.

Entidades repudiam ofensas de secretário da Saúde contra empresária e pedem providências
Secretário Fábio Vilas-Boas | Foto: Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) divulgou uma nota, na noite desta segunda-feira (2), repudiando as ofensas feitas pelo secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, contra a chef do restaurante Preta e empresária Angeluci Figueiredo.

 

Durante conversa divulgada através de um aplicativo de mensagens com Angeluci, Vilas-Boas chamou a chef de "vagabunda". A ofensa teria sido feita após Fábio não ter conseguido acessar com seus convidados no restaurante. De acordo com a nota divulgada pela chef, o fechamento do estabelecimento se deu "em virtude da instabilidade do tempo, das condições climáticas e das variações do vento e da navegabilidade na Baía de Todos os Santos, recomendou a restrição de navegação em todo o entorno, incluindo, claro, a Ilha dos Frades, onde funciona o restaurante" (leia mais aqui).

 

Assinada pela Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher da OAB-BA e Comissão da Mulher Advogada da OAB-BA, a nota de repúdio diz que "Toda a situação em torno da ofensa, constrange não apenas Preta, mas também a toda sociedade, além de ganhar contornos ainda mais explícitos pela clara certeza de impunidade que motiva o agressor, que não se melindrou em ofender uma mulher negra, empresária, com demonstração explícita de preconceito e violência".

 

"O machismo continua sendo uma mazela a ser combatida no nosso país, não podemos permitir que mulheres, sejam elas empresárias ou não, continuem a ser expostas pela violência de gênero e de raça. Todas as mulheres têm o direito de serem respeitadas em sua dignidade, sua integridade moral e física e de não serem expostas a nenhum tipo de ataque, especialmente por parte daqueles sobre os quais recai um dever funcional de proteção social", diz outro trecho da nota.

 

A Ordem dos Advogados pede, ainda, que o governo do Estado adote medidas administrativas compatíveis com a gravidade dos fatos.

 

O QUE DISSE O CONSELHO BAIANO DE TURISMO
Além da OAB-BA, o Conselho Baiano de Turismo (CBTUR) também divulgou um comunicado onde repudia as falas de Vilas-Boas contra Angeluci Figueiredo.

 

No texto, o CBTUR diz que "repudia veementemente os atos ofensivos, desrespeitosos e truculentos manifestados pelo Secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas" e afirma que "tal atitude não pode permanecer impune".

 

A nota foi assinada prela presidente, Maria Angela de Carvalho, e o conselho diz ser contra "qualquer atitude misógina, preconceituosa, machista e elitista vinda de qualquer direção".

 

Assim como a OAB-BA, o CBTUR pede que o governador Rui Costa tome providências.

 

PEDIDO DE DESCULPAS
Após as ofensas o secretário Fábio Vilas-Boas se desculpou publicamente, nesta segunda-feira (2).

 

"Por mais cuidadosos que sejamos, ao longo da vida cometemos erros que podem atingir as pessoas. Peço, portanto, desculpas à empresária e artista da gastronomia baiana, a Chef Angeluci Figueiredo, pelos comentários inadequados no último domingo (1), em circunstâncias injustificáveis, enviados por mensagem privada. Tendo reservado um almoço especial com os familiares e amigos do exterior com a devida antecedência de 48h, uma enorme frustração momentânea me levou, tomado de emoção, a dizer o que disse. Conto com o perdão de todos que se sentiram ofendidos, pois sempre pautei minha vida na verdade, honestidade e acolhimento”, disse Fábio em postagem.

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 05:16

Bia Ferreira vence uzbeque e garante mais uma medalha para o boxe do Brasil

por Ulisses Gama

Bia Ferreira vence uzbeque e garante mais uma medalha para o boxe do Brasil
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

O Brasil tem mais uma medalha no boxe, dessa vez com Bia Ferreira. Na manhã desta terça-feira (3), a baiana foi para cima da uzbeque Raykhona Kodirova e venceu por decisão unânime dos juízes nas quartas de final da categoria feminina peso-leve (até 60kg) nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Na semifinal, a adversária será a finlandesa Mira Potkonen.

 

No primeiro round, Bia tomou a iniciativa e buscou os golpes, mas a adversária não deixou barato e também tentou atacar. Na segunda parte, a tônica foi similar, com a baiana sendo mais precisa - e mais forte - nos golpes. Por fim, o último round foi marcado por um amplo domínio de Bia, que não poupou força para atingir Kodirova. 

 

Após a luta, a atleta destacou o trabalho que vem sendo realizado e apontou a missão de conquistar o primeiro lugar.

 

"Foi do jeito que eu esperava, já tinha planejado o jogo e deu certo. Foi uma luta que eu precisava me impor mais, por ser uma adversária que não desiste. A gente vem treinando há cinco anos para isso aqui, então estamos que ter todos os jogos", disse.

 

"Já temos três medalhas e a gente está treinado para o ouro. Ninguém pode se contentar só com o bronze, a gente quer mais, mas já estamos felizes de estar no pódio", completou.
 

 

Essa é a terceira medalha que o boxe consegue nessa edição dos Jogos. Além de Bia, o baiano Hebert Conceição e Abner Teixeira já haviam garantido um lugar no pódio.

 

Até o momento, o Time Brasil tem 12 medalhas. São três ouros, três pratas e seis bronzes. Nessa madrugada, o verde e amarelo ganhou destaque com o ouro de Martine Grael e Kahena Kunze na vela (confira aqui), e o bronze com Alison dos Santos nos 400 metros com barreira (veja).

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 00:57

É ouro! Martine e Kahena são bicampeãs olímpicas na classe 49er FX da vela

por Nuno Krause

É ouro! Martine e Kahena são bicampeãs olímpicas na classe 49er FX da vela
Foto: Divulgação / World Sailing

Após uma corrida impecável, Martine Grael e Kahena Kunze são medalha de ouro na classe 49er FX da vela nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Campeãs na Rio-2016, as brasileiras repetiram o feito nesta terça-feira (3), nas águas de Hiroshima.

 

Elas ficaram com a terceira colocação da "medal race" (corrida da medalha), mas, por resultados acumulados anteriormente, garantiram o lugar mais alto do pódio, com 76 pontos perdidos (na vela, o país que perde menos pontos vence). 

 

A prata ficou com a Alemanha, que perdeu 81 pontos, e o bronze com a Holanda, que perdeu 86. 

 

A vela se mantém como um dos esportes que mais traz medalhas ao Brasil. Agora, são 19, no total, sendo a terceira modalidade no ranking, atrás do judô (24) e do vôlei (23).

 

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil chega a 12 medalhas. São 3 de ouro, 3 de prata e 6 de bronze. 

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 00:25

Alison dos Santos leva bronze nos 400m com barreiras e bate recorde sul-americano

por Nuno Krause

Alison dos Santos leva bronze nos 400m com barreiras e bate recorde sul-americano
Foto: Wagner Carmo / CBAt

O brasileiro Alison dos Santos, o "Piu", conquistou a medalha de bronze nos 400 metros com barreira, nesta terça-feira (3), nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

 

Com o tempo de 46s72, novo recorde sul-americano, ele ficou atrás apenas do norueguês Karsten Warholm, que bateu o recorde mundial, com 45s94, e o americano Rai Benjamin, medalha de prata com 46s17. 

 

É o primeiro pódio alcançado pelo Brasil na história da prova, e também o primeiro do atletismo nesta edição dos Jogos. Agora, o país possui 11 medalhas em Tóquio, sendo 2 de ouro, 3 de prata e 6 de bronze. 

Terça, 03 de Agosto de 2021 - 00:03

Sem medalha: Isaquias e Jacky ficam em quarto na final do C2 1000 metros

por Nuno Krause

Sem medalha: Isaquias e Jacky ficam em quarto na final do C2 1000 metros
Foto: Wander Roberto / COB

Os baianos Isaquias Queiroz e Jacky Goodman ficaram, nesta segunda-feira (2), com a quarta colocação na prova C2 1000 metros da canoagem velocidade e não conquistaram a medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Eles fizeram o tempo de 3min27s603. 

 

O ouro ficou com a dupla cubana, Madrigal Torres e Jorge Henriquez, que quebraram o recorde mundial, com 3min24seg995. A prata foi a China, de Liu Hao e Zheng Pengfei, que fizeram 3min25seg198, e o bronze com os alemães Sebastian Brendel e Tim Hecker, que terminaram a prova em 3min25seg615. 

 

Isaquias Queiroz ainda disputará nova medalha nessa Olimpíada, na categoria C1 1000 metros. As eliminatórias começam na próxima quinta-feira (5). 

Presidente do PSOL rechaça disputa de deputados petistas por comando da legenda na Bahia
Foto: Divulgação/Facebook

“A gente recebe com estranheza e repúdio. O PSOL tem relação institucional com outros partidos e com os deputados. Não há essa relação de subjugação. O PSOL não virou apêndice de outro partido. É desrespeitoso”. A fala é do presidente do PSOL na Bahia, Fabio Nogueira, e vem na esteira de uma informação publicizada nesta segunda-feira (2). A ideia é de que, após um racha, os ex-aliados Valmir Assunção e Jacó, deputados federal e estadual pelo PT na Bahia, protagonizam uma queda de braço pelo comando do PSOL no estado. 

 

A situação teria ganhado corpo após as eleições de 2020, quando a filiação de ex-petistas ao PSOL foi incrementada com a chegada de personagens como Jhones Bastos e Marcos Rezende. Ambos disputaram as eleições municipais ano passado, em Salvador, pelo Partido dos Trabalhadores. 

 

No contexto das supostas disputas no PSOL, Jhones e Marcos concentrariam as influências de Jacó e Valmir, respectivamente. Até pouco tempo, os parlamentares compartilhavam apoio e se ajudavam mutuamente na manutenção da base política, sobretudo no Movimento Sem Terra (MST). Em 2018, Jacó foi uma das principais “dobradinhas” de Valmir. Com o racha, Jacó também realizou um movimento dentro das correntes internas do PT, saindo da “Esquerda Popular Socialista” (EPS), na qual Valmir permanece, e aderindo a “PT de Todas as Lutas”. 

 

Nos bastidores, a ideia é de que a “fome” do deputado Jacó pode alcançar também o comando do Partido dos Trabalhadores em Salvador. Jhones, que atua muito próximo ao núcleo de decisões do mandato do parlamentar, é companheiro de Cema, vice-presidente do PT na capital. Cema pode vir a assumir a presidência da sigla, tão logo seja cumprido um suposto acordo arregimentado quando da eleição do novo diretório municipal. De acordo com o combinado, a presidência seria assumida por ela após um período comandada por Ademário Costa. 

 

TRATATIVAS INTERNAS 

O PSOL tem realizado, nos últimos meses, uma série de votações e decisões internas em ambiente virtual. A ação tem substituído as tradicionais plenárias e congressos presenciais, suspensos em função da pandemia. De acordo com Nogueira, até o momento, em nenhum município foi identificada qualquer tipo de interferência ou pressão política com a finalidade de favorecer grupos específicos. 

 

Conforme apurado pelo BN, já é conseso na legenda a disputa pelo governo do Estado nas eleições do ano que vem, assim como pela cadeira do Senado, que se abre com o fim do mandato do senador Otto Alencar (PSD). Em 18 de julho, o mandato coletivo Pretas por Salvador, durante a plenária virtual de Ilhéus do 7° Congresso do PSOL indicou a ativista do movimento negro, Bernadete Souza, para disputar o comando do Executivo baiano. Nomes da legenda garantiram que s decisões serão tomadas no âmbito interno e de forma democrática (reveja). 

Histórico de Conteúdo