Robô sexual com pênis biônico e inteligência artificial deve ser lançado em 2018

Uma empresa norte-americana está criando um robô sexual na versão masculina com um pênis biônico. A ideia do robô sexual masculino está sendo propagada por Matt McMullen, CEO da “Realbotix”. Em entrevista ao Daily Star Online, o empresário afirma que o objetivo é criar o boneco com um pênis “melhor do que um vibrador” e com previsão de lançamento ainda para 2018. Matt ainda disse que é só ligar o robô e usar o quanto quiser. Além disso, o boneco também vai ter inteligência artificial, o que permite falar e ter uma personalidade própria, da mesma forma que acontece com os robôs femininos, a principal diferença, nesse caso, é que a voz e o físico se assemelham aos de um homem. O empresário ainda afirma que o boneco é “mais do que um brinquedo sexual”, já que muitas mulheres têm interesse em comprar o produto para conversar ou interagir diariamente. A versão feminina com inteligência artificial foi nomeada como “Harmony” e custa cerca de R$ 48.500.

Leia mais

Explosivo: Gel anti-impotência com nitroglicerina é considerado novo Viagra

Com ação 12 vezes mais rápida do que o Viagra, um gel anti-impotência feito com nitroglicerina pode ser a nova solução para disfunção erétil. O produto libera gás de óxido nítrico à medida que é esfregado no órgão sexual masculino, o que dilata os vasos e aumenta o fluxo sanguíneo. Em testes, os cientistas concluíram que 44% dos homens testados conseguiram alcançar uma ereção depois de cinco minutos. Do total de 220 testes realizados, 70% ficaram excitados em 10 minutos. "As vantagens incluem potencial para uma ação rápida e facilidade de uso. O uso dele poderia ser incorporado nas preliminares sexuais, aumentando o nível de intimidade entre casais", afirmou o urologista David Ralph, da University College Hospital, de Londres, ao The Sun. Foram observados efeitos colaterais leves, a exemplo de dores de cabeça. No entanto, os médicos disseram ter alterado ligeiramente os ingredientes. Novos estudos são planejados.

Leia mais

Mulheres dizem sentir orgasmos ao segurar o xixi: ‘Deliciosos arrepios’

Usuárias da rede social Reddit, que promove fóruns de discussão online, compartilharam uma forma 'inusitada' de atingir o orgasmo, sem penetração e nenhum tipo de sex toy. Aparentemente basta segurar ao máximo o xixi para se ter prazer. Segundo o portal britânico “Daily Star”, um homem que não se identificou abriu o fórum para relatar o que aconteceu com a namorada. Ele contou que, quando a parceira tem que segurar para ir ao banheiro por um tempo, chega ao orgasmo ao esvaziar a bexiga e isso arrepia o seu corpo inteiro. “Ela me disse que esses orgasmos, às vezes, deixam sua cabeça cheia e fora de equilíbrio, e são bastante diferentes dos orgasmos clitoriano e vaginal”, contou o rapaz. “Além de ficar enciumado, fiquei com curiosidade em saber se alguém mais teve esse tipo de experiência”. Outras mulheres comentaram que já viveram algo similar. Uma delas escreveu: “Não é algo que tento fazer, eles geralmente acontecem por acidente e acho esse um ótimo acidente”. Todas revelaram que é um tipo de prazer diferente do tradicional. “Não é exatamente um orgasmo, apenas um sentimento realmente agradável”, explicou uma. Além de relatar as experiências, as mulheres deram dicas de como fazer esse sentimento ficar mais intenso. “Para ter a sensação, fico segurando o xixi ao máximo. Então, quando vou ao banheiro, sinto deliciosos arrepios no corpo inteiro”, expõe uma internauta. Outra acrescenta: “Fazer os exercícios de contrações pélvicas tornam o orgasmo ainda melhor”.

Leia mais

Pesquisadores iniciam em 2018 testes com gel contraceptivo masculino

Uma nova tentativa de anticoncepcional masculino foi desenvolvida por pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano (Nichd), nos EUA. Trata-se de um gel que bloqueia temporariamente a produção de esperma. Segundo o site Band, serão realizados testes, durante quatro anos, com 400 casais nos Estados Unidos, Itália, Grã-Bretanha, Chile, Suécia e Quênia. O produto, nomeado Nestorone Gel, contém os hormônios sintéticos testosterona e progestagênio. O gel deve ser aplicado diariamente nos braços e nas costas dos usuários. "Não é um grande esforço. Só é necessário lembrar de usá-lo todos os dias" , explicou Diana Blithe, diretora do programa de desenvolvimento de contraceptivos do Nichd. O produto suprime o nível de esperma por cerca de 72 horas. 

Leia mais

‘Sexo selvagem’ dá errado e homem tem testículo arrancado por mordida da esposa

Um homem teve o testículo direito arrancado de forma acidental por sua esposa em Taiwan na última terça-feira (26). Segundo o portal Metro, a mulher, identificada como Hsieh, estava fazendo sexo com seu marido quando ficou “muito animada” e decidiu morder seus testículos. Desesperada, a mulher chamou uma ambulância que chegou em sua casa, em Taichung City, por volta das duas da manhã. Os paramédicos encontraram o casal em estado de choque do lado de fora do apartamento, onde o homem, Wang, segurava um pequeno pote de cozinha com seu testículo dentro. O homem foi levado para o Tung’s Taichung Metro Harbor Hospital, onde cirurgiões cuidaram do seu caso e fizeram de tudo para reverter a situação. Contudo, nada ocorreu como o esperado por Wang e sua esposa. O Dr. Lu Li-hua foi o responsável por declarar que o incidente não poderia ser reparado. Ou seja, com medo de causar uma infecção, o especialista e sua equipe decidiram não reconstruir o órgão genital. Wang ainda está no hospital se recuperando do ocorrido.

Leia mais

Estudo conclui que sexo ajuda a dormir melhor devido à produção de 'coquetel bioquímico'

Pessoas que têm dificuldade para dormir podem combater o problema com um remédio natural: sexo. A informação faz parte de um estudo conduzido pelo especialista em sono Michele Lastella, pesquisador da Universidade Central Queensland, na Austrália. Segundo a revista Veja, a pesquisa envolveu 460 adultos com idade entre 18 e 70 anos. Lastella concluiu que a qualidade do sono está diretamente associada ao orgasmo e à satisfação mútua dos parceiros. Entre os participantes da pesquisa, 64% relataram dormir melhor após sexo com um parceiro e chegarem ao orgasmo. "Existem fortes evidências para você trocar o tempo em frente às telas por um período de 'brincadeiras'. Quando você está envolvido no sexo, você não está pensando no que tem que fazer no dia seguinte, você não está mexendo no telefone. Isso o distrai", afirmou o pesquisador. O efeito estaria diretamente associado à produção de um "coquetel bioquímico" durante e após a relação: baixo nível de estresse, associado à ocitocina e endorfina. 

Leia mais

Quinta, 07 de Dezembro de 2017 - 17:10

Casal é flagrado fazendo sexo em carro a 100km/h

Casal é flagrado fazendo sexo em carro a 100km/h

Um casal foi flagrado fazendo sexo em carro a 110km/h. De acordo com O Globo, o incidente ocorreu em rodovia na altura de Yala, província de Jujuy, Argentina. A estrada liga Buenos Aires até a fronteira com a Bolívia.

Leia mais

Reino Unido será primeiro país a vender Viagra sem necessidade de prescrição médica

O Reino Unido será o primeiro país a vender Viagra sem a necessidade de receita médica. As pílulas de 50 mg serão vendidas em todas as farmácias com o nome de Viagra Connect. Ainda assim, haverá uma quantidade limitada para cada usuário, com proibição para pessoas que apresentam problemas cardíacos ou de insuficiência hepática e renal. Segundo o jornal O Globo, a farmacêutica Pfizer estima que a comercialização do produto seja iniciada no primeiro semestre de 2018. A versão tradicional do Viagra continuará disponível, apenas com prescrição médica.

Leia mais

Sexo oral em mulheres beneficia saúde de quem recebe e de quem faz, diz estudo

A prática de sexo oral em mulheres faz bem a saúde de quem recebe e também de quem faz, aponta um estudo publicado por um grupo de pesquisadores da State University of New York, nos Estados Unidos. De acordo o Ibahia, a pesquisa acompanhou os hábitos sexuais de mais de 150 casais héteros e lésbicos norte-americanos. Na prática, os participantes foram separados em dois grupos, onde o primeiro praticava frequentemente sexo oral e o segundo apenas de forma limitada. Após análise, os pesquisadores notaram diferenças significativas nos níveis de estresse, ansiedade, qualidade de sono e intimidade entre as participantes. O grupo que realizava mais sexo oral conseguiu melhor resultado por conta da liberação dos hormônios ocitocina e DHEA durante o sexo. Essas substâncias inclusive agem contra doenças como câncer e problemas cardíacos.

Leia mais

Pessoas que usam maconha regularmente fazem mais sexo, aponta estudo

Um estudo desenvolvido nos Estados Unidos apontou evidências de que usuários regulares de maconha fazem mais sexo. Foram analisados dados de mais de 50 mil norte-americanos, com idade entre 25 e 45 anos. "A tendência geral é aplicada a pessoas de ambos os sexos e todas as raças, idades, níveis educacionais, religiões, classes de renda, estados de saúde, se eram casados ou solteiros ou se tinham ou não filhos", afirmou Michael Eisenberg, da Universidade Stanford. "O uso da maconha é muito comum, mas seu uso em larga escala e associação com a frequência sexual não havia sido estudados de forma científica", acrescentou. Com o objetivo de observar os efeitos da maconha sobre o sexo, os pesquisadores utilizaram a Pesquisa Nacional de Crescimento Familiar dos EUA para coletar dados sobre o número de vezes que os entrevistados fizeram sexo e a frequência no uso de maconha. Foram compilados dados desde 2002 de 28.176 mulheres e 22.943 homens. Os cientistas ressaltaram que existem outras variáveis que podem influenciar na atividade sexual.

Leia mais

Histórico de Conteúdo