Mulher diz fazer sexo com fantasma e planeja ter filho com ele

A conselheira espiritual Amethyst Realm afirmou em entrevista ao portal australiano New Idea que é adepta da espectrofilia e já teve pelo menos 20 parceiros fantasmagóricos desde que começou a se relacionar sexualmente com os espíritos há 11 anos. 


Depois de muitos relacionamentos casuais, Amethyst disse que encontrou o "fantasma certo" para construir uma relação séria que vai além da parte sexual. Apesar de não ser capaz de ver o seu parceiro, a mulher afirma que consegue se comunicar com ele e os dois têm relações sexuais.


Segundo a conselheira espiritual, o encontro aconteceu durante uma viagem para a Austrália. "Um dia, eu estava andando, aproveitando a natureza e senti essa energia incrível. Soube na hora que um novo amante havia chegado", contou.


A mulher não sabe dizer com certeza se o fantasma é do sexo masculino ou feminino, mas que a conexão entre os dois é real e segue firme há seis meses. Os dois estão, inclusive, planejando ter um "bebê fantasma". A conselheira acredita que algumas mulheres conseguem ficar grávidas de um espectro, mas como o corpo e a mente não processam a gravidez, os bebês não vingam.


Amethyst ficou conhecida por falar sobre seu relacionamento com espíritos em 2017. Na época, ela afirmou que havia desistido dos homens de carne e osso.

Leia mais

Uso de cueca boxer é benéfico para produção de espermatozoides, aponta estudo

O tipo de cueca usada pelos homens afeta diretamente a concentração de espermatozoides. Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos EUA, concluiu que o uso de cuecas tipo boxer aumenta significativamente as concentrações de espermatozoides.

 

"Estes resultados apontam para uma mudança relativamente fácil que os homens podem fazer quando eles e suas parceiras estão tentando engravidar", afirmou Lidia Mínguez-Alarcón, principal autora do estudo e pesquisador da Harvard Chan School.

 

Segundo o G1, foram coletadas informações e amostras de sêmen de 656 homens, com idade entre 32 e 39 anos, em busca de tratamento de fertilidade. A pesquisa questionava o estilo de roupa íntima usada nos três últimos meses. Algumas das opções eram cuecas do tipo boxer, jóquei e sunga.

 

Do total, 53% dos participantes relataram usar boxer na maior parte do tempo. A análise das amostras de sêmen mostrou que esse grupo apresentou número 25% de espermatozoides e 17% mais espermatozoides totais quando comparados com homens que não usavam cuecas do mesmo tipo. Também foi superior a porcentagem de espermatozoides móveis.

Leia mais

Quinta, 09 de Agosto de 2018 - 21:10

Mulher fratura vagina ao usar vibrador seis vezes por dia

Mulher fratura vagina ao usar vibrador seis vezes por dia

Uma australiana de 34 anos fraturou a vagina depois de se masturbar 6 vezes ao dia com um vibrador. Nadia Bokody, que é especialista em sexo, quis apimentar a vida sexual depois de se divorciar do marido e comprou o seu primeiro brinquedo sexual. "Fazia muito tempo que eu não transava. Eu ainda não estava pronta para ter uma relação com uma nova pessoa, então pesquisei online e comprei o vibrador", afirmou a sexóloga. 


Algumas semanas após a compra, ela começou a sentir fortes dores na pélvis e passou a andar mancando. O médico pediu que ela fizesse testes para doenças sexualmente transmissíveis, mas questionando sobre a vida sexual da australiana, descobriu que o motivo era o uso excessivo do vibrador. "Fiquei obcecada, consegui sentir prazer de novo depois de meses de um casamento sem sexo de um jeito muito rápido e fácil. Era incrivelmente libertador e empoderador poder controlar minha sexualidade dessa forma pela primeira vez", contou. 


De acordo com o IG, depois do ocorrido, Nadia aconselha mulheres sobre o uso de brinquedos eróticos na rede social Instagram, compartilhando imagens positivas sobre masturbação e sexualidade feminina.

Leia mais

'Doutor Pênis' desenvolve método para aumento de órgão em 5 cm com injeções
De olho na preocupação dos homens com relação ao tamanho do pênis, um médico dos Estados Unidos desenvolveu um método que promete aumentar o órgão genital em 5 centímetros. Conhecido como "Doutor Pênis", Norman Rowe aplica injeções de ácido hialurônico em seus clientes.

Leia mais

Sexta, 03 de Agosto de 2018 - 21:10

Casal é flagrado fazendo sexo oral em banco na Rússia

Casal é flagrado fazendo sexo oral em banco na Rússia

Um casal foi flagrado em momento íntimo dentro de um banco na cidade de Samara, no sudoeste da Rússia. De acordo com o IG, os dois estavam na borda de uma das janelas do local fora do horário de funcionamento, enquanto a mulher fazia sexo oral no parceiro.


Uma testemunha que passava pelo local ficou chocada com o lugar escolhido por eles e decidiu filmar a cena. A imagem foi publicada nas redes sociais e viralizou. Alguns internautas especularam que os dois estavam sob o efeito de álcool, porque uma garrafa de cerveja pode ser vista ao lado deles.


Essa não foi a primeira vez que um casal foi flagrado durante ato sexual em público na Rússia. Em julho, uma dupla foi fotografada fazendo sexo em meio a um engarrafamento de uma estrada em São Petersburgo (relembre).

Leia mais

Mulheres casadas têm menos orgasmos do que os maridos, revela estudo

Uma pesquisa norte-americana mostrou que as mulheres casadas estão tendo mais dificuldade para atingir o orgasmo do que os maridos. Segundo o estudo, 49% das mulheres casadas afirmaram que atingem o orgasmo regularmente quando fazem sexo com os parceiros, enquanto 87% dos homens casados chegam ao ápice quando transam com as esposas. 


De acordo com o IG, pelo menos 43% dos homens não conseguiram determinar se a parceira conseguiu ou não gozar durante o sexo e um quarto dos maridos acreditam que as esposas atingiram o ápice muito mais vezes do que realmente aconteceu. "Esperávamos que houvesse algum grau de equívocos, mas descobrir que 43% dos maridos recém-casados não percebem a frequência com que sua esposa goza é uma questão notável que precisa ser tratada", diz o assistente de pesquisa e autor do estudo, Nathan Leonhardt. 


Para Nathan, a melhor forma de ajudar as mulheres casadas a atingir o orgamos com tanta frequência quanto os homens, é estar aberto ao diálogo. "Ambos os parceiros se preocupam e querem agradar um ao outro. Se ambos estiverem confortáveis com a própria sexualidade, conseguem ser honestos sobre a experiência sexual e ficar atentos aos desejos sexuais do outro, a vida sexual pode melhorar", finaliza. 


A pesquisa coletou dados de 1.683 casais heterossexuais recém casados.

Leia mais

Dia do Orgasmo: Especialista dá dicas para melhorar vida sexual de homens e mulheres
Um terço das mulheres brasileiras nunca tiveram um orgasmo, segundo dados apresentados pelo Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP). Assim, com a celebração do Dia do Orgasmo nesta terça-feira (31), a professora Aíla Aguiar elencou algumas informações sobre sexo que deveriam ser conhecidas por todos.

Leia mais

Lésbicas são mais satisfeitas no sexo do que as heterossexuais, aponta pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Kinsey, no Reino Unido, mostrou que 86% das mulheres lésbicas dizem ter orgasmos regularmente em suas relações sexuais, enquanto as mulheres bissexuais e heterossexuais sentem prazer em 66% e 65% respectivamente.


De acordo com a Revista Galileu, para a terapeuta sexual Matty Silver, "mulheres lésbicas sabem onde o clitóris está e sabem o que fazem com ele para ter um orgasmo. Elas não precisam mostrar o que fazer para a sua parceira, o que quer dizer que a sua satisfação sexual é maior".


Segundo especialistas, as melhores formas de melhorar a experiência sexual são o autoconhecimento e a prática, além de saber o que pedir durante a relação, melhorar relacionamentos, descobrir novas posições e realizar o sexo oral.

Leia mais

Aplicativo de relacionamentos combina casais com fantasiais sexuais em comum

Um aplicativo de relacionamentos criou um sistema para combinar pessoas com base nas fantasias sexuais pelas quais elas tenham interesse. O site do aplicativo, intitulado Fantasy, explica que o objetivo foi criar um espaço seguro para que as pessoas se sintam a vontade para falar sobre as suas fantasias sexuais e encontrem parceiros que compartilhem das mesmas preferências. Para utilizar o serviço é preciso que o usuário crie uma conta, que estará associada ao seu perfil do Facebook, apenas por questões de segurança, e deixe claro quais são os seus fetiches preferidos entre uma gama de opções que inclui swing, sexo a três, entre outros. Além de encontrar um parceiro que compartilhe das mesmas preferências sexuais, o app criou espaços para que os usuários relatem experiências. No site do serviço, eles informam que prezam pela segurança e saúde dos participantes e incentivam dentro do app que as pessoas não ofendam as outras e respeitem a vontade de cada um. "Respeite a recusa, 'não', significa 'não'", informa o Fantasy.

Leia mais

Casal é flagrado fazendo sexo em teto solar de carro na Rússia

Um casal foi flagrado fazendo sexo em meio a um engarrafamento de uma estrada movimentada de São Petersburgo, na Rússia. Os dois aparecem em pé dentro de um carro e com as cabeças para fora do teto solar do veículo.

 

De acordo com o IG, uma testemunha afirmou que o casal parecia não se importar com as pessoas ao redor e fazia gestos obscenos durante o ato.

 

A imprensa russa apontou que, após o fim da relação sexual, o homem deu um beijo na mulher e fechou o teto solar do carro. Ainda não há informações se a polícia está investigando o caso.

Leia mais

Histórico de Conteúdo