Aos 40 anos e com 38 filhos, ugandense passa por procedimento para deixar de engravidar
Foto: Revista Raça

Com um histórico de seis gestações de gêmeos, quatro casos de trigêmeos, três outros de quadrigêmeos, além de gestações "mais simples", com apenas um bebê no ventre, a ugandense Mariam Nabatanzi somou 38 filhos aos 40 anos de idade e recentemente realizou um antigo desejo, de passar pro um procedimento para que deixasse de engravidar.

 

De acordo com o Extra, Mariam se casou cedo, aos 12 anos, com um homem de 28 e teve o primeiro casal de gêmeos logo após a união.

 

A explicação médica sobre o caso da ugandense é de que ela possuía ovários muito grandes, o que fazia com que ovulasse múltiplas vezes a cada ciclo e a deixava mais fértil.

 

A reportagem destaca que aos 23 anos, e já com 25 filhos, Mariam solicitou aos médicos que interviessem para que ela deixasse de engravidar, mas eles teriam dito que tomar pílula anticoncepcional poderia acarretar sérios problemas de saúde, por causa do tamanho dos ovários.

 

Mariam cria sozinha os filhos. A família se divide em quatro casebres, onde as crianças  dividem camas e outros dormem no chão. A mulher faz bicos como cabeleireira e decoradora de eventos, recolhe sucatas, participa da colheita de café, produz o próprio gin e medicamentos à base de ervas.

Histórico de Conteúdo