Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 - 09:00

Governador proíbe cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados da BA por 7 dias

por Ailma Teixeira

Governador proíbe cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados da BA por 7 dias
Foto: Paula Fróes/ GOVBA

Como prometido pelo governador Rui Costa (PT), o decreto estadual que aumenta as restrições proíbe a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais nos hospitais públicos e privados. A suspensão será válida por sete dias, contados a partir desta sexta-feira (26).

 

"Não faz sentido. Em um colapso assistencial desses, hospitais privados programarem cirurgias eletivas não emergenciais. Vamos suspender por decreto", avisou o governador durante a coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta (25), ao lado do prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), e do presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro (PSD) (veja aqui).

 

Essa proibição se soma à restrição de circulação imposta para os cidadãos que estão no estado neste fim de semana. Entre às 17h e às 20h de hoje, os estabelecimentos comerciais deverão fechar as portas, só podendo reabrir às 5h da próxima segunda-feira (1º). O objetivo com isso é tentar conter a proliferação do coronavírus e, consequentemente, baixar a taxa de ocupação nas unidades de saúde (saiba mais aqui e aqui).

Histórico de Conteúdo