Mais de 360 profissionais do SUS foram atendidos em pronto-atendimento exclusivo
Foto: Camila Souza/GOVBA

Em dez dias, o pronto-atendimento para profissionais de saúde, no Rio Vermelho, em Salvador, recebeu mais de 360 pacientes. A unidade foi criada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), e é exclusiva para profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS).

 

A pasta apontou o dia mais movimentado como esta quinta-feira (18), com cerca de 60 pacientes atendidos. O ambulatório montado na unidade é uma extensão do Hospital Santa Clara e oferece dez leitos, sendo oito de observação e dois de estabilização, com respiradores. A unidade conta com 42 profissionais entre médicos, maqueiros, técnicos em enfermagem e psicólogos.

 

Para o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a estrutura é importante para se garantir a segurança de quem está no combate direto ao coronavírus. “Com isso, os profissionais da saúde não precisam disputar leitos ou atendimentos nas unidades que já estão recebendo uma demanda maior, por causa da pandemia. É também uma garantia de que eles poderão retornar ao trabalho o mais rápido possível, sem desfalcar as equipes e sem deixar a população sem atendimento”.

 

O superintendente da Fundação Fabamed, José Saturnino Rodrigues, que administra a unidade, explica que os profissionais da saúde não precisam passar pela regulação para serem atendidos. O local é um ambulatório de portas abertas. “Se o profissional de saúde apresentar os sintomas da Covid-19, ele pode vir para cá, onde é feita a triagem. Será avaliada a gravidade do paciente, o teste será enviado para o Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) e depois de três dias ele recebe o resultado”, ressalta o superintendente.

 

Rodrigues informa que, caso o quadro clínico do paciente venha a se agravar enquanto ele está sendo atendido e fazendo os exames, ele será transferido automaticamente para o Hospital Santa Clara, que é uma unidade de referência para pacientes com coronavírus.

Histórico de Conteúdo