Governo confirma primeira morte por febre hemorrágica no país após 20 anos
Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde confirmou, nesta segunda-feira (20), a primeira morte por febre hemorrágica no país após 20 anos

Um morador de Sorocaba, no interior de São Paulo, morreu em decorrência de complicações causadas pela febre hemorrágica. A vítima é um homem de 52 anos, morador da Vila Carvalho, segundo o G1. De acordo com o ministério, o morador viajou para as cidades de Itapeva (SP) e Itaporanga (SP), locais prováveis de infecção.

Segundo a Secretaria de Saúde de Itapeva, ele esteve na cidade por dois dias no mês de dezembro visitando os filhos e não apresentou nenhum sintoma da doença. O paciente não tinha histórico de viagens internacionais. O ministério está considerando o caso como um evento de saúde pública grave por conta da raridade e da letalidade da doença.



Histórico de Conteúdo