Nova York proíbe uso de religião como justificativa para não se vacinar
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

A isenção religiosa que permitia que nova-iorquinos não se vacinarem foi proibida na quinta-feira (13), em Nova York. Conforme o G1, a medida foi em resposta ao atual surto de sarampo estado, que afeta uma parte significativa da comunidade de judeus ortodoxos.

 

Depois que a lei entrar em vigor, os estudantes não vacinados terão 30 dias para provar que receberam cada vacina requerida.

 

Ainda de acordo com a publicação, apesar da medida tomada em Nova York, a isenção da vacina por razões religiosas continua valendo em outros 45 estados norte-americanos.

Histórico de Conteúdo