Pesquisador prevê que vacinas do futuro terão menos doses e proteger contra mais doenças
Foto: Divulgação

O atual esquema de vacinação brasileiro, que demanda um grande número de idas aos centros de vacinação para tomar uma série de vacinas poderá ser substituído por uma ou poucas doses de imunizantes. A avaliação foi feita pelo responsável pelo Laboratório de Desenvolvimento de Vacinas da Universidade de São Paulo (USP) e diretor do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, Luís Carlos Ferreira, ao Estadão.

 

O pesquisador apontou ao veículo que uma nova geração de vacinas está sendo estudada e que, em cerca de 20 anos, vai ser possível proteger as crianças ao longo de suas vidas com menos doses do que são aplicadas hoje.

Histórico de Conteúdo