Sábado, 14 de Dezembro de 2019 - 00:00

Após desabastecimento, Bahia recebe doses de pentavalente 'em quantidade insuficiente'

por Jade Coelho

Após desabastecimento, Bahia recebe doses de pentavalente 'em quantidade insuficiente'
Foto: Divulgação

Depois de passar por um problema de desabastecimento da vacina pentavalente em setembro deste ano (lembre aqui), a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) voltou a receber remessas "com alguma regularidade" do imunizante que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e hemófilo B.

 

No entanto, a secretaria reconhece que os estoques que a pasta vem recebendo do Ministério da Saúde ainda não são "em quantidade suficiente para abastecimento de todas as unidades de saúde". Ainda assim, a pasta afirma que não há desabastecimento. A última remessa recebida pela Sesab foi na semana passada.

 

O problema de desabastecimento enfrentado neste ano pelos municípios baianos foi um reflexo da interdição de três lotes do imunizante em julho. A empresa "Biologicals E. Limited", responsável pela produção e importação das vacinas utilizadas no Brasil, de origem indiana, foi alvo de uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o documento, a interdição se deu "considerando os resultados insatisfatórios no ensaio de aspecto conforme evidenciado nos laudos de análise", feitos pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Na publicação a medida ainda foi classificada como "de interesse sanitário" (entenda aqui).

 

Dias depois, após resultados de inspeções considerados insatisfatórios, a Anvisa determinou a suspensão da importação, distribuição e uso da vacina pentavalente produzida pelo laboratório indiano (saiba mais aqui).

Pessoas que usam palavrões têm mais resistência à dor, revela estudo britânico
Foto: Engin akyurt/Pixabay

Usar palavrões aumenta a resistência a dor, de acordo com os resultados de um estudo realizado pelo psicólogo britânico Richard Stephens.

 

Para chegar a esta conclusão, o psicólogo fez experimentos com alguns voluntários. Ele expôs as pessoas a um teste em que eles tiveram que colocar as mãos em uma bacia com gelo. Stephens percebeu então que as pessoas que reagiam com expressões neutras aguentavam significativamente menos que os que bradavam palavrões.

 

A explicação, segundo o psicólogo, é de que o xingamento produz uma resposta emocional no organismo humano evidenciada pelo aumento da frequência cardíaca. "Quando a pessoa fala palavrão, o corpo entende que está sob ataque e se condiciona para o modo 'lutar ou fugir'. Esse stress leva a um estado de analgesia, o que alivia a dor", explicou Richard Stephens.

 

Em entrevista publicada pela Veja, o psicólogo britânico ainda explica que os estudos revelaram que os palavrões contribuem para a prática de exercícios que envolvem força. Segundo ele, xingar ajuda a relaxar a mente e, sob esse efeito psicológico, o desempenho atlético melhora.

 

Outro ponto curioso destacado pelo especialista é de que quanto mais pesados forem os palavrões, mais eficientes serão os resultados. "Aqueles considerados mais fortes demonstraram ao longo da pesquisa ter maior impacto no alívio da dor e na alta do desempenho físico. Um exemplo: percebemos que 'f…-se' surte mais efeito que 'm….'", disse à reportagem.

Hospital da Mulher lança edital de seleção de candidatos a aprimoramento em Nutrição Clínica
Foto: Mateus Pereira/ GOVBA

O Hospital da Mulher, em Salvador, vai iniciar na próxima segunda-feira (16) um processo seletivo para aprimoramento em Nutrição Clínica Hospitalar. Os interessados podem fazer a inscrição até a quarta-feira (18).

 

Conforme a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab),o curso tem a intenção de capacitar profissionais através de um programa de treinamento em serviço em regime de tempo integral.

 

A capacitação está prevista para acontecer entre fevereiro e agosto de 2020, e inclui aulas práticas e teóricas. A carga horária, conforme a Sesab, será de 30 horas semanais. Ao final os selecionados cumprirão 720 horas.

 

Os critérios para a inscrição incluem a necessidade de ter concluído o curso de bacharelado em Nutrição em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação em até dois anos da data de seleção, e também possuir registro no Conselho Regional de Nutrição, e por fim não possui especialização.

 

Os interessados devem cumprir o prazo, e se inscrever nos horários entre 8h às 16h, na sala da Coreme ou através de envio de documentação para o endereço: Hospital da Mulher, Rua Barão de Cotegipe, 1153 – Roma, Salvador – BA, CEP 40411-900.

 

São necessários os seguintes documentos: ficha de inscrição, cópia simples do diploma, carteira do CRN e currículo, cópia simples dos documentos comprobatórios do currículo. 

Ministério da Saúde vai ampliar público para vacinas contra febre amarela em 2020
Foto: Fiocruz

As crianças brasileiras com quatro anos de idade passarão a receber, a partir de 2020, uma dose de reforço da vacina que protege contra a febre amarela. A medida foi anunciada pelo Ministério da Saúde.

 

Ainda conforme a pasta, também será ampliada, gradativamente, a vacinação contra febre amarela para 1.101 municípios dos estados do Nordeste que ainda não faziam parte da área de recomendação de vacinação.

 

Dessa forma, todo o país passa a contar com a vacina contra a febre amarela na rotina dos serviços. As novas diretrizes sobre as Campanhas Nacionais de Vacinação foram enviadas pela pasta aos estados e aos municípios em novembro deste ano para que estejam preparados para as ações do próximo ano.

 

O ministério também anunciou novidades em relação a campanha de imunização contra a gripe, realizada todos os anos entre abril e maio. A partir do ano que vem ela contará com um novo público, os adultos de 55 a 59 anos. O objetivo é ampliar a vacinação dos grupos mais vulneráveis para a doença. Com a mudança, o público-alvo passará a ser de 67,7 milhões de pessoas. A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários para a vacinação, que já conta com crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde, idosos, entre outros.

 

As mudanças passam a valer a partir de 2020 e as datas para início das campanhas serão definidas por cada estado, a partir do Plano de Implantação elaborado por cada um.

Gal Costa ressalta prazer em ajudar durante participação em show beneficente do Martagão
Foto: Divulgação

O Hospital Martagão Gesteira realizou nesta quarta-feira (11) mais uma edição do “Jantar do Bem”, com o objetivo de arrecadar recursos para o programa de transplante de órgãos da unidade de saúde.

 

A cantora Gal Costa foi a grande atração da noite e subiu ao palco montado na Chácara Baluarte.  “É uma causa generosa, uma causa humanitária”, disse Gal ao comentar o trabalho realizado pelo Martagão. “É muito bom, muito prazeroso poder ajudar as pessoas. Eu acho que todo artista deve fazer isso. Tem muitos que fazem. Muitos que montam organizações. Me convidaram eu fiz com maior carinho, com maior amor porque eu acho que faz muito bem pra gente fazer bem às pessoas”, comentou a artista.

 

O IV Jantar do Bem ainda contou com apresentação da cantora Ju Moraes, a gastronomia da chef Tereza Paim e a poesia de Edgard.

 

O diretor-presidente da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, entidade mantenedora do Martagão, Carlos Emanuel Melo, comemorou a arrecadação e adiantou os planos da unidade para 2020. “Vamos começar três programas de transplantes no ano que vem. Primeiro o de medula óssea. É um serviço que não é oferecido no nosso estado ainda para crianças de ate 14 anos na rede de saúde pública. Nossas crianças precisam ser aguardadas em filas para serem atendidas em outros estados. Segundo, o de fígado, que também não é disponível no sistema de saúde aqui no estado da Bahia e que as crianças também aguardam para fazer em outro estado. Vamos também iniciar o programa de transplante de rim. Esse já existe, mas vamos entrar como serviço complementar à rede”, acrescentou.

 

Quinta, 12 de Dezembro de 2019 - 15:00

Portaria fixa repasse para cadastramento de usuários do SUS; BA vai receber R$ 33 mi

por Jade Coelho

Portaria fixa repasse para cadastramento de usuários do SUS; BA vai receber R$ 33 mi
Foto: Agência Brasil

O governo federal publicou uma portaria no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (12) que estabelece o incentivo financeiro de custeio federal para implementação e fortalecimento das ações de cadastramento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS).

 

Todos os municípios da Bahia serão contemplados. O montante direcionado ao estado será de R$ 33.720.187,29, conforme publicação do DOU.

Instituto do Câncer emite alerta sobre uso de cigarros eletrônicos para fumantes
Foto: Reprodução/ElPeriodico

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) fez um alerta sobre o uso de cigarros eletrônicos. A entidade chamou a atenção dos brasileiros para o uso dos dispositivos que funcionam com bateria,  possuem diferentes formas e mecanismos, e que contenham substâncias tóxicas, na maioria aditivos com sabores de nicotina. A droga causa dependência química.

 

O Inca apontou na publicação que esses dispositivos eletrônicos também são responsáveis por acidentes, a exemplo de explosões de baterias que provocam queimaduras, perda de partes do corpo e até morte.

 

O líquido utilizado nos cigarros eletrônicos também foi condenado pelo Inca. De acordo com a Agência Brasil, o produto que contém nicotina pode provocar princípios de incêndio em residências e doença pulmonar severa quando inalado, principalmente por crianças. Estudos científicos demonstram que a chance de um jovem começar a fumar cigarros convencionais quadruplica com o uso dos dispositivos eletrônicos.

Na Indonésia, ministro Mandetta e Antonio Brito debatem erradicação da tuberculose
Foto: Divulgação

A atualização do Plano Global para a eliminação da Tuberculose é tema de pauta de evento que conta com a participação do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o presidente da Frente Parlamentar pela Luta Contra a Tuberculose, deputado federal Antonio Brito (PSD). O debate acontece em Jacarta, capital da Indonésia, nesta quarta-feira (11).

 

Na ocasião, o ministro Mandetta tomou posse como presidente da liderança da estratégia de luta global contra a tuberculose no triênio 2020-2022 (Stop TB Partnership).

 

A tuberculose é apontada como uma das 10 principais causas de morte em todo o mundo, com cerca de 10 milhões de novos casos anualmente. O relatório global aponta que 7 milhões de pessoas tiveram acesso e tratamento contra a tuberculose em 2018. No entanto, a meta é inserir, até 2022, 40 milhões de pessoas em diagnóstico e tratamento contra a doença no sistema mundial de saúde.

Hospital da Bahia recebe certificação de qualidade avançada
Foto: Paulo Kiki

O Hospital da Bahia (HBA) recebeu o selo de “Acreditação de Qualidade Avançada” da ACSA. A  instituição é uma das maiores certificadoras internacionais da Europa. A certificação do HBA aconteceu em 5 de dezembro, no Auditório Jorge Torreão.

 

O HBA revelou que o processo de acreditação durou cerca de oito meses e envolveu um trabalho de colaboração de toda a equipe da unidade para adequação das normas e requisitos exigidos pela ACSA.

 

Na abertura do evento, o superintendente executivo do HBA Marcelo Zollinger, ressaltou o trabalho realizado pela unidade e que vai além da estrutura física. “Este é o dia mais importante desta instituição, porque ampliar com prédios, paredes, camas, leitos, todos fazem, mas ter sustentação digna, honesta e assistencialmente qualificada, é para poucos”.

 

O diretor de operação do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES), Christian Hart, destacou a metodologia ACSA. “É uma certificação internacional e hoje um modelo oficial de avaliação das redes de referências da União Europeia, então estamos falando de uma acreditação muito importante para o Hospital da Bahia, estamos muito seguros e satisfeitos com todo o resultado e a forma como o hospital abraçou a acreditação”, disse Hart.

Salvador soma 30 casos e 10 mortes por leptospirose em 2019; SMS realiza ação
Foto: Wolfgang Vogt/Pixabay

Salvador contabiliza neste ano até o momento 30 casos confirmados de leptospirose. Desses, 10 acabaram em morte decorrente de complicações da doença. Tendo em vista os dados, a Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS) deu início a ações de prevenção e controle da infestação da leptospirose nas praias da capital baiana, nesta quarta-feira (11). O objetivo da pasta é alertar a população sobre os riscos da doença transmitida pela urina do rato, além de identificar e combater situações que propiciam a presença de roedores. A ação foi realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses.


A mobilização segue até 23 de dezembro e contemplará toda orla da capital da Bahia. De acordo com a SMS, 100 profissionais entre agentes de combate às endemias, biólogos e veterinários do CCZ vão participar das equipes de ação. Nesta quarta as equipes realizaram as visitas na extensão de praias da Barra até a Pituba.


“A presença dos roedores em áreas urbanas, além do incomodo, gera agravos com a leptospirose. Por esse motivo estaremos intensificando as ações de intervenção química para controle de roedores, aliada às atividades educativas em espaços públicos com grande fluxo turístico na cidade. A primeira etapa começa na orla marítima, de São Tomé de Paripe até a Praia do Flamengo, e subsequentemente seguiremos com a mobilização em parques, praças, mercados, feiras públicas, estações de transbordo e demais espaços com grande circulação de pessoas”, afirmou Cristiane Yuki, chefe do setor de combate à leptospirose.


Cristiane Yuki reforça a necessidade de a população fazer a própria parte para garantir a redução da infestação dos roedores na cidade. Segundo ela, a intervenção química é apenas um paliativo. “Os ratos vão morrer. Mas, se a população continuar acumulando entulhos, descartando lixos e alimentos de forma inadequada, outros ratos irão aparecer. É um trabalho que deve ser feito em conjunto. A população precisa se educar para que, juntos, possamos combater a proliferação dos roedores e da doença”, ressaltou.

Histórico de Conteúdo