Com investimento de R$ 45 milhões, hospital de Paulo Afonso passará por ampliação
Foto: Divulgação

O Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), localizado em Paulo Afonso, ganhará 30 leitos de Terapia Intensiva (UTI), novo centro cirúrgico, emergência e passará por outras intervenções. Um acordo assinado na noite desta terça-feira (14), em Brasília, entre o Governo da Bahia, a prefeitura do município e três entidades do governo federal viabilizou o investimento de R$ 45 milhões na reforma e ampliação da unidade.

 

O equipamento está em processo de federalização e transformação em hospital universitário. Atualmente ainda é mantido pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), mas desde 2015 a titularidade foi transferida para a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), com o objetivo de passar a gestão progressivamente para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). 

 

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a expansão dos cursos de medicina em universidades federais no estado gerou a necessidade de adequação e ampliação de hospitais para absorver essa demanda. "O Estado está profundamente comprometido com a descentralização da assistência ao construir e ampliar unidades na capital e no interior, além de firmar contratos com entes públicos, filantrópicos ou privados para a expansão dos serviços", afirmou o gestor.

 

O projeto da reforma, contratado pela Sesab, já foi concluído e entregue à Univasf, que deverá proceder à licitação e contratação da obra até dezembro.

República Democrática do Congo confirma 41 mortes por ebola em novo surto
Foto: Divulgação / CDC

A República Democrática do Congo (RDC) confirmou nesta terça-feira (14) 41 mortes relacionadas ao novo surto de ebola. De acordo com informações da Organização Mundial da Saúde, foram identificados 57 casos, dos quais 30 foram confirmados e 27 são prováveis. 

 

"É a primeira vez que a doença afeta uma zona muito povoada e em situação de conflito intenso", afirmou a OMS em comunicado. O atual surto atinge a província de Kivu do Norte. No entanto, segundo o G1, uma morte foi registrada na província vizinha de Ituri.

 

"A OMS pede um acesso livre e seguro para que todos os atores envolvidos na resposta a esta epidemia possam atender as populações afetadas", afirmou o diretor-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

ANS aplica multas de até R$ 900 mil em operadoras de plano de saúde; veja lista
Foto: Agência Brasil

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aplicou multa em dezenas de operadoras de plano de saúde por não cumprirem obrigações contratuais. De acordo com decisão publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (14), os valores variam de R$ 5 mil a R$ 900 mil. Há ainda a aplicação de advertências e suspensão do cargo de administrador. A decisão foi aprovada na 486ª Reunião de Diretoria Colegiada, realizada em 25 de maio. Clique aqui e veja a lista completa.

Terça, 14 de Agosto de 2018 - 13:00

Fiocruz revela que vírus Zika veio do Haiti para o Brasil

Fiocruz revela que vírus Zika veio do Haiti para o Brasil
Foto: Venilton Kuchler / ANPr

O vírus Zika que chegou ao Brasil é proveniente do Haiti, revelou um estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Pernambuco. De acordo com pesquisadores, imigrantes ilegais e militares brasileiros que participaram da missão de paz no país caribenho podem ter trazido a doença.

 

Entre as hipóteses consideradas até então estava a de que o vírus teria entrado no Brasil durante a Copa do Mundo de 2014, trazido por turistas africanos. Outra teoria era de que a introdução teria ocorrido durante o Campeonato Mundial de Canoagem, realizado em agosto de 2014 no Rio de Janeiro, que recebeu competidores de vários países do Pacífico afetados pelo vírus.

 

Segundo a Agência Brasil, a Fiocruz apontou que o Zika, originário da Polinésia Francesa, não veio diretamente para o Brasil. Antes, migrou para a Oceania, depois para a Ilha de Páscoa, de onde foi para a América Central e o Caribe e só então chegou ao Brasil, no final de 2013. O trajeto coincide com o caminho percorrido por outras arboviroses, como dengue e chikungunya.

 

“Esse resultado aponta para o fato de que a América Central e Caribe são importantes rotas de entrada para arbovírus na América do Sul. Uma informação estratégica para a vigilância epidemiológica e para adoção de medidas de controle e monitoramento dessas doenças, especialmente em regiões de fronteira com outros países, portos e aeroportos”, destacou a fundação.

 

Ainda de acordo com a Fiocruz, em todos os casos brasileiros estudados, o ancestral em comum desse tipo de vírus é uma cepa do Haiti, país afetado por uma espécie de tripla epidemia de zika, dengue e chikungunya. Outra conclusão do estudo é que houve múltiplas introduções, independentes entre si, do vírus Zika no Brasil. Isso muda a crença anterior de que um único paciente poderia ter trazido a doença, que depois teria se espalhado pelo país.

Hemoba realiza coleta de sangue nos shoppings Salvador e Salvador Norte
Foto: Divulgação

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) realiza coleta externa de sangue e cadastro de medula óssea em dois locais de Salvador durante esta semana. As unidades móveis estarão na entrada principal do Salvador Shopping e do Salvador Norte Shopping, a partir desta terça-feira (14) até a próxima sexta (17). O atendimento acontece das 8h às 17h. 

 

Para doar sangue, o candidato deve ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal) e apresentar documento original com foto. Além disso, é necessário estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos e estar bem alimentado.

Britânicos criam jogo capaz de identificar risco de Alzheimer e Parkinson
Foto: Reprodução

Cientistas britânicos desenvolveram um jogo capaz de identificar o risco de desenvolver Alzheimer, Parkinson e outras demências. O Sea Hero Quest avalia o senso de direção dos usuários, a partir de uma caçada a criaturas marinhas. O jogador está a bordo de um barco e precisa identificar as rotas a serem traçadas e fotografar as criaturas encontradas. 

 

Segundo a revista Super Interessante, a tecnologia foi desenvolvida por estudiosos da University College London e da University of East Anglia. Em parceria com a empresa alemã de telecomunicações Deutsche Telekom, foram coletados dados de mais de 2,5 milhões de pessoas, com idades entre 18 e 99 anos, de 195 países.

 

Além de identificar potenciais fatores de riscos para as demências, a tecnologia também aponta diferenças de acordo com a origem geográfica dos voluntários. Os melhores resultados foram obtidos por moradores da Finlândia, Dinamarca, Noruega, Nova Zelândia, Canadá, Estados Unidos e Austrália. Outra constatação é que homens têm melhor senso de direção do que as mulheres.

Mulher que teve intestino perfurado em lipoaspiração recebe alta
Foto: Arquivo pessoal

A estudante de 23 anos que teve o intestino perfurado após uma lipoaspiração (veja aqui) recebeu alta nesta segunda-feira (13). Gabriela Nascimeno Moraes estava internada desde 18 de julho no Hospital Federal Cardoso Fontes, no Rio de Janeiro.

 

A jovem teve o intestino perfurado em 10 de julho, ao se submeter a uma cirurgia de lipoaspiração na clínica da médica Geysa Leal Corrêa, em Niterói. De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC), a profissional é otorrinolaringologista e não tem especialização em cirurgia estética.

 

Segundo a Agência Brasil, o advogado da família da universitária, Guilherme Frederico, disse que vai nesta terça à Delegacia 77, em Icaraí, comunicar à delegada Raíssa Telles a alta da paciente e protocolar alguns documentos ao inquérito, relacionados à intervenção cirúrgica feita pela estudante. Guilherme Frederico disse também que já solicitou o prontuário de Gabriela Moraes à direção do hospital.

 

Gabriela já foi ouvida pela delegada no quarto do hospital, após ter recebido alta do Centro de Tratamento Intensivo (CTI). De acordo com o advogado, o depoimento foi esclarecedor para o andamento do inquérito, detalhando como foi o procedimento estético e qual a conduta da médica após a paciente se queixar de fortes dores no abdômen e ter voltado de quatro a cinco vezes ao consultório. As dores não passavam apesar da bateria de antibióticos e anti-inflamatórios que Gabriela tomava.

 

Com o intestino perfurado, a estudante chegou a contar à médica que, no dia seguinte à cirurgia, pelo orifício deixado pela cânula usada para a lipoaspiração, estavam saindo restos de uma sopa que a estudante tinha tomado na noite anterior. Gabriela disse que voltou várias vezes ao consultório de Geysa e que não foi feita tomografia do abdômen para determinar os motivos das fortes dores. Antes de chegar ao Hospital Cardoso Fontes, onde foi operada às pressas, a estudante passou pelo  Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

 

Ainda de acordo com o advogado de Gabriela, na primeira cirurgia, os médicos do Cardoso Fontes fizeram um pequeno corte e costuraram o intestino da jovem, mas, como as dores continuavam, foi necessária a segunda intervenção cirúrgica, no último dia 30, que durou seis horas e terminou com a retirada de 20 centímetros do intestino. Gabriela foi levada para o CTI e, no dia 2, para o quarto.

Risco de AVC e infarto são maiores com consumo excessivo de álcool em pouco tempo
Foto: Agência Brasil

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas em um curto período de tempo aumenta o risco de aumento nas taxas de pressão, colesterol e açúcar em pessoas mais jovens. Esses fatores levam a um maior risco de problemas cardiovasculares, como infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

 

As informações fazem parte da conclusão de um estudo publicado na última sexta-feira (10), no Journal of American Heart Association. Foram analisados dados de 4.710 adultos com idades entre 18 e 45 anos, classificados como não-bebedores, bebedores compulsivos (muito consumo de bebida 12 vezes por ano) e bebedores compulsivos de alta frequência (mais de 12 vezes por ano).

 

Segundo o G1, o consumo excessivo de álcool com alta frequência foi relatado por 25,1% dos homens e 11,8% das mulheres. Já o consumo 12 vezes por ano, foi relatado 29% dos homens e 25,1% das mulheres.

Poluição contribuiu com 3,2 milhões de casos de diabetes em 2016, aponta pesquisa
Foto: Agência Brasil

Um estudo norte-americano concluiu que, em 2016, a poluição contribuiu para o desenvolvimento de 3,2 milhões de casos de diabetes no mundo.

 

Os cientistas acompanharam, durante oito anos e meio, 1,7 milhão de pessoas sem histórico da doença. As informações obtidas foram então cruzadas com dados da Nasa e da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) sobre a qualidade do ar. Segundo a revista Mundo Estranho, os pesquisadores focaram nas partículas PM 2,5 para encontrar a ligação com o diabetes. Essas partículas são emitidas por motores de carro e usinas termelétricas, por exemplo.

 

Quando os poluentes são inalados, passam não apenas pelos pulmões, mas por vários órgãos do corpo, por meio da corrente sanguínea. Isso acontece com o pâncreas, responsável pela liberação de insulina. Com a poluição, a produção do hormônio é prejudicada, o que pode levar ao desenvolvimento de diabetes.

 

A pesquisa apontou que a população de países de baixa renda, como Índia, Afeganistão e Papua Nova Guiné, tem maior probabilidade de desenvolver a doença por conta da ausência de políticas voltadas à manutenção do meio ambiente. Por outro lado, habitantes de países ricos estão menos expostos aos fatores de risco.

Domingo, 12 de Agosto de 2018 - 12:30

Depois de quase 20 anos, o Acre registra caso de sarampo

Depois de quase 20 anos, o Acre registra caso de sarampo
Foto: Reprodução / Organização Mundial da Saúde

Uma menina de nove meses está internada no Hospital da Criança, em Rio Branco, devido a complicações respiratórias em decorrência do sarampo. A segunda pessoa infectada é uma adolescente de 13 anos, do município de Capixaba. Segundo a Secretaria de Saúde do estado, ela já está fora de risco de complicações.

 

Os dois casos foram confirmados nessa sexta-feira (10), após exames clínicos feitos pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre. O material ainda será submetido a nova análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Mais 14 casos suspeitos da doença estão sob investigação.

 

Seugundo informações da Agência Brasil, o Acre não registra nenhum caso de sarampo há 18 anos. O secretário adjunto de Atenção à Saúde, Raicri Barros, alerta que a vacinação é a principal medida para impedir que a doença não se torne um surto no estado. “O estado está abaixo da cobertura ideal, em torno de 76%, quando o preconizado é 95%”, afirma. “Buscamos, ao longo desse período, expedir orientações, intensificar treinamentos, mas depende essencialmente da sociedade. Identificamos esses casos. É uma situação preocupante, de saúde pública. Sigam as orientações. Procurem uma unidade básica mais próxima. Levem as crianças. Verifiquem as cadernetas. Nas cadernetas vocês não vão encontrar vacina contra sarampo, mas sim a tríplice viral. Poliomelite é outra preocupação", completa Barros.

Histórico de Conteúdo