Viver Bem: Saiba como ter uma vida longe dos riscos de cardiopatias
Ansiedade, alimentação desequilibrada e sedentarismo são algumas das consequências do impacto negativo que a pandemia do novo coronavírus trouxe para a sociedade, as quais também têm sido também as principais vilãs do ataque ao coração. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares ainda continuam sendo a principal causa de morte no mundo. Por este motivo, o cardiologista do sistema Hapvida, Dr. Railton Cordeiro, explica como manter a saúde do coração em dia.

Leia mais

Viver Bem: Como fica a saúde mental da mulher que descobre o câncer de mama?
No Outubro Rosa as atenções são voltadas para a conscientização do cuidado e prevenção do câncer de mama. Mas, para além disso, também é preciso ter uma dedicação especial à saúde mental da mulher diagnosticada com a doença. De acordo com os dados do INCA - Instituto Nacional do Câncer, a estimativa é que, este ano, 3.460 novos casos sejam descobertos na Bahia, e, 1.180, em Salvador.  

Leia mais

Viver Bem: Saiba como manter a saúde bucal da criançada em dia
Com a proximidade do Dia das Crianças, onde quase tudo é permitido, muitos adultos resolvem flexibilizar na alimentação da garotada.  E, para tornar esse dia mais alegre e saboroso, as guloseimas são liberadas e costumam fazer o maior sucesso entre os pequeninos. Mas, a dentista do Sistema Hapvida, Flávia Barbosa, alerta sobre os perigos no excesso do consumo de alimentos cariogênicos – comidas que facilitam o surgimento da cárie dentária, pois servem como estímulo para as bactérias que vivem dentro da boca –. Sabe aqueles alimentos que as crianças amam? Os bolos, pães, biscoitos, doces em geral e bebidas açucaradas, eles são os grandes vilões.

Leia mais

Quinta, 24 de Setembro de 2020 - 10:00

Viver Bem: Quantas calorias têm no seu caruru?

Viver Bem: Quantas calorias têm no seu caruru?

A tradição é certa: (...) "Cosme e Damião vim comer seu caruru". Se é do santo ou não, a constatação é de que o mês de setembro é marcado pela distribuição de caruru em muitos lares. A devoção aos santos gêmeos faz com que muitas pessoas ofertem o prato em suas casas, além de doces e balas. Mas, será que os convidados se atentam à quantidade de calorias presentes na iguaria?

 

Durante todo o ano, pode-se considerar setembro como um dos mais saborosos meses. Além das festas juninas, Natal e o Réveillon, é no nono mês que as agendas são abertas para os convites aos carurus. Neste ano de pandemia, a logística tende a variar, mas a distribuição é mais que certa. Entretanto, a nutricionista do Sistema Hapvida, Geilma Rocha, chama atenção para a quantidade calórica presente em um prato, que é maior que duas mil.

 

"A média diária alimentar recomendada para um dia são duas mil calorias, onde o almoço deve ter em torno de 600. No caso do caruru, ele pode acabar totalizando a quantidade orientada para o dia inteiro", explica. E além do almoço, há quem opte sempre por um doce de sobremesa. Nesse caso, Geilma comenta que as frutas são aliadas no processo de digestão e devem ser consumidas durante esse pós-almoço. Entre as opções listadas pela nutricionista estão abacaxi, laranja e tangerina. "As fibras presentes nas frutas cítricas auxiliam na redução de parte da absorção das gorduras consumidas nos alimentos", aponta.

 

E, se faltar dendê…

 

A pandemia acabou afetando a produção e comercialização do dendê e ele é um dos itens prioritários na elaboração do caruru. Mas, não precisa desespero. Geilma conta que o ingrediente pode ser substituído pelo azeite de oliva extra virgem, com cúrcuma e coloral. A especialista destaca que o sabor não é totalmente alterado e o prato ainda fica mais nutritivo. “Com essas trocas de ingredientes, o caruru passará a ter mais vitaminas e minerais, além de que a união do azeite de oliva, coloral e cúrcuma também melhoram o processo digestivo e estimulam o sistema imune”, conclui. 

 

E, para quem já está nos preparos do caruru, Geilma montou uma lista de ingredientes para uma versão light do prato. Confira:

 

INGREDIENTES CARURU LIGHT

1  CEBOLA GRANDE

1 DENTE DE ALHO

1 COLHER DE CAFÉ CHEIA DE GENGIBRE PICADO

1 COLHER DE SOPA DE COENTRO PICADO

2 COLHERES DE SOPA DE CAMARÃO SECO

25G DE AMENDOIM

20G DE CASTANHA DO PARÁ 

200ML DE LEITE DE COCO NATURAL

30ML DE AZEITE DE OLIVA EXTRA VIRGEM

180G DE QUIABO CORTADO

1 COLHER DE CHÁ DE CÚRCUMA E COLORAL, 

SAL A GOSTO

Leia mais

Quinta, 17 de Setembro de 2020 - 11:00

Viver Bem: Flores, espirros & primavera

Viver Bem: Flores, espirros & primavera

No próximo dia 22 uma nova estação passa a orientar o calendário anual e para quem gosta de flores, elas ficarão mais evidentes neste período. Entretanto, os pais já devem acender o alerta, porque bebês e crianças são acometidos por doenças específicas ao longo da primavera.

 

Nono mês do ano e as ruas começam a florescer. Este é o cenário da nova estação que se aproxima, mas que também traz consigo algumas complicações para a saúde, entre elas a catapora e doenças alérgicas. Além destas, o cuidado neste ano também é direcionado ao coronavírus e para os pequenos, a recomendação do pediatra do Sistema Hapvida, Marcus Vinicius Silva, é de manter a casa sempre arejada e reforçar o aleitamento, no caso dos lactentes.

 

Sobre as alergias, o especialista explica o porquê de ser tão comum a ocorrência da rinite e conjuntivite alérgica juntas. "As duas doenças costumam acontecer concomitantemente por serem no mesmo tecido epitelial. Com a coceira causada pela rinite, é favorecida também a inflamação conjuntival", aponta. Nestes casos, o uso do soro fisiológico na lavagem dos olhos é indicado pelo pediatra como opção para aliviar o prurido.

 

Outra doença bastante temida e com alta incidência neste período é a catapora. Transmitida pelo vírus Varicela-Zoster, ela é altamente contagiosa e caracteriza-se por lesões na pele e coceiras. Hidratação, cuidados com a higiene e uso de uma loção anti-pruriginosa nas lesões são as formas de tratamento elencadas por Souza. "Independente da doença, é importante que todos os sintomas infantis sejam observados com atenção para perceber se há piora no quadro clínico", destaca.

Leia mais

Viver Bem: Síndrome da Cabana pode acometer crianças no retorno às aulas
O processo de volta às aulas após o isolamento social já tem sido realizado em alguns estados e ele vai exigir de pais e alunos uma série de adequações no que diz respeito aos comportamentos de crianças e adolescentes. Diante dos novos modos cotidianos, o distanciamento social é um dos desafios a serem lidados pelos estudantes na atualidade.

Leia mais

Viver Bem: Campanha 'Setembro Amarelo' incentiva a valorização da vida
Celebrada mundialmente no dia 10 deste mês, a campanha 'Setembro Amarelo' reforça à população a importância da valorização da vida e a prevenção contra o suicídio. De acordo com dados do CVV – Centro de Valorização à Vida, a autodestruição de jovens entre 15 a 24 anos é a segunda maior causa de morte no país, perdendo apenas para os acidentes. Com o distanciamento social ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, diversos problemas de saúde mental podem vir à tona, principalmente, no pós-pandemia. As questões socioeconômicas, o desemprego, o afastamento das atividades sociais, o distanciamento de entes queridos e a convivência em um lar abusivo são indicativos agravantes para o aumento do número de casos.

Leia mais

Viver Bem: 'Agosto Lilás' debate a importância do combate à violência contra mulher
Neste mês, a Lei Maria da Penha completa 14 anos, e, como parte integrante das celebrações, foi criada a campanha 'Agosto Lilás', no intuito de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher.  Com o isolamento social decorrente da pandemia da Covid-19 houve um aumento significante no número de denúncias de violência de gênero.  Segundo o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, desde março, o país saltou de 3.580 denúncias diárias para 18.586, em junho.

Leia mais

Viver Bem: Zoom Fatigue - Uso excessivo de plataformas virtuais causa estresse e ansiedade
As aulas das crianças e as reuniões de trabalho passaram a ser de forma remota e o encontro com os amigos e familiares agora acontece pelas telas. A pandemia do novo coronavírus trouxe uma série de novos hábitos e alguns problemas a serem enfrentados: um deles está diretamente ligado ao uso excessivo das telas, que tem provocado cansaço físico e mental.

Leia mais

Quinta, 13 de Agosto de 2020 - 10:00

Viver Bem: Tendinites e saúde

Viver Bem: Tendinites e saúde
As novas tecnologias e dispositivos eletrônicos mudaram os hábitos de toda sociedade. Apesar dos aspectos positivos dessas inovações, novas questões também devem ser levadas em consideração, como, por exemplo, o uso repetitivo dos celulares, computadores e tablets e os prejuízos à saúde. “Com a incorporação dos aparelhos eletrônicos em nossa rotina, seu uso prolongado e repetitivo tem levado a diversos problemas que atendo diariamente em consultório. As tendinites, principalmente dos membros superiores, podem levar a problemas ainda maiores caso não tratadas corretamente”, destaca o ortopedista e especialista em doenças das mãos e punhos do Sistema Hapvida, Pinheiro Carvalho.

Leia mais

Histórico de Conteúdo