Viver Bem: Afinal, as luvas descartáveis protegem contra novo coronavírus?
Não existem dúvidas: a forma mais eficiente de prevenção da Covid-19 é fazer a higiene das mãos corretamente, lavando com água e sabão, ou álcool em gel 70%. Com a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) para redobrar os cuidados devido a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas passaram a adotar luvas com o intuito de reforçar a proteção. Mas afinal, as luvas descartáveis oferecem proteção?

Leia mais

Quinta, 21 de Maio de 2020 - 10:30

Viver Bem: Como está sua postura durante o isolamento?

Viver Bem: Como está sua postura durante o isolamento?
As dores nas costas estão entre as maiores causas de problemas de saúde no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 80% da população sofrerá desta condição em algum momento da vida. Por surgirem em consequência ao estilo de vida e pelas rotinas diárias que as pessoas desempenham, é importante estar atento às posturas, sobretudo em tempos de pandemia quando tudo tem sido feito dentro de casa.

Leia mais

Viver bem: Entenda os impactos da Covid-19 em gestantes e puérperas
A gravidez é um momento único na vida da mulher, mas em tempos de pandemia do novo coronavírus traz ainda mais medos, preocupações e questionamentos. Segundo Ronaldo Oliveira, médico e coordenador da Ginecologia e Obstetrícia do Grupo São Francisco - que faz parte do Sistema Hapvida -, não há motivos para pânico, mas sim necessidade de atenção e cuidados. "Por ser uma doença nova, é natural que a Covid-19 desperte incerteza, preocupação e medo nas gestantes. Porém, elas devem se tranquilizar, ficar em casa e seguir o pré-natal e a realização dos exames essenciais normalmente", diz.

Leia mais

Viver Bem: Saúde da Pele em tempos de coronavírus - o que muda nos cuidados diários?
A partir das indicações de prevenção indicadas pela Organização Mundial de Saúde para o enfrentamento da Covid-19 nos últimos meses, o contato frequente com produtos de limpeza e higiene aumentou. Apesar de gerar resultados positivos na prevenção da doença, a utilização dessas substâncias também gera danos e possíveis lesões na pele.

Leia mais

Viver Bem: Especialista dá dicas de como não se descuidar na atenção aos dentes na quarentena
A pandemia da covid-19 forçou uma mudança geral de rotina e hábitos. Além dos cuidados em evitar aglomerações, o uso de máscaras e do álcool 70% para higienização das mãos e objetos, a orientação é para as pessoas ficarem em casa, tudo isso na intenção de evitar a disseminação do vírus.

Leia mais

Viver Bem: Trabalho e isolamento - autocuidado é o ingrediente para balancear esta relação
As novas rotinas e jornadas de trabalho, mesmo quando adequadas aos requisitos de prevenção e cuidado durante a pandemia, podem exigir uma maior atenção à saúde, principalmente no que diz respeito às questões mentais. A reinvenção necessária para o momento acaba por interferir diretamente em fatores sociais, afetivos e psíquicos.

Leia mais

Viver Bem: Com filhos e home office, como aliar as funções da casa e do trabalho?

Nos últimos dias, a rotina de grande parte dos trabalhadores foi alterada. Os escritórios foram trocados pela mesa da casa e, para os pais, a programação de atividades escolares dos filhos e o lazer dos pequenos precisam ser encaixados nas tarefas diárias. Nesta nova configuração domiciliar, é necessário reorganizar toda a rotina para que nada deixe de ser realizado em meio a este cenário atípico.

 

Mesmo como grande uso da hashtag #fiqueemcasa, a rotina de trabalho não parou. O modelo Home Office, adotado pela maioria das empresas, por seguir o mesmo padrão de horários das atividades presenciais, faz com que as pessoas estejam disponíveis durante a maior parte do dia para as demandas profissionais, sobrando pouco tempo para a atenção aos filhos. Nesses casos, a psicóloga do Sistema Hapvida, Marta Érica Souza, explica que pensando que cada família tem uma proposta de organização é interessante conversar e explicar à criança que, em um dado momento, os pais terão que se ausentar para realizar um trabalho.

 

O ideal para esses pais que estão trabalhando dentro de casa, mas que se preocupam com o tempo livre dos filhos, é buscar alternativas para que as crianças se distraiam ou façam tarefas junto com eles, dividindo o mesmo espaço e a mesma mesa. “Bons exemplos são atividades que desafiam as crianças a pensarem, como uso de livro de atividades, pinturas, desenhos, atividades no tablet que imitem o trabalho dos pais e jogos de cognição”, detalha a especialista.

 

Marta explica ainda que, para além das obrigações de trabalho, outra alternativa encontrada pelos pais é a de reorganização da rotina familiar. O trabalho coletivo onde é possível abrir espaço para a contribuição de todos é uma excelente alternativa neste momento. Entretanto, tal postura requer alguns cuidados. “Cabe a cada membro familiar entender e respeitar a opinião de cada pessoa. É momento para termos cuidado com a singularidade e a fala do outro. Vamos dar oportunidade para a criança se expressar”, pondera a profissional.

 

O que também deve ser considerado é o momento de lazer entre os pais, jovens e os pequenos. Quebra-cabeça, jogos de cartas, cozinhar, desenhar são algumas das opções para entreter a todos. “O momento pede também o abandono dos eletrônicos e da televisão. A proposta é esquecer tudo o que está acontecendo e aproveitar o momento dentro de casa”, sugere a psicóloga Marta Souza.

Leia mais

Viver Bem: Alimentação é um forte reforço para a imunidade

Os números de casos da covid-19 em todo o país têm mobilizado profissionais de diferentes áreas a darem suas contribuições na prevenção e tratamento do vírus. No caso dos nutricionistas, eles têm destacado alimentos que podem reforçar o sistema imunológico, com o qual deve-se ter um cuidado ainda mais especial durante esta pandemia.

 

Frutas, verduras e legumes são itens essenciais para o reforço do sistema imunológico, explica a nutricionista do Hapvida Saúde, Michele Arruda. "São recomendadas três porções diárias de frutas e duas de legumes. Vale ressaltar que a hidratação é outro fator que não pode ser deixado lado e o sono deve ser de qualidade", detalha. Michele aborda ainda a necessidade da prática de exercícios, mesmo com as academias fechadas. Esse combo (alimentação + hidratação + sono + atividades físicas) confere ao sistema imunidade para se manter trabalhando bem.

 

Entre os nutrientes importantes para o consumo neste momento, Arruda alerta que o nosso organismo não possui estoque de vitamina C e essa é uma das prioridades para reforço da imunidade. É recomendado o consumo diário das frutas cítricas, como maracujá, laranja, acerola e limão. Mas, além delas, os vegetais verdes escuros também podem ser utilizados no almoço e em sucos. "Ricos em vários nutrientes, a exemplo das vitaminas A e C, essas folhagens devem compor nosso cardápio. Brócolis, couve, agrião e rúcula são algumas das opções".


Cardápio da Quarentena

Visando manter uma refeição equilibrada e o sistema imune, sem nenhuma dieta muito restritiva, Michele montou o seguinte cardápio para ser seguido nesses dias de quarentena:

 

Desjejum
Shot matinal (copo com 100ml de água, 1 colher de cúrcuma e 1 limão) ou suco detox (vegetal verde escuro, folhas de hortelã, abacaxi, 1 limão e copo com 100 ml de água);


Café da Manhã

Tubérculo (batata doce, inhame ou aipim), proteína (ovos, queijo branco) + uma bebida;


Lanche da Manhã

Porção de Frutas;


Almoço
Legumes, carne ou peixes (de preferência ricos em ômega 3), salada crua, grãos, arroz integral;


Sobremesa
01 Fruta;

 

Lanche da Tarde

01 Fruta;

 

Jantar
Sopa de legumes com carne magra;

 

Ceia
Porção de Fruta.

Leia mais

Viver Bem: A chegada do outono pode aumentar a incidência do coronavírus?

A chegada do outono na última sexta-feira, 20 de março, trouxe mudanças no clima em diversas regiões do Brasil. As temperaturas tendem a baixar e, junto com o ar frio e mais seco, formam o cenário perfeito para a intensificação de alergias respiratórias, como rinites e sinusites. Assim, surge a dúvida: será que a transmissão do coronavírus também pode ser potencializada pelas mudanças climáticas?


Segundo o alergologista da rede credenciada do Sistema Hapvida, Vitório Marchesini, como está associado a um quadro de infecção respiratória, a covid-19 pode ter mais incidência neste período, sim, mas é fundamental estar atento também aos diversos tipos de infecções respiratórias virais. Neste período, é comum haver um aumento de crises para asmáticos e riníticos, por exemplo, mais sensíveis às mudanças abruptas do tempo. Para este grupo, em caso de crise alérgica com sintomas como coriza, espirro ou tosse, ele recomenda alguns cuidados, como o uso de máscara cirúrgica para evitar o manuseio da área e observar os sintomas. Caso apresente algo fora do esperado para uma crise alérgica, como apneia, é preciso procurar ajuda. No mais, os cuidados para alérgicos e não alérgicos, no combate ao coronavírus, são os mesmos: evitar aglomerações e fazer a assepsia correta das mãos com água, sabão e/ou álcool gel.

 

O especialista frisa também que é fundamental a participação de todos na campanha nacional de vacinação contra a gripe iniciada na segunda (23), uma vez que além de proteger os alérgicos das viroses, caso a pessoa imunizada apresente sintomas comuns a gripes e ao coronavírus, como espirros, tosse e coriza, por exemplo, facilita no diagnóstico por exclusão.

Leia mais

Quinta, 12 de Março de 2020 - 12:20

Viver Bem: Como está a saúde dos seus rins?

Viver Bem: Como está a saúde dos seus rins?
Lembrado no dia 12 de março, o Dia Mundial do Rim tem como tema central “Saúde dos rins para todos. Ame seus rins. Dose sua creatinina!”. O objetivo da campanha, coordenada pela Sociedade Brasileira de Nefrologia é reduzir o impacto da doença renal, chamar atenção da população sobre os fatores de risco e estimular cuidados com a saúde dos rins.

Leia mais

Histórico de Conteúdo