Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ministros querem investigar delegada da PF que atuou na Lava Jato
Foto: Divulgação

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) questionaram o ministro da Justiça, André Mendonça, sobre a revelação de que a delegada Érika Marena lavrou o depoimento de uma testemunha sem que ele tivesse ocorrido. Ela coordenou investigações da Lava Jato.

 

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, Mendonça disse que iria investigar o caso.

 

A situação em questão foi revelada em diálogos que foram hackeados entre os procuradores Deltan Dallagnol e Orlando Martello Júnior. Na conversa, Dallagnol diz que Marena poderia "sair muito queimada nessa" e que "pode dar falsidade contra ela".

 

De acordo com a publicação, o Ministério Público Federal do Paraná esclareceu depois que o depoimento citado foi do delator Fernando Moura, que disse uma coisa à PF e depois negou perante a Justiça. “É natural que possa ter havido questionamentos e especulações, entre os procuradores, sobre terem havido todos os cuidados necessários na colheita do depoimento” pela PF, justificou o MPF.

Histórico de Conteúdo