Presidente da Caixa critica prisão de deputado durante pandemia e diz que pegaria '15 armas'
Foto: Reprodução / Agência Brasil

O presidente da Caixa Econômica Pedro Duarte Guimarães criticou durante a reunião ministerial divulgada nesta sexta-feira (22), a prisão do deputado federal Luiz Lima (PSL-RJ), sua esposa e sua filha, enquanto nadavam durante a pandemia do novo coronavírus (relembre aqui).

 

"Desculpa o meu ponto, presidente, quando o senhor falou, pô, eu vou me emocionar. O Luiz Lima, que nadou com meu pai, foi atleta olímpico, teve a esposa e a filha de catorze anos presa ontem, no camburão. Que porra é essa? Desculpa", disse Duarte.

 

Em seguida, o presidente Jair Bolsonaro pontua que Pedro está correto, e o presidente do banco estatal continua.

 

"Que porra é essa? O cara vai pro camburão com a filha. Se fosse eu, ia pegar minhas quinze armas e .. ia dar uma ... eu ia morrer. Porque se a minha filha fosse pro camburão, eu ia matar ou morrer. Que isso? Tava nadando ... é uma atleta olímpica. Você tira a pessoa, a pessoa tá nadando com catorze anos. Eu tenho uma filha Maria de catorze anos. Se a minha filha fosse pro camburão ou eu matava ou morria. Que isso?", questiona Pedro.

 

Veja:

Histórico de Conteúdo