Flávio Bolsonaro compartilha fake news sobre cura do coronavírus por hidroxicloroquina
Foto: Joílson César / Ag. Haack / Bahia Notícias

Filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) compartilhou uma informação falsa numa postagem em seu Instagram. Neste domingo (29), o parlamentar uma fake news de um caso de cura de coronavírus por hidroxicloroquina.  

 

De acordo com a coluna BR Político, do Estadão, a notícia falsa foi inicialmente postada no site Senso Incomum, ligado ao assessor internacional da Presidência, Filipe Martins, que era um dos editores da página até ir trabalhar para o governo federal.

 

A fake news em questão mostra Walter Hugo Balestra internado no Hospital Moinhos do Vento, em Porto Alegre, em 2019. Na ocasião, ele estava se tratando de complicações por conta de um enfisema pulmonar. Na publicação, ele aparece ao lado da filha, Antonia Balestra. 

 

A matéria original versava sobre a possibilidade de parentes acompanharem internados nas UTIs de Porto Alegre. 
No texto compartilhado por Flávio, e posteriormente apagado, contém a informação que o paciente foi curado em “poucos dias” com o uso de hidroxicloroquina. 

 

Foto: Reprodução / BR Político (clique para ampliar)

 

MORTE NA BAHIA
O primeiro paciente que morreu na Bahia em razão do coronavírus utilizou cloroquina durante cinco dias antes de morrer, neste domingo, no Hospital da Bahia. A substância é similar à hidroxicloroquina. Ambas vêm sendo utilizadas em testes no combate à Covid-19. A eficácia delas, contudo, ainda não é conclusiva (leia mais aqui).

Histórico de Conteúdo