PSL pune 18 deputados ligados a Bolsonaro; filho do presidente compõe lista
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O diretório nacional do PSL confirmou nesta terça-feira (3) a punição a 18 deputados federais do partido ligados ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Um dos punidos é o próprio filho do chefe de Estado, Eduardo Bolsonaro.

 

Segundo o G1, as penas vão de advertência até suspensão das atividades partidárias por 12 meses. As sanções foram recomendadas pela Executiva Nacional da sigla na última semana e homologadas nesta terça.

 

Os parlamentares punidos foram os seguintes:

Bibo Nunes: 12 meses
Alê Silva: 12 meses
Bia Kicis: 6 meses
Carla Zambelli: 6 meses
Carlos Jordy: 7 meses
Daniel Silveira: 12 meses
Eduardo Bolsonaro: 12 meses
General Girão: 3 meses
Filipe Barros: 6 meses
Junio Amaral: 3 meses
Luiz Philippe de Órleans e Bragança: 3 meses
Márcio Labre: 6 meses
Sanderson: 10 meses
Vitor Hugo: 7 meses

 

Além deles, outros quatro deputados foram punidos com advertência - Aline Sleutjes, Chris Tonietto, Hélio Lopes e Coronel Armando.

Histórico de Conteúdo