Vendas dos livros de Paulo Freire crescem em meio a críticas de bolsonaristas
Foto: Divulgação

Em meio a críticas de bolsonaristas, a obra “A Pedagogia do Oprimido” tem vendido mais. Segundo a editora Paz & Terra, responsável pelas publicações de Paulo Freire, houve, no primeiro semestre, um crescimento de 60% na comparação com o ano passado. 

Principal obra do educador, o livro vai ganhar nova edição. Segundo a coluna Radar, da revista Veja, a editora também lançará em setembro o livro “Direitos Humanos e Educação Libertadora”, com textos inéditos de Freire organizados pela viúva, Nita Freire, e pelo professor Erasto Mendonça.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) defende, em seu plano de governo, "expurgar a filosofia freiriana das escolas". Os filhos e o mentor intelectual do presidente, o ideólogo de direita Olavo de Carvalho , também atacam o legado de Freire.

Histórico de Conteúdo