Sexta, 26 de Julho de 2019 - 00:00

Candidato à presidência do PT-BA, Jacó propõe 'radicalizar' relação com movimentos sociais

por Lucas Arraz / Matheus Caldas

Candidato à presidência do PT-BA, Jacó propõe 'radicalizar' relação com movimentos sociais
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Escolhido na última quarta-feira (24) como candidato à presidência do diretório estadual do PT pelo grupo Esquerda Popular Socialista (EPS) (leia mais aqui), o deputado estadual Jacó afirmou que, caso seja eleito, “radicalizará” a aproximação do partido com os movimentos sociais na Bahia.

“A atual direção já tem um diálogo, as representações, mas nós queremos, justamente, aprofundar e radicalizar essa compreensão de valorizar a militância. Fortalecer e levantar a autoestima do nosso povo e do nosso partido”, explica, em entrevista ao Bahia Notícias. “Eu sou uma pessoa do campo dos movimentos sociais organizados. Então, nossa intenção é aproximar cada vez mais o PT das lutas sociais do estado. Criar sinergia, aproximação, vínculo, fortalecer essas lutas... Porque essa é a base do nosso partido”, acrescenta.

E, para este pleito, Jacó considera fundamental as opiniões do governador Rui Costa e do senador Jaques Wagner. “A influência é natural porque ele [Rui] é nosso maior líder junto com Jaques Wagner. Então, as opiniões dele e de Wagner são grandes. Ele não vai dar carteirada. Longe disso. O PT não roda assim. Mas as opiniões dele são importantes e, com certeza, a direção do partido leva em consideração”, indica.

No entanto, mesmo admitindo a importância de Rui para a escolha do presidente estadual da legenda, o parlamentar indicou que precisa estreitar a relação com o governador. “A minha relação é inicial. Eu conheço o governador, mas não tenho muita relação. Como sou deputado de primeiro mandato, está se aproximando a cada dia. Mas é uma relação muito boa, aberta quando a gente se encontra. Papo reto, transparente...”, relata.

A primeira parte da eleição acontece em setembro, com a escolha das chapas e os presidentes municipais, bem como as chapas estaduais e nacionais. Já em outubro, em Salvador, será escolhida a representação da chapa vencedora.

Histórico de Conteúdo