Sábado, 20 de Julho de 2019 - 08:20

Envolvida em suposta investigação ilegal contra ACM Neto é nomeada delegada adjunta da PC

por Rodrigo Daniel Silva

Envolvida em suposta investigação ilegal contra ACM Neto é nomeada delegada adjunta da PC
Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Acusada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de fazer uma investigação ilegal contra ele, Ana Carolina Rezende Midlej Oliveira foi nomeada delegada adjunta da Polícia Civil da Bahia, segundo cargo mais importante da instituição. O ato foi publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (20). 

Ana Carolina substitui Heloísa Campos De Brito, que estava no posto desde junho de 2017. Em março do ano passado, ACM Neto acusou Ana Carolina de abrir uma investigação ilegal sobre as obras de requalificação da orla da Barra, iniciadas em 2013, começo da primeira gestão do democrata (relembre aqui). 

"A Justiça Federal já decidiu que qualquer apuração sobre a Barra é de competência federal. É o que está acontecendo. Existe um inquérito na Polícia Federal. A Polícia Civil não tem nada ver, não tem competência para tomar qualquer medida a respeito dessa apuração", declarou na época ACM Neto.

O prefeito ainda acusou o governador da Bahia, Rui Costa (PT), de usar o poder para "perseguir adversários". "São atos arbitrários de uma delegada chamada Ana Carolina que está sob comando do secretário Maurício Barbosa. Condenamos esses atos nulos. A prefeitura se recusa a prestar novos esclarecimentos à SSP", afirmou naquele momento  (veja aqui). 

Na época, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) rebateu a fala do democrata e disse que manteria a investigação "por se utilizar de verba incorporada ao patrimônio do município" (reveja aqui).

Histórico de Conteúdo