Morre segunda vítima em ação do Exército que fuzilou carro com 80 tiros
Foto: Reprodução / Record TV

Foi confirmada na manhã desta quinta-feira (18) a morte do catador de materiais recicláveis Luciano Macedo, que tentou socorrer as vítimas do carro do músico Evaldo dos Santos Rosa, morto a tiros no último dia 7. O veículo foi atingido pelo Exército com 80 tiros e teria sido confundido com o de bandidos que estavam agindo nas proximidades do Piscinão de Ramos, em Guadalupe, na zona norte do Rio. O músico morreu no local.

No dia da tragédia, Luciano Macedo foi internado em estado grave no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. 

Foi a segunda vítima fatal da ação do Exército que fuzilou o carro do músico.

Histórico de Conteúdo