Prisão de Temer e proposta de Previdência dos militares impactam bolsa negativamente
Foto: Reprodução / G1

O mercado financeiro reagiu negativamente à entrega da proposta da reforma da Previdência dos Militares (veja aqui) e a prisão do ex-presidente da República Michel temer (MDB) (leia aqui). Segundo o economista André Luzbel, depois de atingir a máxima histórica nesta semana, desde o final desta quarta-feira (20) o mercado apresentou queda.

 

O especialista apontou que o mercado começou a cair "muito por conta do receio agora a reforma da Previdência não mais terá probabilidade alta de passar pelo Congresso Nacional". 

 

Luzbel explicou que a máxima histórica registrada nesta semana se deu em razão da compra de instituições nacionais e investidores brasileiros (pessoas físicas). Quanto aos estrangeiros, o economista disse que foi deixado claro que "vão voltar a investir no país se a reforma [da Previdência] passar, e depois vir uma reforma fiscal tributária". 

Histórico de Conteúdo