Queda de balão pode ter provocado incêndio em museu, afirma ministro
Foto: Reprodução / TV Globo

Novas suspeitas que podem explicar as causas do incêndio no Museu Nacional do Rio, na Quinta da Boa Vista, apareceram na manhã desta segunda-feira (3). O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, disse que a queda de um balão no teto do edifício é investigada.

 

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, Leitão recebeu o relato de um diretor do museu. Vigilantes do espaço teriam dito a ele que o fogo começou de cima para baixo, por isso a suspeita em torno de um balão. Uma outra possibilidade avaliada é que o incêndio tenha começado após um curto-circuito em um laboratório audiovisual da instituição.

 

"É preciso apurar se há de fato uma conexão entre o incêndio e a fragilidade e a deficiência do museu", salientou o ministro. Mais antigo do país, o museu passava por dificuldades para custear sua manutenção desde o corte de investimentos. Assim, com o acidente na noite desse domingo (2), o espaço ficou destruído. Mais de 20 milhões de itens eram expostos no local, dentre eles o "Meteorito do Bendegó"  e a "Preguiça Gigante de Jacobina" (veja aqui e aqui).

Histórico de Conteúdo