Ministros do STJ e do STF avaliam erro de Moro e preveem reações contra juiz
Foto: Gibran Mendes

Ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliam que o juiz federal Sergio Moro errou ao defender a manutenção da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste domingo (8) em meio ao conflito de decisões judiciais. De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, eles acreditam que o PT conseguiu reforçar a tese de que o magistrado não é parcial nos casos envolvendo o petista.
 

Os ministros apontam ainda que a postura de Moro será explorada pela defesa de Lula em recursos às cortes superiores e em ações no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Eles também concordaram que a sentença do desembargador que tentou soltar o ex-presidente cairia rapidamente se analisada no STJ, por exemplo.
 

Ainda segundo a coluna Painel, relatos apontam que Moro chegou a ligar para o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, para questionar a liminar que soltava Lula.

Histórico de Conteúdo