Segunda, 12 de Fevereiro de 2018 - 12:37

Com 'malas de Geddel', poeta protesta na Mudança do Garcia: 'Representam oligarquia'

por Francis Juliano / Estela Marques

Com 'malas de Geddel', poeta protesta na Mudança do Garcia: 'Representam oligarquia'
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

O ex-ministro Geddel Vieira Lima segue preso em Brasília e seus crimes continuam vivos na mente da população baiana. Presente na Mudança do Garcia nesta segunda-feira (12), Tiago Poeta, do grupo Poesia em Trânsito, levou uma mala para o ato, em referência ao bunker de Geddel, no qual foram encontrados R$ 51 milhões em malas. “As malas de Geddel representam toda oligarquia, patriarcado, o que existe de pior na sociedade brasileira. Só a gente protestando, com povo na rua, mostrando que é possível transformar a sociedade, que o povo tem poder”, disse o poeta. Em entrevista ao Bahia Notícias, Tiago acrescentou que as malas de Geddel são “a representação maior” do Brasil pós-escravidão, “depois de todo processo capitalista neoliberal desgraçado”. “Essas malas não são só de Geddel, são malas de Neto [ACM, prefeito de Salvador], de todos os corruptos, de todos os partidos, independente de esquerda ou direita. A punição tem que ser exemplar”, disse, sugerindo que adote-se o “paredão” para político corrupto, como é na China.

Histórico de Conteúdo