Assessor dos Vieira Lima pagou R$ 50 mil em espécie a escritório de Föppel; advogado nega
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

O assessor Job Ribeiro, que atuou para a família Vieira Lima por décadas e cujas digitais foram encontradas no apartamento onde foram localizados R$ 51 milhões atribuídos ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, repassou R$ 50 mil em espécie ao escritório do advogado do peemedebista, Gamil Föppel, como parte dos honorários. A informação é da coluna Expresso, da revista Época. Segundo o advogado de Job, Marcelo Ferreira, seu cliente só fez esse pagamento em dinheiro vivo ao escritório. De acordo com Ferreira, o resto do pagamento foi feito por Geddel e por sua mãe, Marluce Vieira Lima. Procurado pela coluna, Föppel nega ter recebido a quantia em espécie. 
 

Histórico de Conteúdo