Quase dois mil bombeiros operam para apagar fogo que matou mais de 60 em Portugal
Foto: Rafael Marchante

A estimativa é de que quase dois mil bombeiros seguem no combate ao fogo que atingiu o centro do Portugal, no sábado (17). O incêndio causou ao menos 62 mortes, de acordo com a Defesa Civil do país. Durante a noite, o trabalho foi interrompido, pois era impossível controlar as chamas que afetam os distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco. Segundo informações da Agência EFE, até o fim da manhã desta segunda (19), mais dois aviões da Espanha, com apoio da França, devem chegar ao país para ajudar no controle da situação. A Polícia Judicial aponta a queda de um raio em uma árvore como a causa mais provável para o incêndio.

Histórico de Conteúdo