Malala visita Salvador e conhece o Centro Histórico da cidade
Vista do hotel no Centro Histórico | Foto: Reprodução / Instagram

A visita à capital baiana de Malala Yousafzai começou cedo nesta terça-feira (10). Durante a manhã, a ativista caminhou pelo Centro Histórico, seguiu em direção ao Terreiro de Jesus, onde amarrou a sua fitinha do Senhor do Bonfim e conheceu a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco. Além disso, a paquistanesa realizou o sonho de conhecer a Escola do Olodum e, acompanhada de uma comitiva, ela conheceu à Instituição Nacional de Ação Indigenista (Anaí). Na ocasião, a mais jovem a ganhar o Prêmio Nobel da Paz encontrou duas estudantes indígenas para discutir a importância da educação.

 

Segundo o jornal A tarde, uma das coordenadoras da Anaí, Ana Paula Ferreira de Lima foi escolhida pela ativista para integrar a Rede Gulmakai, iniciativa do Fundo Malala, que patrocina projetos para educação de meninas em vários países. 

 

"Para muitas meninas indígenas no Brasil, a jornada para a escola é quase maior do que o próprio dia letivo - e enfrentar a discriminação dificulta ainda mais a permanência na escola.
Hoje Malala conheceu meninas das tribos Tupinambá e Pataxó e discutiu como é a vida das meninas em suas comunidades", disse Malala em uma publicação na sua página.

 

 

Malala esteve em São Paulo nesta segunda-feira palestrando sobre a importância da educação (lembre aqui).

Histórico de Conteúdo