Arquitetura cenográfica é oportunidade para profissionais baianos

 

Montagem de cenários para festas, projetos temáticos para shoppings e decoração de camarotes e estandes são algumas das opções de atuação para estudantes e profissionais da arquitetura. A cenografia é uma fatia do setor que possui muitas oportunidades de trabalho, mas a mão de obra especializada disponível ainda não supre às demandas. No Nordeste, principalmente na Bahia, as possibilidades de atuação são ampliadas por causa do aspecto cultural com calendário festivo variado como festas juninas e de verão, além das datas comemorativas.

 

Esse diagnóstico é feito pela empresária Lourdes Martins, da LM Montagens e Eventos, uma das poucas empresas especializadas em montagem e cenários na Bahia. “Temos esse campo de trabalho e poucos conhecem. Esses arquitetos que estão sendo formados conhecem pouco disso. E quando as empresas de montagem de eventos, que contratam essa turma, procuram, não acham esse profissional aqui”, avaliou.

 

Considerando essa dificuldade, a LM Montagens promoveu um concurso em parceria com a Faculdade Ruy Barbosa para eleger o melhor projeto cenográfico para decoração de Natal em shopping centers. Um dos membros da banca de escolha foi o produtor cenográfico carioca Celso Costa, que trabalhou por 23 anos na produção de cenários de programas da Rede Globo, como Sob Nova Direção, Amor e Sexo, Gabriela, Caldeirão do Huck e Domingão do Faustão.

 

“Tem campo, mas tem que correr atrás. Estar antenado, ter um pouco de sorte. Não pode ficar olhando salário. Vai trabalhar de graça com alguém que vai te dar algo, porque vão ser dadas coisas mais valiosas que dinheiro, que é expertise, conhecimento, experiência. Daqui a dois, três anos, você já está voando com as próprias asas”, apostou.

 

Para o segundo semestre deste ano, a LM Montagens e a faculdade formatam uma nova edição do concurso, mas com proposta diferente. Se desta vez foram 30 dias de produção, a novidade é que os participantes do concurso terão quatro meses para desenvolver os projetos, sob a supervisão de um arquiteto da empresa e um professor da faculdade.

 

“Temos poucas pessoas, pouca formação para a demanda. Não tem nenhuma empresa que execute o Natal. Tem o Carnaval, porque alguns arquitetos focam no Carnaval, mas cenografia de shopping, mais artística, as empresas buscam fora. É isso que eu quero implantar aqui. Quero que chamem montadoras, alunos de faculdade e digam ‘Quero um projeto pro meu shopping’”, explicou Lourdes. A segunda edição do concurso será lançada no início do semestre 2018.

Quinta, 12 de Abril de 2018 - 11:00

Plantas resistentes para quem não sabe cuidar

Plantas resistentes para quem não sabe cuidar
Fotos: Reprodução / Pinterest

Colocar plantas na casa é uma maneira econômica e simples de mudar a decoração do ambiente. No entanto, muita gente considera difícil cuidar de plantas e cultivá-las é uma tarefa que demanda técnica. Existem, entretanto, espécies para todos os perfis de donos. E inclusive plantas específicas para cada ambiente, iluminação e tipo de rega. Se você gostaria de ter uma dessas em casa, mas não é um bom cuidador, veja por quais plantas deve optar.

 

Babosa ou aloe vera: Essa espécie só precisa ser regada quando a superfície da terra estiver seca. Também é melhor não expor a planta diretamente à luz solar, ela fica muito bem na sombra.

 

Cactos e suculentas: Ótimas para quem viaja ou quem mal fica em casa, os cactos e suculentas podem ser encontrados em diversos tipos, que se colocados juntos, podem formar uma composição bem bonita, como acontece nos terrários. Na maior parte dos casos, essas plantas só precisam ser regadas uma vez na semana.

 

Lírio-da-paz: Diferente das espécies anteriores, essa planta precisa deágua todos os dias no verão e em dias alternados, no inverno. Ela não deve ficar exposta à luz do sol direta.

 

Antuário: Ela fica bem em ambientes internos e iluminados, mas não suporta solo dia todo e pode ficar em ambientes fechados. De acordo com o site Uol, para que a folhagem fique bonita, mantenha a terra úmida na primavera e no verão diminua as regas.

 

Espada-de-São-Jorge: Conhecida por espantar mau-olhado, a espada-de-são-jorge não é muito exigente quanto à luz. Fica muito bem em ambientes com baixa luminosidade, mas também gosta de lugares com luz intensa. Uma dica é deixar o solo da superfície ficar completamente seco antes de colocar água na planta novamente.

Quarta, 11 de Abril de 2018 - 08:05

Uma Pintura na parede para um "ar diferente"!

Uma Pintura na parede para um

Uma cor nas paredes pode melhorar muito o visual de uma casa, as vezes apenas uma parede só, para destacar algo no ambiente, seja sala ou quarto. E o que dizer das texturas? Um charme a mais, principalmente quando se quer mudar e não tem muito dinheiro e tempo para fazer muitas coisas.

Ás vezes, o trabalho pode ser bem mais simples e fácil, no mercado existem tintas que quando secam dão o ar de textura de linho, madeira, até mármore. Quando esse for o desejo você deve procurar por esse tipo de tinta em específico, que dá esse acabamento.

Mas para se entender melhor como funciona a textura de verdade, o site Casas Dica simplificou melhor, falando sobre como funciona massa corrida, que é para a pintura normal, lisinha, a textura e o grafiato.

Textura é mais indicada para paredes externas, mas a depender da parede, um jardim interno, por exemplo, dá para fazer dentro de casa também. É recomendável que só aplique uma vez e não é qualquer pessoa que faz, apesar de ser simples, é necessário entender para não deixar uma trabalho irregular.

O grafiato, que é muito confundido com textura, é uma tinta que vem com pedrinhas que deixam o acabamento com rachaduras.

O lado ruim do grafiato é que também só pode ser feito uma vez, texturas ainda permitem retoques, o grafiato não, e foi usado e quer trocar é necessário retirar tudo, e depois voltar com todo o trabalho antes da tinta de finalização.

 

Mesmo pequenas, áreas externas devem ser aconchegantes e funcionais
Foto: Reprodução / Pinterest

A área externa da casa é um bom local para passar um tempo com a família, receber os amigos em casa ou até mesmo ficar sozinho. O importante é trazer aconchego para que a área seja bem aproveitada.

Segundo Elaine Gonzalez, arquiteta e colunista da revista Casa Claudia, o primeiro passo para decorar esse tipo de espaço é a escolher um bom piso, que deve ser de um tipo que faça com que a área não fique escorregadia. Existem alguns modelos antiderrapantes que podem ser utilizados na varanda, como pedras ou cimentício. Outra verificação que deve ser feita é a caída do piso, que podem causar alagamentos em caso de chuvas.

 

Também é válido pensar no que agrada mais para se ter na área. Fornos de pizza, churrasqueiras, spa ou pergolado são boas opções para se colocar em ambientes externos. As escolhas irão depender do tamanho do espaço que se tem disponível, para que também seja definida a infra-estrutura hidráulica e elétrica dos ambientes.

 

Quem deseja um local de refeições nessa parte da casa, precisa pensar em tampos com cuba, para o preparo dos alimentos. Para economizar espaço, existem modelos de churrasqueiras que possuem fornos acoplados na mesma peça. Mesas com bancos são indispensáveis, você pode optar por versões mais compactas. Para quem sempre quis ter piscina em casa mas não tem espaço pequeno, uma opção viável são os spas ou banhos romanos. Se ainda assim, não couberem na área externa, você pode colocar também uma ducha.

Terça, 03 de Abril de 2018 - 08:05

Alameda das Espatódeas: tudo de decoração em um único lugar!

por Iga Bastianelli

Alameda das Espatódeas: tudo de decoração em um único lugar!

 

A Alameda das Espatódeas está para a Alameda Gabriel Monteiro da Silva assim como a Bahia está para São Paulo. O diferencial é que não precisar ir à Gabriel Monteiro da Silva para procurar o que se deseja em produtos, projetos e serviços quando o tema é decoração: encontra-se tudo na Alameda das Espatódeas.

 

Em meio ao bairro residencial e projetada para ter atuação comercial pela ligação com grandes avenidas, o sucesso da via foi tão grande que hoje todo seu entorno foi tomado, tornando-se o maior pólo comercial de decoração da Bahia. Logicamente outras lojas de decoração e galerias podem ser encontradas em outros bairros como Rio Vermelho e Barra, mas a Alameda das Espatódeas sem dúvida é onde está a maior concentração deste comércio.

 

Na alameda  os profissionais como arquitetos e decoradores conseguem achar o que precisam para seus projetos! Mas também é um endereço para lazer, onde as pessoas que gostam de decoração se encontram, há consumidores que vão as lojas para comprar ou apenas apenas para conferir as novidades.

 

“Antes da Espatodeas se transformar em polo de lojas de decoração escolhiam-se produtos através de fotos e catálogos. Nem os cliente nem os profissionais podiam experimentar os produtos, avaliar proporções, qualidade de acabamento, tons e texturas de revestimentos e tecidos. Contar com show-rooms que oferecem essas possibilidades é muito importante. Outra vantagem da Espatódeas é concentrar uma enorme variedade de segmentos, o que permite ao cliente resolver vários assuntos ao mesmo tempo”, avaliou a arquiteta Marcia Meccia que também é autora do livro Mudar de Casa.

Se por um tempo carregou o clichê de rua "cara" hoje, com a variedade enorme de estabelecimentos é possível encontrar uma grande variedade de produtos com diversas opções de preço. Para a arquiteta Paula Moura a Alameda e suas adjacências há algum tempo se tornou centro de arquitetura e decoração da cidade. Lugar que transpira design e sofisticação, dita moda e apresenta tendências. De lojas de material de construção a lojas de produtos para produção final de um projeto, encontramos tudo nas Espatódeas”, disse ela.

Já a empresária de Vitória da Conquista Rejane Martinet é cliente há anos das Espatódeas. “Numa só avenida você encontra tudo o que precisa para vestir sua casa, as melhores marcas e grifes nacionais e internacionais estão lá. Além do lado prático de concentrar num mesmo endereço várias lojas, tem muito mais, facilidade de estacionamento, os vendedores são atenciosos e as lojas oferecem um atendimento muito bom”.

Ruffle cake é a nova tendência para decoração de bolos nos casamentos
Fotos: Reprodução / Pinterest

Uma tendência que pode chegar fazendo sucesso entre as noivas em 2018 é o ruffle cake, ou seja, um bolo feito com técnicas de confeitaria que o deixam com um efeito plissado, como se ele tivesse suaves babados. Ele pode ser feito com uma cobertura buttercream ou pasta americana.

 

O modelo, delicado e romântico, combina com a proposta de casamentos menores,  os mini weddings, e com a decoração boho chic. As versões mais clássicas utilizam um acabamento branco com flores e frutas nos andares para decorar.

 

 

É importante que os adereços devem ser escolhidos de maneira a harmonizar com a paleta de cores da festa.

O ruffle cake também pode unir outras técnicas de confeitaria para deixar o bolo ainda mais charmoso. O ombré cake, por exemplo, dá toques delicados de cor ao doce a partir do sombreamento.

 

A técnica que deixa o bolo com a aparência plissada pode ser aplicada em todo bolo ou em alguns andares. De acordo com o site da revista Claudia, uma alternativa interessante para quem procura um visual mais despojado é alternar canadas lisas com andares com babados.

 

Quarta, 28 de Março de 2018 - 08:05

Mesa inspiração para Páscoa

Mesa inspiração para Páscoa

Com a chegada da Páscoa, porque não se inspirar para decorar sua mesa? Com imaginação e criatividade é possível fazer bonito para reunir a família! Selecionamos mesas lindas do e-commerce Vestindo a Mesa para servir de inspiração.

Mas segundo a artesã Lolita Mendes você também pode aproveitar os ovos de páscoa e colocar num cesto, ou coelhinhos de pelúcia do filhos e colocar na mesa dentro de uma compoteira de vidro, por exemplo. "Use guardanapos de tecido amarradinhos com um cordão de sisal, velas coloridas e flores no mesmo tom da mesa", recomendou Lolita.

Vale a pena chamra as crianças para ajudar e deixar a imaginação solta!

 

Quinta, 22 de Março de 2018 - 14:00

Veja como organizar móveis em espaços pequenos

Veja como organizar móveis em espaços pequenos
Foto: Divulgação

O aumento da população, a falta de espaço livre, a busca pela praticidade e vários outros fatores fizeram com que os imóveis diminuíssem muito seu tamanho, bem como os apartamentos. Embora prático e mais fácil de manter organizado, um ambiente pequeno tem que ser muito bem pensado para que os móveis sejam colocados de forma harmônica e não atrapalhem a locomoção pela casa. Veja algumas dicas para aproveitar melhor espaços pequenos.

 

Brinque com as cores: Cores claras são a sensação de amplitude, dando a impressão que o ambiente é maior. Você pode combinar móveis de cores escuras para contrastar com o ambiente claro. Dessa forma, os móveis poderão dialogar com o ambiente.

 

Móveis que servem para tudo: Sempre bom utilizar móveis multifuncionais. Uma prateleira que vira mesa, um sofá-cama, um armário em baixo da escada, entre outras opções, podem ser extremamente úteis em um ambiente pequeno. O que vale é a criatividade.

 

Use nichos e prateleiras: Prateleiras são extremamente uteis, além de ocuparem menos espaço que armários. Abuse delas para compor o seu ambiente. Nichos também são super práticos. Você pode deixar muita coisa exposta neles, criando um ambiente diferente.

 

Tenha noção do seu espaço: Antes de comprar um novo móvel, meça o ambiente que irá coloca-lo para não correr o risco dele não caber depois que for colocado no lugar pensado.

Balões 'aprisionados' são nova tendência para decorar festas infantis
Fotos: Reprodução / Pinterest

Uma nova tendência que tem sido comum entre os decoradores de festas infantis nos Estados Unidos e já tem alguns adeptos no Brasil é a decoração com balões sem limitá-los ao fundo da mesa de parabéns. Para copiar a ideia, é simples. Utilizando uma estrutura de acrílico, vidro ou arame, coloque balões em diferentes formatos ou cores “aprisionados” sob o aparato transparente. Como resultado, você vai encontrar uma mesa criativa para acolher doces, salgados e outros enfeites. De acordo com o site da revista Claudia, a mesa de balões dá um toque divertido à composição visual e pode servir tanto como complemento para mesas desconstruídas, como também para base única para as festas.

 

 

Quarta, 21 de Março de 2018 - 08:05

Um clássico com lugar garantido

Um clássico com lugar garantido
Foto: Pinterest

Um clássico da sala de estar, o sofá pode ser encontrado, em raras exceções, em praticamente todas as casas. Seja na sala de estar, na varanda ou em “home theaters, o sofá pode ser considerado a peça mais importante de um ambiente, e escolher bem o móvel pode fazer toda a diferença. De acordo com a designer de interiores Graziella Constantino, o estilo, tecido e a qualidade do sofá podem definir o estilo da sala. No entanto, ainda segundo a designer, ele não precisa ser o principal elemento que vai definir toda a decoração.

 

O sofá deve refletir o estilo de vida dos moradores. A quantidade de pessoas que vivem na casa pode ajudar a definir o tamanho do móvel. Os sofás para salas de estar costumam ser menores se não houver uma TV, para que a circulação do ambiente se dê de uma forma mais fluida, já nos “home theaters, os sofás tendem a ser reclináveis e maiores.

 

Na hora de escolher o melhor modelo, é aconselhado conciliar conforto, beleza e qualidade. De acordo com Graziella, devem ser analisados primeiramente o material com que o móvel foi feito, a sua estrutura e espuma, para depois fazer a análise do modelo que vai se adequar na decoração. Sobre a cor, a designer diz que não existe nenhuma considerada ideal. “Porém as cores mais usadas são para tons claros e neutras, pois o morador pode vir a cansar. Mas a pessoa pode usar capas de outras cores para diversificar o sofá”, sugere.

 

Graziella também ressalta que o material faz toda a diferença na hora da composição. “Um bom estofado pode enobrecer ou deixar um ambiente sem graça e sem o resultado que se deseja”, diz ela. A designer indica que, para um ambiente interno mais leve, seja utilizado o linho, que deixa o ambiente sofisticado e ao mesmo tempo mais natural. Mas se o dono da casa quiser que o sofá seja um móvel marcante, a aposta é no veludo com cores mais fortes como azul marinho e verde oliva, que conseguem dar mais personalidade ao ambiente.

Para salas grandes, dois sofás podem ser demais, apenas um em forma de L pode ser uma boa alternativa para aproveitar o ambiente. Composições que incluem sofás e poltronas também funcionam bem. Em ambientes externos, a estrutura e o tecido precisam ser levados em consideração. As fibras sintéticas e tecidos AquaBloc são os mais apropriados para a área externa, segundo a designer, que ressaltou também que os materiais naturais não devem ser utilizados nesse tipo de ambiente.

Histórico de Conteúdo