Quinta, 06 de Agosto de 2020 - 21:05

Como as empresas podem identificar líderes e salvar negócios

por Iga Bastianelli

Como as empresas podem identificar líderes e salvar negócios

 

Ter liderança certa é fundamental para toda e qualquer empresa, independentemente do seu porte. Afinal, só gestores habilidosos são capazes de conduzir a equipe de maneira eficiente para solucionar problemas, produzir mais e melhor, criar estratégias para identificar as oportunidades de crescimento. A tão falada escassez de talentos ainda existe, e, mesmo na crise, retê-los no novo "normal" também exigirá das empresas investimento para criar um ambiente fértil para gerar líderes autênticos, segundo Janaína Rost, head da TackTMI, consultoria especializada em treinamentos corporativos da multinacional de recursos humanos, Gi Group. 

Um líder autêntico é aquele que conquista a confiança e empatia da sua equipe naturalmente, por sua habilidade de interagir com os funcionários de maneira honesta, para buscar soluções, dividir e conduzir as tarefas. Simplificar ações e processos e otimizar o tempo e as reuniões. Tem capacidade para inspirar e motivar o time para atingir sucesso nos negócios. 

"Esse dom pode ser desenvolvido em diferentes perfis de pessoa e fazer diferença significativa nos resultados da empresa, porém as empresas precisam adotar práticas que estimulem a criatividade e crescimento profissional, a partir do indivíduo", afirma a executiva. 

Como despertar líderes - A geração de líderes requer mais do que oferecer jornadas flexíveis de trabalho, ambiente lúdico, folgas em datas especiais e outros benefícios. Exige uma série de medidas, para que os potenciais líderes sejam desafiados e estimulados. 

Muitas vezes é preciso investir em treinamentos e consultoria para criar condições internas favoráveis para mentes brilhantes. Mas segundo Janaína, as empresa podem dar os primeiros passos para preparar futuros líderes adotando os seguintes princípios: 

- Tenha um propósito claro 
Explore a capacidade de gerenciar, força, valores e paixões dos talentos com potencial de liderança, mas sempre com objetivos bem definidos. 

Assim, antes de delegar a missão a um colaborador questione qual o propósito da liderança, o motivo da escolha desse profissional e se ele tem todas as habilidades e perfil necessários para conduzir bem os trabalhos. 

- Promova autoconhecimento 
Conhecer o verdadeiro "Eu" é essencial para um líder autêntico. Pois, ele precisa saber quais são e como usar seus pontos fortes a seu favor, como trabalhar as suas limitações, como lidar com as emoções e o que o move diante dos desafios do trabalho. 

E você pode desenvolver o autoconhecimento nas pessoas por meio de ações simples, como encorajar o feedback, promover exercícios de avaliação 360 graus, onde todos tenham a oportunidade de avaliar seus pares, gestores e subordinados de forma clara e esclarecedora. 

- Liderança com virtudes 
Um líder deve inspirar e engajar o seu time. Para isso, é preciso construir uma imagem de confiança com atitudes éticas e transparentes. 

Mostre claramente as virtudes de um autêntico líder com política e decisões sempre pautadas em honestidade, compaixão, justiça e coragem. 

Enfatize a importância de manter o foco, a disciplina e visão em todas as etapas do processo para se obter bons resultados. 

- Mostre paixão 
Realize ações que estimulem as pessoas a se comunicar com os superiores para fazer perguntas, trocar experiências e compartilhar descobertas. Com isso, você poderá despertar interesse genuíno e estimular a atenção aos detalhes do indivíduo. 

- Escuta ativa 
Oriente os funcionários e líderes atuais a evitar interrupções quando alguma ideia está sendo exposta. Estimule os a ficarem atentos e se envolverem com o ponto de vista dos outros. Escutar é ouvir o que se diz além das entrelinhas. 

Agosto Dourado: maternidade promove mesa redonda virtual sobre amamentação 

Por acreditar na relevância do tema e na necessidade do constante debate em torno do assunto, a maternidade Pro Matre reforça suas ações em apoio à amamentação durante o Agosto Dourado, mês de promoção ao aleitamento materno, e promoverá nesta quinta-feira, 6 de agosto de 2020, às 17 horas, sua 5ª Mesa Redonda com influenciadoras mães e especialistas da Maternidade para trocar experiências e tirar dúvidas sobre amamentação. O encontro aberto ao público será em formato virtual este ano, seguindo as muitas adaptações que a sociedade está vivenciando no período da pandemia e recomendações de distanciamento social até que todos possam estar juntos de novo. 

A mediação desse encontro virtual, que acontece na Semana Mundial do Aleitamento Materno (1 a 7 de agosto), será realizada pela pediatra neonatologista e coordenadora do Berçário da Pro Matre Paulista, a Dra. Mônica Carceles Fráguas, que falará sobre a importância da amamentação e as principais dificuldades neste período tão especial na vida da mãe e do bebê. O encontro contará, ainda, com a participação da enfermeira especialista em amamentação da Pro Matre, Silvia Teixeira. 

Para a Dra. Mônica Carceles, este tipo de bate-papo, no qual as mães têm a possibilidade de compartilhar suas experiências, medos e inseguranças, é extremamente importante para que sintam que sempre há uma rede de apoio, mesmo diante deste momento de isolamento social que estamos vivendo, e que pode ajudá-las para que o processo da amamentação seja o mais natural possível. "A importância de entender que cada dia é um novo aprendizado e cada mãe tem sempre algo a ensinar às outras é essencial e contribui para que sintam-se encorajadas no desafio da amamentação", afirma a Dra. Monica. 

A apresentadora Titi Muller, uma das participantes da Mesa Redonda, contará os desafios do aleitamento materno de seu primeiro filho, o apoio do marido nesse processo, além da adaptação e ajustes da nova rotina do casal para que a vivência da amamentação seja a mais tranquila possível e diminua a autocobrança, já que tem conhecimento que nem todas as mulheres recebem o estímulo e apoio necessário nessa fase. 

Também entre as participantes da Mesa estará a influenciadora Karina Milanesi para falar sobre a experiência do aleitamento materno com a segunda filha e o que mudou em relação à amamentação com primogênita. Já a Ketly Vieira participará da conversa contando sobre a experiência com o nascimento da sua primeira filha e a amamentação totalmente possível, independentemente do fato dela ser uma mulher cadeirante, com necessidades especiais de mobilidade. A Mesa Redonda compõe parte das ações da Pro Matre Paulista em prol da amamentação, desempenhadas ao longo de todo o ano por todos os profissionais da Maternidade. 

Procon-BA divulga orientações para retomada das atividades nas academias

 

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) divulgou nesta segunda-feira (03) orientações sobre a relação dos consumidores e academias, que terão atividades permitidas quando a fase 2 da retomada econômica for ativada pela Prefeitura de Salvador.

 

As academias estão no grupo que retomarão as atividades quando a taxa de ocupação das UTI's atingir 70% por cinco dias na capital baiana.

 

A partir desta segunda-feira (03), as academias terão que disponibilizar canal oficial como telefone ou e-mail, para os consumidores tirarem dúvidas e resolverem questões pendentes, além de serem informados sobre as projeções para a retomada das atividades. O objetivo é agilizar a solução de conflitos e questões na relação com os consumidores.

 

"No início da pandemia, trabalhamos com a OAB-BA e o CREF para orientar os consumidores e garantir a preservação dos seus direitos. Neste novo momento, tentamos nos antecipar aos possíveis problemas que possam existir com a retomada da atividade, ou mesmo a opção em cancelar o contrato", explica o superintendente do Procon-BA, Filipe Vieira.

 

Após reunião com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Livre do Estado da Bahia (Sindlivre), o órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) solicitou que às academias que priorizem os casos encaminhados pelo Procon-BA, com prazo específico de respostas de 10 dias.

 

O Procon-BA também encaminhará ao sindicato a lista das academias com mais demandas registradas no órgão de defesa do consumidor baiano.

Domingo, 02 de Agosto de 2020 - 10:05

Mercado de Luxo: empresária baiana acredita no luxo acessível e na economia circular

por Iga Bastianelli

Mercado de Luxo: empresária baiana acredita no luxo acessível e na economia circular

 

O empreendedor brasileiro passa por desafios diários e riscos enormes para gerir um negócio, entre eles o pagamento de taxas e inúmeros impostos, e apesar de gerar centenas e até milhares de empregos muitas vezes é visto como um vilão. Mas o principal dos desafios é conseguir alinhar seu projeto, seu ideal, que não deve ser apenas baseado em metas numéricas e sim ter uma causa que o impulsione, um propósito! É nisso que acredita a empresária Paula Frank que começou a trabalhar aos 17 anos. Apesar das dificuldades que a pandemia impõe hoje ao comércio, ela continua tendo um olhar positivo e acredita que a crise mundial do Covid-19 irá incentivar a sustentabilidade, o uso compartilhado e o consumo inteligente.

 

“Meu primeiro grande obstáculo foi o dinheiro, não tive quem me ajudasse no início e nem investidor, fui com a cara e a coragem! “Acredito muito na força do meu trabalho, no amor e energia que coloco no que faço”, disse ela. A marca Paula Frank surgiu há 14 anos, mas Paula já tem 19 anos de experiência no varejo. O propósito dela está bem definido desde o início: tornar o Luxo Acessível. Não é à toa que os serviços idealizados pela marca Paula Frank, já há algum tempo, estão completamente alinhados com o momento que o mundo enfrenta. A moda vem se mostrando cada vez mais sustentável e baseada na economia circular. Além de vender bolsas de luxo seminovas e incentivar o uso compartilhado, Paula é representante autorizada da marca americana Coach e também lançou a própria marca de bolsas e acessórios. 

Clube das Bolsas

Ela identificou a oportunidade de vender bolsas seminovas, observando que muitas mulheres enjoavam das bolsas que tinham e daí surgiu a idéia de tornar o luxo acessível. “As mulheres e minhas amigas trocavam muito de bolsas, pegavam emprestada uma da outra, então passei a ouvir muito e ficar atenta às necessidades, tive um insight e criei o serviço chamado Clube das Bolsas! Que hoje continua um sucesso!”, comemora ela.

Nesse Clube cerca de 150 mulheres tem acesso a um enorme acervo de bolsas multimarcas: Chanel, Gucci, Prada, MiuMiu, YSL, Fendi, Louis Vuitton, Versace, entre outras. A cada quinze dias as associadas podem trocar de bolsas e assim experimentar diversos modelos, e perceber a que melhor atende às suas necessidades. Isso evita a compra por impulso e possíveis arrependimentos. Outra vantagem é que ao final da assinatura, caso queira, a cliente pode adquirir a própria bolsa com atrativos descontos.

 

"Chance to Change"

Outro serviço importante criado por Paula Frank é o “Chance to Change”, é mais um exemplo da preocupação da marca com a sustentabilidade, com a prática da economia circular. “Este serviço que disponibilizamos é uma tendência de consumo muito forte. A cliente traz sua bolsa, colocamos à venda e com o crédito gerado ela pode comprar outra bolsa ou receber o valor acertado”, explicou Paula Frank.

 

A primeira loja da marca Paula Frank foi aberta no Mundo Plaza e depois passou para uma loja na Bahia Marina. A empresária também teve um espaços em diversas lojas e todo verão a marca participava do projeto do joalheiro Carlinhos Rodeiro. Mas há quase 4 anos a loja Paula Frank funciona exclusivamente no shopping Barra. “Este espaço é onde recebo as amigas, conversamos, interagimos e fazemos negócios, escolhas e compras inteligentes. Acostumada a uma clientela exigente, Paula faz questão de estar no “front” da Loja. “Amo meu espaço, minha equipe, formamos uma grande família, passo o dia todo voltada para meu negócio e para minha empresa”, disse ela.

 

Segundo a empresária baiana mesmo após a pandemia as pessoas vão continuar gostando do que é luxuoso, pois qualidade superior significa investir em algo que não se perde, que tem garantia e durabilidade. Para ela a crise vai abrir o entendimento das pessoas que ainda resistiam sobre as vantagens do uso compartilhado e em aceitar que a forma de consumir mudou.

@paulafrankimport

 

Dia do orgasmo: descubra o que é mais importante para o brasileiro na Hora H 

 

Sabia que para 52% dos brasileiros uma boa música é mais importante do que beber vinho (37%) ou vestir uma lingerie especial (37%) na hora H? Isso foi o que revelou a pesquisa encomendada pela Deezer, plataforma global de streaming, feita em parceria com a especialista internacional em sexo, Tracey Cox*. 
 

Nesta sexta-feira, 31 de julho, comemora-se o dia do orgasmo e um outro dado curioso destacado pela pesquisa é de que 92,3% dos brasileiros consideram que a música durante o sexo pode melhorar sua performance - provando que sexo vai muito além do contato físico, o importante é a experiência completa. 
 

O estudo também revela que o ritmo da música é o fator principal (60%) para melhorar a performance sexual, seguido de melodia (45%) e batidas por minuto (33%). Tracey Cox comenta que "neurocientistas descobriram que a maioria das pessoas responde mais a uma batida quando é tocada por instrumentos mais graves. Fisiologicamente, os corpos das pessoas gostam de sons graves profundos, que, se alto o suficiente, também produz vibração, tornando-o poderosamente excitante". 
 

Outro dado, esse descoberto durante o isolamento em uma pesquisa realizada em abril deste ano com mais de 11 mil pessoas por 8 países do mundo, é que 43% dos brasileiros usam música para criar um clima romântico com seu parceiro durante a quarentena. 
 

Então, pensando em apimentar a relação dos casais, queremos ajudar com a trilha sonora perfeita: se você faz parte do time dos dedicados, corre e monte sua playlist. Se gosta de apenas dar o play, preparamos a playlist "Pra Fazer Amor" que já vem com uma seleção exclusiva de músicas que prometem garantir muito prazer, basta apenas um clique. 
 

*Tracey Jane Cox é autora e colunista inglesa de não ficção, especializada em livros sobre namoro, sexo e relacionamentos. 

Quinta, 30 de Julho de 2020 - 10:05

Agarrando as oportunidades com profissionalismo!

por Iga Bastianelli

Agarrando as oportunidades com profissionalismo!
 

“A vida deve ser encarada como uma busca pela evoluc?a?o e superac?a?o. Dificuldades sa?o rotineiras e quem na?o têm? A diferenc?a e? a maneira como lidamos com os problemas. Uns se abatem e caem na vala dos murmuradores, outros se motivam e agem, concretizando seus objetivos e atingindo o sucesso em diversas a?reas da vida”, falou Mariana Paranhos que vem realizando o sonho de empreender na área que ama.

 

Com esta certeza ela define a forma que enfrenta os desafios. Mariana Paranhos tem um “Studio de Nails Design”, localizado em Villas do Atlântico. Além de designer, ela é instrutora máster de diversas outras técnicas. É também juíza de arena em competições pela Nail Cup e formada pelo SIFI - Sistema Internacional de Formação de Instrutores, e tem certificações internacionais da Itália, México e Espanha. Recentemente acabou de lançar o Nails Express um serviço novo com hora marcada onde a cliente poderá fazer a extensão de unha escolhendo qualquer uma das técnicas: gel, fibra ou acrílico com valor reduzido e acessível, o objetivo é democratizar o atendimento.

 

A vida profissional de Mariana começou na área de Pedagogia, quando atuava como cabeleireira, até conhecer e se apaixonar pela arte de extensões das unhas. Na verdade, quando morou em Portugal costumava fazer essas extensões como cliente. Ao voltar para o Brasil não encontrava com facilidade quem fizesse as manutenções ou dominasse bem as técnicas, então decidiu largar tudo e se dedicar exclusivamente a esta área que tinha grande potencial de crescimento! “Entrei com tudo e o mundo “nails” é a minha paixão, amo o que faço e há 4 anos faço com dedicação exclusiva”, disse Mariana.

 

Depois que fez o primeiro curso ela não parou mais, no total Mariana tem 39 certificações. Não satisfeita apenas com os cursos no Brasil,  começou a viajar em busca de conhecimento e quanto mais aprendia mais tinha vontade de trazer esse conhecimento para o mercado de Salvador. “Não queria esse conhecimento só pra mim e foi aí que eu comecei a convidar outras profissionais másters para ministrar cursos. Iniciei nesta área de cursos como organizadora de eventos de “nails” e hoje já me tornei uma instrutora master”, revelou Mariana.

 

Mariana não foi umas das primeiras a trabalhar com extensões de unhas, mas foi uma das responsáveis por trazer profissionais de fora para compartilhar o conhecimento em Salvador e Lauro de Freitas. “O resultado desta ação é que muitas alunas se tornaram “Nails” profissionais, entrando na área e encontrando uma nova profissão, sou m uito grata a Deus pelas conquistas em minha vida e meu propósito é também contribuir na formação de mais mulheres”, contou Mariana.

 

Além do stúdio onde atende diversas clientes com hora marcada, o que Mariana mais adora fazer é ministrar cursos, dentre eles: acrílico, gel, fibra de vidro, pasta acrílica para os níveis: iniciante, intermediário e avançado. Segundo ela qualquer pessoa pode fazer o curso e não precisa entender sobre unhas, não precisa ser manicure para se tornar uma “nail designer” de sucesso. “Depois dos cursos as pessoas já podem começar a trabalhar na área”, garante Mariana que já tem a agenda on line fechada para este mês.

 Médica anestesista alivia a dor por meio de lives musicais

 

“Quem canta seus males espanta”, diz-se popularmente. Ou pelo menos traz alento ao coração de quem admira boa música, principalmente em tempos em que as notícias não soam tão positivas. É o que Rosa Avilla promove dentro e fora dos hospitais onde atua há 31 anos. Como uma soprano, mescla músicas eruditas e populares. As lives musicais ocorrem todos os sábados, às 21h,  em sua página oficial do Facebook e Instagram.

 

Mas nem sempre foi assim. A médica esperou longos anos para estrear nos palcos. No entanto, em um ano e quatro meses já lançou 25 videoclipes, promoveu 16 shows e mais de 20 lives. Incentivada pelos vizinhos, Rosa Avilla, realizou seu primeiro show em março deste ano, na varanda de seu apartamento em São Paulo, com as janelas abertas e vizinhos nas suas respectivas sacadas. Depois disso, não parou mais.

 

“Desde março, tenho recebido incontáveis mensagens de agradecimento dos meus amigos e seguidores pelos momentos de abstração e paz que recebem por meio da música que divido com eles. Como cantora, estou me saindo uma excelente anestesista, porque consigo aliviar a dor e tensão deste momento tão difícil!”, revela a cantora que perdeu dois colegas médicos e um amigo para  o Covid-19.

 

Ao lado do maestro, compositor  e  produtor musical , o pianista David Pasqua, Rosa Avilla interpreta canções de autoria do musicista, muitas delas vertidas para o italiano.  Clássicos do jazz, MPB também compõem o repertório elegante e versátil, como ela mesma classifica. “David tem sido meu mentor e tem dado asas ao meu ecletismo, sobretudo ao resgate de canções da língua italiana, de nossos ascendentes imigrantes. Além disso, a música está ganhando um espaço muito grande nos meus dias, e é difícil resistir a ela , pois tem aflorado emoções que jamais pensei provocar e sentir: promover o bem-estar de modo natural e orgânico, anestesiando somente as sensações negativas”, pondera a médica-cantora.

Terça, 28 de Julho de 2020 - 21:05

Como gerenciar bem o seu tempo?

Como gerenciar bem o seu tempo?

 

O tempo é um dos bens mais valiosos. É perecível e impossível de ser recuperado. O que passou, passou. Apesar de implacável, se souber onde empregá-lo, pode ser o maior aliado. Erika Linhares, executiva especializada em soft skills, pedagoga e palestrante revela algumas dicas. Veja abaixo.


De acordo com Erika, muitas pessoas acabam gastando um tempo enorme mexendo, por exemplo, em coisas irrelevantes nas redes sociais. O Brasil é o segundo país no mundo onde as pessoas passam mais tempo nas redes. A média do ano de 2019 foi de 225 minutos. As Filipinas, em primeiro lugar, tiveram a média de 241 minutos, enquanto no Japão a média foi de apenas 45 minutos. 

Sera que estamos aproveitando o tempo de forma útil? 


1 - Seja produtivo. De acordo com estudo do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, de 1981 a 2018, ou seja, no período de 30 anos, a produtividade no Brasil avançou apenas 0,4%, dado que mostra que o país é um dos menos produtivos do mundo. Faça de tudo para não estar nessa estatística. Não veja o tempo passar na sua frente. O importante é se mexer, ser útil, não ficar parado. Quando não nos sentimos úteis, não ficamos satisfeitos nem felizes com nós mesmos. 

2 - Cultive a sanidade mental. De nada adianta ter dinheiro se não tiver saúde. Portanto, cuide de si mesmo. Durma bem, faça atividade física, se alimente bem e tente meditar. Não fique parado. 

Um outro estudo da Leeds Metropolitan University mostrou que os benefícios do exercício físico ajudam não só a ter um corpo saudável, mas também aumentam a produtividade no trabalho. Os pesquisadores descobriram que, nos dias em que os profissionais fizeram aquela visita à academia, a performance no trabalho também aumentou. Eles disseram se sentir mais efetivos, ter melhores interações com os colegas e, o mais importante, ainda mais satisfeitos ao final do dia de trabalho. 

3 - Cuide dos relacionamentos pessoais. Somos seres sociais e precisamos uns dos outros. Vivemos em sociedade e precisamos nutrir laços. Ninguém faz nada sozinho. Segundo pesquisa publicada pela Universidade de Oxford, dançar, cantar e trabalhar em equipe são atividades que melhoram, por meio de um aumento nas endorfinas, a união social e tolerância a dores. 

4 - Não se distraia com coisas que não são relevantes. Evite distrações com atividades que não farão com que você se sinta satisfeito e feliz no fim do dia. Muitas pessoas reclamam que não têm tempo para nada, mas, na verdade, tempo é prioridade. Será que não é possível reservar apenas 20 minutinhos do dia para fazer alguma atividade física? Segundo cientistas do Departamento de Saúde de Taiwan, é possível reduzir em 14% a incidência de todos os tipos de doenças não genéticas associadas com o sedentarismo fazendo exercícios apenas por 15 minutos por dia. Repense se não consegue mesmo e não se distraia com o que não te faz feliz. 

Grupo falso usa nome e marca do Bahia Notícias no WhatsApp; veja canais oficiais
Foto: Reprodução/ Redes sociais

Um grupo de WhatsApp simula ser administrado pelo Bahia Notícias e pode confundir leitores. O uso ilegal da marca foi identificado por um leitor habitual, que notou que o conteúdo reproduzido não condiz com o padrão do site. O BN alerta aos leitores que utiliza apenas o formato de lista de transmissão no WhatsApp (veja aqui) e lançou recentemente um canal no Telegram (veja aqui). Em ambos os aplicativos de mensagens instantâneas, apenas links do próprio site são remetidos.

 

“Tentamos contato com o número que aparece como administrador do grupo, que tem deputados federais e estaduais entre os membros, solicitando a remoção da logo e do nome do Bahia Notícias, porém a chamada não completava. Como é possível a associação do site a um eventual golpe, preferimos alertar nossos leitores para o risco de participar de um grupo não oficial do nosso portal”, destaca o diretor-executivo do site, Ricardo Luzbel.

 

Nossos canais oficiais de comunicação estão disponíveis no próprio Bahia Notícias e também em redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter. Mensagens encaminhadas por aplicativos têm origem apenas no WhatsApp do site: (71) 99676-0059.

Pesquisa revela que 49% das mulheres nordestinas sonham em abrir seu próprio negócio

Pesquisa de Empreendedorismo Feminino encomendada pela Herbalife Nutrition e conduzida pela OnePoll constatou que 72% das mulheres querem abrir seu próprio negócio e começar a empreender. Foram ouvidas 9 mil mulheres ao redor do mundo, sendo 500 no Brasil todo. Das brasileiras, 20% das respondentes moram na região Nordeste e, entre elas, 49% disseram que têm o desejo de abrir seus próprios negócios. 24% delas, inclusive, já têm um negócio e gostariam de abrir outro. 
 

De acordo com os dados registrados, 63% das nordestinas têm como principal motivação para empreender a vontade de se tornar sua própria chefe. Outro fator motivador para 44% das entrevistadas é a possibilidade de ter mais flexibilidade em seu trabalho, já que 48% delas dizem ter adiado a ideia de ter filhos porque pensaram que isso afetaria negativamente sua carreira. 
 

A pesquisa revelou ainda que 61% das nordestinas gostariam de iniciar um negócio devido ao tratamento injusto em experiências anteriores em empresas. Os resultados do levantamento mostram uma percepção de diferença de tratamento entre os gêneros: 52% das entrevistadas afirmaram acreditar não existir uma equiparação salarial com os homens e 45%, ter menos oportunidades de promoção. 
 

 

Conheça 8 projetos de estudantes que refletem sobre a questão de gênero e raça

 

 

Para o Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, celebrado hoje 25 de julho, o programa Criativos da Escola, do Instituto Alana, apresenta projetos transformadores de estudantes que estão valorizando a cultura e a história negra, além de discutir sobre o racismo. As iniciativas foram desenvolvidas por jovens do ensino fundamental ou médio e promoveram reflexões sobre a luta que as mulheres negras enfrentam no dia a dia e sobre o preconceito duplo que sofrem, de gênero e de raça. 
 

A data foi criada em 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas e é considerada um marco na luta das mulheres negras em todo o mundo. No Brasil, o dia foi oficialmente reconhecido em 2014, por meio da Lei nº 12.987/2014 e, desde então, o país celebra o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. Tereza foi líder do Quilombo de Quariterê, no Mato Grosso, no século 18. 

 Um desses projetos foi realizado por alunas do Centro Educacional Antônio Honorato, em Casa Nova (BA), que levou o nome de "Empoderamento da Mulher Negra". A iniciativa tem por objetivo colaborar com o fim do preconceito racial e de gênero na comunidade, principalmente no que diz respeito às mulheres afro-brasileiras. A ação foi um dos destaques do Desafio Criativos da Escola de 2018. 

A ideia nasceu durante a atividade escolar Educação Patrimonial e Artística (EPA), que incentiva a observação do território e sua história. Após pesquisarem sobre a opressão que a população negra ainda está exposta (principalmente as mulheres) e sobre a "ditadura da beleza" - que difunde valores estéticos que apagam os traços negros - as garotas entenderam que seria necessário trabalhar a autoestima dessas pessoas para mudar a situação. 

Organizaram atividades como desfiles, palestras e oficinas de turbantes e realizaram também ensaios fotográficos com as próprias alunas e com mulheres negras da região. Atualmente, o projeto segue ativo e impactando muitas estudantes. Os registros fotográficos, inclusive, garantiram às jovens o primeiro lugar no concurso do EPA, realizado nas cidades de Casa Nova e Juazeiro. Para contribuir ainda mais com o fim do preconceito, elas pretendem produzir um clipe que unirá a beleza das mulheres negras com a temática sobre o local onde vivem, o sertão baiano. 

Movimentos Meninas Crespas 
 

As jovens de Porto Alegre (RS) se reuniram em um grupo para promover atividades dentro e fora da escola. O coletivo realizou trocas de experiências que visavam à valorização da estética e do cabelo crespo para resgatar a identidade afro-brasileira e o poder do feminino, além de celebrar a ancestralidade negra. Além disso, foram propostos debates em forma de roda de conversa para contextualizar situações, analisar fatos e debater assuntos relacionados à população negra. Com o tempo, as famílias das estudantes também começaram a participar das oficinas e rodas propostas pelo coletivo. 
 

Além dos debates, o grupo ofereceu oficinas, entre elas a de dança afro que se tornou apresentação em eventos do bairro. O coletivo criou, ainda, uma biblioteca comunitária e afrocentrada por meio de campanhas de arrecadação de livros sobre a negritude, a fim de que a comunidade pudesse conhecer mais a história negra. E, agora, as adolescentes iniciaram as gravações para o documentário que contará a história do projeto. 
 

Conheça abaixo outros quatro projetos protagonizados meninas negras que abordam a valorização da mulher negra na sociedade. As iniciativas também foram destaque na última edição do Desafio Criativos da Escola: 
 

Além dos Genes: fortalecendo as culturas negras: depois de mapear se a autodeclaração da raça dos moradores correspondia aos dados oficiais, alunas de Cascavel (CE) criam projeto para valorizar e fortalecer a identidade e a cultura negra no município. Focadas, especialmente, na comunidade quilombola da BICA, as jovens promoveram debates sobre a questão racial na comunidade e oficinas para resgatar a cultura local. 

Além dessa iniciativa, o Criativos da Escola lista mais sete casos protagonizados por crianças e jovens que abordam a valorização das mulheres e que também foram destaque nas premiações do Desafio: 

Dice: por meio da literatura de cordel, estudantes de Cascavel (CE) se aproximam da comunidade para falar sobre a questão de gênero. 

E se fosse com vc?: estudantes de Sapiranga (RS) criaram um clube feminista para discutir violências sofridas pelas mulheres e como combatê-las. 

Elas por Elas: alunas de Venâncio (RS) criam áudio-livro e falam sobre feminismo com crianças. 

Lugar de mulher é onde ela quiser: estudantes do Rio de Janeiro (RJ) utilizam a arte para educar a comunidade escolar sobre os direitos das mulheres.  

Em breve - inscrições para o Desafio 2020 

Você conhece um projeto protagonizado por crianças e jovens que está transformando a escola ou a comunidade? Então, prepare-se para compartilhar: em breve começam as inscrições para a 6ª edição do Desafio Criativos da Escola. Em 2019, a premiação recebeu 1.443 projetos de todos os estados do Brasil. É possível conhecer as histórias dessas iniciativas nas redes sócias do programa e em seu site.

 

Sobre o Instituto Alana 

O Instituto Alana uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão "honrar a criança". 

3 iniciativas para ajudar pequenos empreendedores na pandemia


As pequenas empresas são um grande motor da economia do país. Hoje o Brasil conta com mais de 18 milhões de empresas ativas, sendo quase 7 milhões micro e pequenas empresas e mais de 10 milhões são MEIs. Apesar de representarem uma grande parte do comércio do país, as PMEs foram as mais atingidas pela crise causada pelo novo coronavírus. Pensando nisso, algumas empresas que oferecem serviços exclusivamente para esse público, aceleraram ainda mais nesse período com o objetivo de ajudar em larga escala as pequenas empresas. 

É o caso do Easymei que chega ao mercado em meio a um cenário econômico favorável à criação de novos cadastros de MEI. Com as altas taxas de desemprego e a economia abalando todos os negócios no país, a plataforma chega ao mercado com o objetivo de auxiliar na abertura e gestão dos microempreendedores. "O momento da economia é delicado e a formalização como MEI é a saída que muitos brasileiros estão encontrando para continuarem economicamente ativos. Como ajuda a esses empreendedores, os primeiros 6 meses de utilização do aplicativo são gratuitos, bem como alguns serviços, como cadastro de clientes, contas bancárias, geração de recibo, nota fiscal eletrônica, guia DAS, controle de recebimentos e pagamentos e também relatórios mensais e anuais. Depois disso, o valor mensal passa a ser R$5,00", explica Alexandre de Carvalho, fundador da empresa e contador há mais de 15 anos. 

Para a Bizcapital fintech que concede crédito para micro e pequenas empresas, é inegável que o impacto para esse tipo de negócio é muito maior e mexe com um mercado que alcança diversas camadas da sociedade. Afinal, as pequenas companhias são as que mais geram postos de trabalho no Brasil com carteira assinada, somando 54% dos empregos formais do país. Por isso, a fintech estabeleceu prazo para pagar o empréstimo em 24 meses e concedeu duas opções de carência durante a pandemia, entendendo o cenário de crise enfrentado pelas empresas. " É importante entendermos o quão fundamental são os pequenos negócios para o país, dessa forma conseguimos ajudar para que eles se mantenham" analisa Francisco Ferreira, sócio-fundador da BizCapital. 

Com o intuito de fomentar os negócios de pequenos e médios empreendedores, o Elo7 marketplace de produtos criativos do país, abre espaço para que PMEs exponham suas mercadorias gratuitamente, e se conectem a possíveis consumidores. A plataforma conta com 130 mil vendedores ativos, vendedores estes que, já ao se cadastrar, recebem um guia de como criar um layout atrativo para sua loja. Além disso, o site compartilha dicas frequentes sobre estratégia spara redes sociais - levando em conta as datas comemorativas -, e dicas para vender mais nessas datas especiais - como no dia dos pais, por exemplo. E, para fortalecer ainda mais o elo entre lojistas, colaboradores da plataforma, e compradores, o Elo7 criou a campanha #façasuaparte, convidando seus clientes a repensarem o consumo e priorizarem a compra de produtos comercializados dentro do marketplace. Carlos Curioni, CEO do Elo7, afirma que " Não só os incentivamos, mas também geramos um fluxo de consumo que ajuda a alavancar também a economia, visto que, neste momento, precisamos focar no apoio mútuo e na busca por soluções".

Terça, 21 de Julho de 2020 - 20:05

Coletiva de Imprensa Virtual: um olhar para o Glaucoma no Brasil

por Iga Bastianelli

Coletiva de Imprensa Virtual: um olhar para o Glaucoma no Brasil

 

O Bahia Notícias Mulher participou hoje de uma coletiva de imprensa virtual por meio da plataforma Zoom promovida pela Sociedade Brasileira de Glaucoma e o laboratório Pfizer. O evento on line  apresentou o resultados da pesquisa: “um olhar para o glaucoma no Brasil”, aplicada pelo IBOPE Inteligência a 2,7 mil internautas brasileiros, a partir dos 18 anos de idade, em diferentes regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia, Ceará e Pernambuco. Os resultados apontam que grande parte da sociedade brasileira não está ciente sobre a importância da frequência às consultas ao oftalmologista, sabe pouco sobre o glaucoma e desconhece seu risco de cegueira. Essas são algumas das conclusões da pesquisa.

 

A iniciativa contempla também o lançamento da campanha de conscientização “Não perca seu mundo de vista, tenha um novo olhar para o glaucoma”conduzida pela Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) e pelo laboratório Pfizer. “Confirmar o quanto existe de desinformação sobre o glaucoma é muito preocupante. Mais da metade dos entrevistados não sabe que é a maior causa de cegueira irreversível e 41% não conhece a doença que atinge diversos grupos da população. Além disso, segundo dados do IBGE, a deficiência visual mostrou-se a mais frequente no Brasil, atingindo aproximadamente 7,2 milhões de pessoas”, afirma Luiz Fernando Vieira, gerente médico do laboratório.

 

Glaucoma e grupos de risco

Estatísticas fornecidas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) mostram que o glaucoma é a segunda causa de cegueira no mundo, ficando atrás apenas da catarata. Entretanto, representa um desafio maior para a saúde pública do que a catarata, porque a cegueira causada pelo glaucoma é irreversível. A pesquisa revela ainda uma forte desinformação a respeito da patologia. Mais da metade (53%) desconhece que a doença possui a maior probabilidade de um quadro de cegueira irreversível e 41% sequer sabem o que é glaucoma, chegando a 53% dos jovens de 18 a 24 anos (ante 71% entre os com 55 anos ou mais) e 44% do público masculino entrevistado (contra 38% das mulheres).

 

A estimativa é que de 2 a 3% da população brasileira acima de 40 anos possam ter a doença, o que representa cerca de 1,5 milhão de pessoas. Além de existir a maior chance de desenvolvimento em pessoas com casos na família, afrodescendentes e pacientes com pressão intraocular elevada. O levantamento revela que quase metade (47%) acreditava ser um mito ou desconheciam a relação com a hereditariedade. Além disso, 90% não associavam a patologia com a afrodescendência, sendo que a porcentagem se mantém elevada entre os pretos e pardos entrevistados (86%).

 

“As fases dentro dos tipos de glaucoma – aberto ou fechado – são muitas vezes assintomáticas e os pacientes muitas vezes buscam o tratamento em uma fase já bastante adiantada da doença. Uma vez que a visão foi perdida, ela não pode ser restaurada”, relata o mestre e doutor em Oftalmologia, Augusto Paranhos Junior, presidente da Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG). A OMS aponta que se houvesse um número maior de ações efetivas de prevenção e/ou tratamento, 80% dos casos de cegueira poderiam ser prevenidos ou curados.

 

Consulta com Oftalmologista

Outro ponto revelado pela pesquisa e que preocupa especialistas é sobre a frequência que com que vão ao especialista, 10% dos entrevistados assumiram que nunca foram e 25% disseram que raramente, apenas quando sentem algum incômodo nos olhos. Destaque para as faixas etárias mais jovens: um a cada cinco relatou nunca ter ido ao oftalmologista (21%) e 10% foram uma única vez na vida. Embora a maioria (73%) dos que têm 55 anos ou mais - público que deveria ter uma preocupação ainda maior com desenvolvimento de doenças oculares -, visite o oftalmologista uma vez ou mais por ano, a pesquisa mostra que 1 em cada 4 deles não possui uma rotina de visitas ao oftalmologista.

 

Alguns dados também chamam a atenção regionalmente: 18% dos internautas baianos e proporção idêntica de catarinenses aguardam sentir algum incômodo para agendamento médico, 33% dos cearenses acreditam que a consulta deve ocorrer após começar a usar óculos e 32% dos catarinenses apenas quando percebe alguma perda de visão.

Tecnologia em tempos de quarentena: como se aproximar dos colaboradores?

Antes de entrarmos em um cenário atípico como o isolamento e distanciamento social, há quem dizia que a tecnologia afastava os ciclos sociais e o convívio entre as pessoas. Porém, mediante a um cenário totalmente diferente do que todos estavam habituados, ela foi a responsável em aproximar e auxiliar a população, principalmente às empresas, que precisaram se reinventar e se adaptar dia após dia. 

Para Mônica Schimenes, CEO da MCM Brand Group, a tecnologia mudou a forma como as pessoas se relacionam e, consequentemente, como pensam a respeito do tema. "Para muitas empresas o trabalho remoto era algo ainda distante e acabou se transformando cotidiano para diversas delas. Mas, para que tudo isso fosse possível, todos passaram por um turbilhão de emoções, levando em consideração que a realidade dentro da casa de cada pessoa é única", comenta a empresária. 
 

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Cushman & Wakefield, 73,8% das empresas multinacionais que atuam no Brasil pretendem adotar o home office como prática definitiva no país. Este dado afirma o quanto a tecnologia e a nova maneira de se relacionar com os colaboradores, com um olhar mais humano e acolhedor, pode ser benéfica e positiva para os negócios. Essa mesma pesquisa afirma que para 25,4% dos executivos, a experiência do teletrabalho foi positiva, enquanto outros 59% perceberam mais pontos positivos do que negativos. "Todas essas mudanças que vêm ocorrendo em 2020 trazem valor tanto para as empresas, quanto para a vida das pessoas, impactando diretamente no desenvolvimento pessoal e profissional de todos. Com isso, vemos - inclusive - que nunca foi tão importante se atualizar, aprender e ensinar. Esse processo todo de transformação tem o seu lado doloroso e sabemos disso, mas sem esforço não há conquistas", destaca Schimenes. 
 

Entretanto, com tamanha liberdade que a tecnologia traz, as companhias precisam ser cautelosas e assumir um papel de persona, tanto nas suas interações, como em suas linguagens e horários. Essa adequação será essencial a todas as marcas que querem permanecer no mercado, principalmente com a nova proposta de reformulação do B2B e B2C para H2H - conhecido como humanos para humanos -, onde a tecnologia entra como uma ferramenta essencial aos envolvidos. 

 

Vivemos, atualmente, na era do antropoceno - onde o ser humano é o foco do negócio - e a tecnologia vai continuar avançando ao passo que as pessoas consigam desenvolver seus comportamentos e atitudes. Para isso, é importante quantificar e analisar toda a efetividade de competências humanas, mais conhecidas como soft skills. Desta maneira, será possível medir a produtividade de cada nova ação implementada e como cada colaborador tem se sentido durante o processo, fazendo com que as empresas possam escolher os melhores modelos de negócios para se adaptar e manter o sucesso. 
 

Mas como implementar esses novos modelos dentro das empresas? 
 

Como citado anteriormente, com a grande expertise da empresa em desenvolver ações com colaboradores, Mônica Schimenes listou algumas dicas de como manter essa nova relação dentro das empresas. Confira abaixo: 
 

• Mudanças: Esteja sempre aberto para elas, pois surgem quando a gente menos espera. 
 

• Prepare novos líderes: Liderança é uma construção baseada em confiança e potencial. 
 

• H2H (human to human): Teste pensar em projetos e processos centrados no ser humano. 
 

• Empatia: Item essencial no dia a dia. Seja empático em todas as relações. 

Domingo, 19 de Julho de 2020 - 15:05

"Por Todas Nós" atende mulheres vítimas de agressão

por Iga Bastianelli

 

Com pouco mais de um mês de funcionamento, o projeto multidisciplinar intitulado " Por Todas Nós" já atendeu 19 vítimas de violência doméstica em Salvador e no interior do estado, gratuitamente. O grupo é formado por advogadas, bacharéis em direito, psicólogas, assistentes sociais e oferece atendimento desde a denúncia na delegacia até o final do processo jurídico, com auxílio psicológico e assistência social.

 

A idealizadora do projeto, advogada Naiaringred Helena Ribas, que já trabalhava em seu escritório de forma gratuita para mulheres vítimas de agressão que não tinham como pagar pelo serviço, contou que sentia a necessidade de ajudar mais pessoas. "Via na mídia o número de casos de agressão contra mulher aumentando e eu me sentia na obrigação de ajudar, então resolvi criar o projeto e hoje já contamos com 30 colaboradoras", afirmou a advogada.

 

Ainda segundo ela, as mulheres procuram o projeto bastante abaladas, na maioria com quadro depressivo por conta das agressões físicas e psicológicas. "O primeiro passo é verificar que tipo de violência ela sofreu, depois partimos para a denúncia e continuamos no processo com os advogados. Em todos os casos perguntamos se ela querem o acompanhamento psicológico e social", ressaltou.

 

Dados disponibilizados pela Secretaria da Segurança Pública mostram que no primeiro semestre de 2020, 46 feminicídios foram registrados em Salvador, Região Metropolitana e Interior do estado.

 

Caso você seja uma vítima de violência doméstica ou conhece alguém que precise da ajuda do projeto Por Todas Nós, basta entrar em contato pela página do Instagram @projeto_portodasnos. O grupo também está em busca de novas colaboradoras para expandir o número de pessoas atendidas.

'Nervos à flor da pele': crianças sentem o impacto psicológico da quarentena

 

O isolamento social, melhor forma de conter a disseminação do novo coronavírus, é também causador de muita tensão na rotina da população diante das incertezas sobre a progressão da Covid-19. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com mais de mil adultos de todo o país, foi registrado aumento de 90% nos casos de depressão; 71% nas crises de ansiedade e 40% de estresse agudo desde o início da quarentena. Esse impacto psicológico ultrapassa barreiras de faixa etária, atingindo em cheio também as crianças, que têm mais dificuldade de assimilar os últimos acontecimentos. A frustração pode ser ainda mais prejudicial para aquelas que lidam com doenças inflamatórias crônicas, como a dermatite atópica (DA), que afeta até 20% das crianças no mundo inteiro. 
 

Sentimentos como estresse e ansiedade são alguns dos fatores desencadeantes das crises de dermatite. "A expressão ‘nervos à flor da pele’ se encaixa muito bem aqui. O estresse libera hormônios que agem no sistema imunológico, gerando inflamações ou potencializando estados inflamatórios já presentes no corpo, podendo desencadear a piora da dermatite atópica", explica o Dr. Roberto Takaoka, médico dermatologista e presidente da Associação de Apoio à Dermatite Atópica (AADA). Portanto, situações nas quais há decepção por não poder ver familiares e amigos, ou por ter que ficar em casa por muito tempo seguido, podem funcionar como gatilhos que aumentam significativamente os sinais e sintomas da DA. 
 

Além de realizar o tratamento adequado da dermatite atópica visando a sua melhora e a prevenção de crises, é preciso que os pais e responsáveis saibam reconhecer e manejar situações potencialmente estressantes para as crianças. "É comum que a criança capte o nervosismo das pessoas e ambientes ao seu redor e internalize o sentimento, que acaba se manifestando na pele com aumento da coceira e das lesões", aponta Dr. Takaoka. 
 

A seguir, compartilhamos algumas dicas que podem auxiliar a diminuir a tensão do dia a dia, entreter os pequenos e também recomendações para aliviar os quadros de DA já agravados pelas ondas de estresse. 
 

Organização do tempo: Aprenda a gerir o tempo e as atividades rotineiras da família. Nesse período é importante manter hábitos regulares como os horários de dormir e acordar, bem como os horários das refeições.
 

Atividade física: dança, ginástica e pular corda são algumas opções para manter as crianças em movimento. Mas lembre-se: momentos de paz também são importantes - a meditação é uma boa forma para ter tranquilidade e trabalhar a reflexão. 
 

Distração com atividades culturais: música, leitura, desenho e origami são atividades lúdicas que ajudam a preencher o dia a dia das crianças, evitando o acúmulo de tédio e ansiedade. 
 

Educação sobre a doença e tratamento contínuo e preventivo: é essencial que tanto os pais quanto a criança se eduquem sobre a dermatite atópica. Com a criança sabendo do que se trata, fica mais fácil lidar com crises. 
 

Apoio psicológico: com a psicoterapia e a participação em grupos de apoio para pacientes, tanto os responsáveis quanto as crianças com DA podem compartilhar dicas e experiências que auxiliam no tratamento. 

Quinta, 16 de Julho de 2020 - 08:05

Decorar com arte: amores emoldurados!

por Iga Bastianelli

Decorar com arte: amores emoldurados!


A Minart é um e-commerce de arte digital reativado recentemente por Marcela Cordier e o namorado Tiago Rios no último mês de abril, em plena pandemia do Covid-19. Ao invés de reclamar das dificuldades geradas pela crise, o casal arregaçou as mangas e entendeu que era o melhor momento para lançar novos produtos que pudessem reforçar sentimentos de união, principalmente neste momento de ausência de afetos físicos. A Minart, que é a simplificação de “minha arte minimalista”, foi criada em 2016 por Tiago Rios que resolveu fazer desenhos sobre os filmes que gostava. Daí surgiu o negócio: imprimir, emoldurar e vender esses desenhos. O e-commerce foi criado naquela época, mas por alguns motivos acabou ficando em segundo plano, até que o início da pandemia motivou o casal a reiniciar as atividades.  

A Minart funciona da seguinte forma: o cliente acessa a galeria de fotos no Instagram (@lojaminart), escolhe uma das linhas de quadros e faz a solicitação do pedido via link da bio ou por direct. “Assim que recebemos a solicitação, entramos em contato para ajustar os detalhes do quadro. Então criamos a arte, passamos para aprovação do cliente e a partir daí damos início à produção. Num prazo de 10 (dez) dias, o cliente já recebe seu Minart em casa”, explicou Marcela.


Oportunidade na crise

E a idéia vem repercutindo muito! Este é um exemplo de que mesmo na crise existem oportunidades. “Avaliamos que nossos clientes amam os nossos produtos. Como já foi dito, nós eternizamos momentos e símbolos, ressignificando-os em forma de arte. Como são artes personalizadas, o cliente recebe justamente aquilo que ele imaginou. As vendas estão a todo vapor!”, analisou o casal.


Os modelos mais pedidos atualmente são Minart Pet e Minart Retrato. O cliente busca materializar um momento junto com quem ama, seja humano ou pet. E esse é o propósito da Minart: extrair o sentimento genuíno que reveste uma foto ou símbolo, dar o toque artístico e eternizá-lo.

Todas as vendas estão acontecendo online. “Soltando um pequeno spoiler... o site oficial já está sendo criado e ajudará ainda mais nas compras, com a possibilidade do cliente visualizar prévias do produto”. Ainda não pensamos na venda para lojas de decoração, mas estamos abertos a negociações, disse Tiago.

Casal empreendedor

A Minart foi criada de forma intuitiva. Marcela Cordier tem 25 anos, é formada em Engenharia Civil e Design de Jóias pela Escola Panamericana de Arte e Design, diretora da Cordier Jóias, outro e-commerce. Tiago Rios é formado em Direito pela UFBA e atua como advogado, tem um espírito criativo e geniosidade artística.

 


Para o casal um dos ensinamentos que a pandemia vem reforçando é justamente o de se valorizar o que mais importa: a família, namorado(a), amigos, pets etc. Assim, a Minart surge como uma forma de materialização e exposição desse sentimento, incorporando-se à decoração da casa.

Sonho de expansão

“Apesar de já termos vendido alguns Minarts para fora da Bahia, ainda não temos muita abrangência nacional. Porém, esse é o nosso objetivo: fazer com que o trabalho seja reconhecido no país, eternizando o máximo de símbolos, momentos, pessoais e pets na forma de arte”, sonha Marcela e Tiago imaginando a expansão do negócio.

Redes sociais: 
Instagram: @lojaminart 
Facebook: facebook.com/lojaminart

Terça, 14 de Julho de 2020 - 08:05

Mulher Empreendedora: propósito de resgatar a autoestima de outras mulheres

por Iga Bastianelli

Mulher Empreendedora: propósito de resgatar a autoestima de outras mulheres

“Um dia uma cliente me ligou perguntando se eu teria um horário para atender a mãe dela, ela estava muito emocionada mesmo, explicou que a mãe estava com depressão e tinha deixado de se cuidar, o que estava preocupando toda família e o que mais a assustava era que a mãe sempre tinha sido uma pessoa muito vaidosa. A verdade é que eu não tinha horário, mas arrumei um jeito de marcar, afinal o relato me sensibilizou muito. Na semana seguinte à consulta, a cliente me enviou uma mensagem dizendo que a mãe dela parecia outra mulher, só falava das sobrancelhas, tinha ido ao salão, pintado e cortado os cabelos, tinha voltado a se alimentar melhor e até havia se matriculado num grupo de atividade física online. Isso foi muito marcante para mim”, contou Letícia Oliveira. 

Com este depoimento a designer de sobrancelhas Letícia Oliveira revela uma das experiências marcantes que viveu e como um simples procedimento, o cuidado e o amor de uma família podem evitar que um problema ganhe maiores proporções.

 

 

Início da carreira e desafios

Letícia está nesta profissão há quase 3 anos, é formada pela Josy Tavares Academy, uma das principais referências quando o assunto é formação de profissionais da área de Micropigmentação. Antes de criar coragem e abrir o próprio espaço, Letícia  trabalhou em diversas  áreas sempre ligadas à beleza e ao cuidado com a mulher, o que de certa forma a preparou para este novo desafio! “Já fui desde manicure, maquiadora e até consultora de vendas de roupas em atacado para lojas, ou seja, já fiz de tudo um pouco antes de resolver seguir meu sonho”, comemorou.

 

O insight para iniciar esta atividade surgiu quando ela era maquiadora e percebeu que as sobrancelhas mudavam totalmente o resultado da “make”. “Comecei a perceber que o que eu mais gostava de fazer era ajudar mulheres a realçarem seus traços naturais para se sentirem sempre especiais”, assim, Letícia percebeu que com o trabalho dela estava ajudando mulheres a resgatarem a sua própria autoestima.

“O meu maior desafio para começar a empreender foi vencer o preconceito, ou melhor, o conceito prévio que muitas pessoas tinham em relação à minha área de atuação. Muitas vezes fui julgada pela minha aparência como uma mulher fútil que escolheu essa área por ser "fácil" e isso sempre me incomodava. Mas isso definitivamente ficou no passado”, declarou ela. Letícia acredita num futuro promissor. “É muito gratificante viver esse momento de empoderamento feminino”, revelou ela.  


 

Conheças as diferentes técnicas usadas

“Eu trabalho com 3 técnicas de Micropigmentação de sobrancelhas: fio a fio, que é aquela onde desenho cada fio da sobrancelha seguindo a trama natural dos fios;  shadow, onde faço um leve "esfumado" nas sobrancelhas para desenhá-las e a shadow line, que seria meio que uma mistura das outras duas”!
Vale lembrar, para que as pessoas não confundam, que Microblanding é o trabalho de pigmentação feito com um equipamento chamado tebori, numa técnica mais manual, já na Micropigmentação usa-se o dermógrafo que é um equipamento semelhante ao da tatuagem. “Eu tenho clientes que não abrem mão da delicadeza do tebori e outras que amam uma sobrancelha mais marcada com o dermógrafo, além daquelas que acabam migrando de uma técnica para outra”, afirma Letícia. Segundo ela, qualquer pessoa, seja  homem ou mulher, de qualquer idade ou qualquer tipo de pele pode fazer uma Micropigmentação.

Atendimento

 

“Graças à Deus e muito esforço, consegui montar meu espaço que fica em Vilas do Atlântico, na Avenida Priscila Dutra n° 286, sala 105. O atendimento é individual, com hora marcada. Também tenho um limite de clientes para atender por dia para poder fazer toda a higienização do ambiente entre um atendimento e outro. Mesmo antes do isolamento social já trabalhava assim, agora intensifiquei esses cuidados”, esclareceu Letícia.

@letioliveiramicro


 Impactos da pandemia devem forçar milhões de crianças ao trabalho infantil, à fome e à mendicância



•Uma em cada três crianças migrantes vai dormir com fome; 
•85 milhões de famílias na Ásia têm quase nenhuma reserva de alimentos devido ao impacto da pandemia; 
•110 milhões de crianças na Ásia já enfrentam fome. 

Relatório da agência humanitária World Vision, conhecida no Brasil como Visão Mundial, afirma que, somente na Ásia, cerca de oito milhões de crianças podem estar expostas a mendicância, trabalho infantil e casamento precoce devido à deterioração da situação econômica de suas famílias após o início da pandemia de COVID-19 . 

O estudo “Aftershocks: out of time” também adverte que as projeções globais indicam um aumento da fome, violência e pobreza como resultado da crise desencadeada pela pandemia. Na América Latina, 84% das crianças migrantes da Venezuela e espalhadas em seis países da América do Sul relatam uma grave deterioração na economia familiar. Uma em cada três dessas crianças vai dormir sem comer, de acordo com a Visão Mundial.


A estimativa desse mais recente estudo global é que 85 milhões de famílias na Ásia tenham pouca ou nenhuma comida estocada, enquanto 110 milhões de crianças sofrerão de fome como consequência da crise. "Nossa avaliação das condições das crianças na América Latina, África Subsaariana e Ásia mostra que está claro que estamos à beira de uma catástrofe para crianças", disse Norbert Hsu, líder global de impacto da World Vision. "Cada avaliação confirma uma deterioração mais severa da renda, poder de compra e aumento dos riscos para as crianças, frente aos desafios que as famílias enfrentam.

 

Frequentemente, as famílias mais vulneráveis e seus filhos são os mais afetados por essas crises. As vítimas visíveis são aquelas que vivem em estados fragilizados, onde a violência e o conflito persistem, são impactadas pelos efeitos perniciosos das mudanças climáticas, da instabilidade política e social e do deslocamento forçado, e são quem depende de ajuda humanitária", acrescenta. A análise da World Vision em nível comunitário envolveu 14.000 famílias na Ásia, 2.400 pequenas empresas na África e quase 400 crianças migrantes na América Latina. Os resultados confirmam que as projeções das agências globais sobre efeitos da pandemia já estão se manifestando. 

Entre as crianças migrantes da Venezuela residentes no Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela, 80% afirmam que suas famílias têm dificuldades em comprar alimentos. "Além disso, 84% declaram que a renda do grupo familiar diminuiu e 70% afirmam que não têm acesso a produtos de higiene básica, mesmo em meio à pandemia", aponta João Diniz, líder da World Vision para a América Latina. "Na África, nossa pesquisa mostrou que as mulheres estão gastando menos em refeições nutritivas para compensar a perda de poder de compra", observa Hsu. 

 

O relatório da World Vision faz um chamado global para que governos, agências das Nações Unidas, ONGs, doadores e o setor privado ajam em conjunto para garantir a implementação de programas de proteção social com foco na infância, iniciativas para fortalecer cadeias produtivas e mercados, proteção do emprego e meios de subsistência e um investimento inclusivo para a recuperação e resiliência de economias sustentáveis. "Se não tomarmos medidas urgentes, corremos o risco de cair na extrema pobreza por décadas", alerta Diniz.

 

Sobre a Visão Mundial 
A Visão Mundial Brasil integra a parceria World Vision International, que está presente em cerca de 100 países. No País, a Visão Mundial atua desde 1975, beneficiando 2,7 milhões de pessoas com projetos nas áreas de educação, saúde/proteção da infância, desenvolvimento econômico e promoção da cidadania. Seus projetos e programas têm como prioridade as crianças e adolescentes que vivem em comunidades empobrecidas e em situação de vulnerabilidade. Nesses 44 anos de atuação no Brasil, a Visão Mundial se consolida como uma organização comprometida com a superação da pobreza e da exclusão social. 

   
 

 

ONGS e pequenos negócios serão beneficiados por projeto idealizado pelo Instituto RME e braço filantrópico do Google
 

 

A economia mundial vem sofrendo grandes impactos financeiros em decorrência do isolamento social, uma das medidas de segurança contra a pandemia com o novo Coronavírus. Na pesquisa realizada em maio deste ano pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora e pelo Instituto Locomotiva, cerca de 86% dos negócios liderados por mulheres não estão funcionando ou estão com menor movimento. E 60% das empreendedoras acreditam que terão no máximo um salário mínimo como rendimento durante a pandemia. 
 

Pensando em todos os desafios do novo cenário econômico e social o Instituto RME e o braço filantrópico do Google se uniram para lançar o Potência Feminina, programa nacional que apoiará negócios liderados por mulheres por meio de capacitação, aceleração de negócios e capital semente, que são investimentos que ajudam empreendedores em seu estágio inicial a tirar os planos do papel. 

Entre as vantagens do projeto está a capacitação em empreendedorismo, empregabilidade e tecnologia. O Potência Feminina ainda vai contar com uma doação de aproximadamente R? 7,5 milhões do Google, que viabilizará, ações que vão ajudar diretamente cerca de 50 mil pessoas selecionadas pelo programa nos próximos dois anos a recuperar os impactos resultantes da pandemia. 
 

Segundo Ana Fontes, do Instituto RME, o programa foi pensado para dar suporte às mulheres e empreendedores, além das 10 vagas para Organizações da Sociedade Civil, OSCs, que serão selecionadas entre as inscritas. "O empreendedorismo vem atravessando uma das mais sérias crises econômicas das últimas décadas. Quando apontamos a lupa para o empreendedorismo feminino, os problemas se agravam, já que o acesso a crédito e a emprego é comprovadamente limitado". Afirma Fontes que é a fundadora do RME. 
 

Para a participação dos parceiros, o Instituto RME realizará uma chamada pública exclusiva para Organizações da Sociedade Civil (OSCs) sem fins lucrativos de todo o país. O edital foi publicado no último dia 29 de junho. 
 

As OSCs terão apoio do Instituto RME e as pessoas selecionadas pelo programa vão receber a doação de sete computadores, cada, além de ter os custos de internet e de material de apoio cobertos até dezembro de 2021. Vale ressaltar que os computadores permanecerão com as organizações após o término do programa. As inscrições vão até o dia 19 de julho e a informações completas podem ser acessadas via sitehttp://www.potenciafeminina.net.br/ 
 

O projeto deve ajudar a acelerar mais de 6 mil negócios de pequenas empresas lideradas por mulheres e irá impactar 50 mil mulheres em 10 regiões do país. As capacitações vão acontecer à distância e presencialmente por tutoras do Instituto RME. No Potência Feminina os selecionados, ainda, terão acesso a noções básicas de programação, conteúdo técnico com ferramentas digitais e de empreendedorismo, além de atividades práticas como o desenvolvimento de redação de currículo, por exemplo. 
 

Sobre o Instituto RME 
 

O Instituto RME, criado em 2017, é o braço social da Rede Mulher Empreendedora - RME e está apoiado em valores como igualdade de gênero, oportunidade para todos, educação, capacitação acessível e colaboração social. O foco é capacitar mulheres em situação de vulnerabilidade social em todo o Brasil e ajudá-las a conseguir autonomia sobre suas vidas e seus negócios. 
 

Serviço: 

Edital para as OSCs interessadas em participar do Potência Feminina: http://docs.google.com/document/d/16wRS3a7DbChGpSgknzyxSx3KASLdXGKtUHqXfzKF-R8/edit?usp=sharing 

Página do programa: http://www.potenciafeminina.net.br/ 

Sexta, 10 de Julho de 2020 - 17:05

Um carinho especial para a pele no inverno 

Um carinho especial para a pele no inverno 

Com o início do inverno é tempo de repensar os cuidados que temos com o nosso corpo, em especial, com a nossa pele. O problema mais comum dessa época é o ressecamento, seja causado pelas baixas temperaturas, vento, redução da umidade ou pelo aumento de banhos mais quentes, o que pede uma atenção dobrada. Para ajudar nesse cuidado, separamos algumas dicas infalíveis para colocar em prática já! 

TÉCNICA DE OLEAÇÃO 

Uma prática de autocuidado usada desde os tempos mais remotos, a oleação consiste em aplicar óleos 100% vegetais em todo o corpo. Além de proporcionar um momento de carinho e dedicação a nós mesmos, a prática ajuda a nutrir até as camadas mais internas da pele. O ideal é que se faça diariamente pelas manhãs antes do banho, porque o produto cria uma camada protetora reduzindo os danos causados pela água quente. Uma ótima sugestão para esse momento é o Óleo Relaxante de Lavanda da Weleda que hidrata o corpo, enquanto seu aroma ajuda a acalmar e relaxar. 
 

MÁSCARAS FACIAIS

Queridinhas entre os apaixonados por beleza, as máscaras faciais já fazem parte da rotina de skincare de muitos brasileiros, e no inverno esse cuidado é ainda mais necessário. Com uma alta concentração de ingredientes ativos, esses produtos atuam até nas camadas mais profundas da pele otimizando o resultado de tratamentos que podem ter como objetivo hidratar, nutrir, revitalizar ou controlar acnes. Vale lembrar que para aplicação da máscara o rosto deve estar limpo e livre de impurezas, como restos de maquiagem. Assim a pele consegue absorver o tratamento e não obstruí os poros. Para esse cuidado, aposte em uma boa dose de hidratação com as máscaras de hydrogel da Neutrogena - Hydro Boost e Purifying Boost.

 

PARA AS ÁREAS MAIS RESSECADAS 

O inverno pode ser ainda mais rigoroso para algumas regiões do corpo, Mãos, pés, cotovelos e joelhos costumam ser as partes mais ressecadas por conta da sua maior exposição as agressões externas. Para solucionar esse problema, vale dobrar a hidratação, especialmente à noite, com produtos como Skin Food da Weleda, que repara os danos da barreira cutânea e nutre a pele. 

 
Quinta, 09 de Julho de 2020 - 10:05

Clube woman to woman chega em Salvador

Clube woman to woman chega em Salvador

Com 28 franquias no Brasil e em Portugal, chega a Salvador, pelas mãos das empresárias Renata Andrade e Christianne Peleteiro, o Woman to Woman (W2W), um clube de mulheres para potencializar a vida e os nego?cios de profissionais de diferentes áreas na busca pelo autodesenvolvimento pessoal e profissional através de eventos, cursos e produtos digitais.  

O W2W visa oferecer para o público de mulheres da Bahia, materiais e ferramentas para alavancar suas vidas. “Através de eventos presenciais e online, vamos proporcionar networking, desenvolvimento pessoal e profissional. Acreditamos que mulheres incríveis merecem vidas extraordinárias e que assim todas podem ter liberdade de escolha. O clube já impactou a vida de mais de 60 mil mulheres e chegou com tudo em Salvador”, diz Renata Andrade, que também é franqueada da label italiana Intimissimi, na Bahia.

Diversas ações, como encontros, meetings e eventos, fazem parte da agenda do W2W e irão acontecer em Salvador, como o One Day Off, W Talk e o W Insight, que reunirá mulheres empreendedoras, com a ideia de solucionar situações, oferecer um intercâmbio de experiências, e claro, criar oportunidades de negócios.

O W2W surgiu em Florianópolis, sob o comando das empreendedoras Cau Ferronato e Roberta Pugsley, que através dos seus trabalhos colocavam mulheres em contato umas com as outras, com o intuito de que elas prosperassem na sua vida pessoal e nos negócios.

 

Para o digital e campo energético não existem fronteiras, nem barreira de tempo e espaço

 

O conselho Federal de Psicologia registrou de março a abril cerca de 52 mil novos pedidos para psicólogos trabalharem virtualmente. Este número chama atenção, pois é quase o dobro do número de psicólogos que estavam inscritos até fevereiro. O aumento de atendimentos on line revela que as pessoas estão à procura de ajuda. Mas há, também, um despertar para o autoconhecimento e o espiritual, áreas muitas vezes negligenciadas com a correria do dia a dia. A verdade é que a quarentena forçou várias reflexões e as “Lives” democratizaram vários conhecimentos e aguçaram a curiosidade por diversos temas. Entre as Lives mais disputadas nesta temática podemos citar as de Murilo Gun, Bruna Lombardi, Monja Coen, Augusto Cury e diversos outros.

 

Terapeuta quântica há mais de 20 anos Ana Cláudia Queiroz teve que fechar o espaço quântico dela na Avenida Magalhães Neto, mas já tem a agenda concorrida para atendimentos on line. Por causa das demandas passou a realizar diversas “Lives” gratuitas sobre energia e temas como Reiki, Barra de Acess e Alinhamento dos Chakras. Paralelamente os pedidos por atendimento on line aumentaram o que fez com que a terapeuta colocasse em prática, de forma mais rápida, um curso on line que já estava sendo montado.

 

O Workshop “Saia da Caixa e Empodere-se”,  é um curso com duração de 2 períodos que contempla exercícios, vivências e meditações por meio de técnicas que utilizam os conceitos da Energia Quântica com comandos mentais e palavras de poder que neutralizam crenças limitantes e estimulam novos pensamentos positivos. “Entenderemos que pensamentos, sentimentos e emoções criam nossa realidade. Vivemos presos numa dor que ficou lá atrás com a nossa criança e por causa dos dramas de controle, paralisamos”, explicou Ana Cláudia.

 

De acordo com a terapeuta, “quanticamente” falando, o caos é um terreno fértil para grandes mudanças, invenções e oportunidades. Ela, também, explicou que a energia da gratidão é a frequência da prosperidade. “É preciso aprender a vibrar na abundância”, esclareceu Ana. E como o digital nem no mundo quântico existem fronteiras, Ana vem atendendo pessoas de outros estados e também de diversos países como Alemanha, Italia e USA.

@anaclaudiaquantica

Terça, 07 de Julho de 2020 - 17:05

O Shopping Barra está pronto para receber clientes

O Shopping Barra está pronto para receber clientes

Um dos momentos mais aguardados pela população e pelo segmento do varejo na capital baiana, está mais perto de acontecer e o Shopping Barra está preparado para isso. Assim que for iniciada pela Prefeitura Municipal de Salvador e pelo Governo do Estado da Bahia, a fase I da retomada da economia, o Barra estará de portas abertas cumprindo novos protocolos de higiene e saúde. Com sinalização especial em todos os ambientes, medidas rígidas de higienização, controle de acesso e fluxo de clientes, além do monitoramento integral de todas as medidas estabelecidas para a reabertura com segurança, o Barra retomará parcialmente suas atividades com horário de funcionamento restrito, das 12h às 20h, de segunda a sábado.

“Esse é um momento bastante esperado por clientes, lojistas, parceiros e todos aqueles que fazem parte da nossa história e do nosso cotidiano. Durante os mais de 100 dias em que o Barra permaneceu fechado, não ficamos parados. Nos preparamos e agora vamos voltar com toda a segurança que o cenário exige”, destaca Naildo Macedo, superintendente do Shopping Barra. “Esse retorno foi planejado de forma minuciosa, visando a segurança e o bem estar dos visitantes, empreendedores, colaboradores, enfim de todos que circulam no Barra. Não estamos medindo esforços para que o nosso público se sinta seguro e confortável em voltar a frequentar o Barra como se fosse uma extensão da sua casa, como sempre foi”, acrescenta.

Novos tempos, novas regras

Nesta primeira fase, algumas medidas seguem critérios baseados nas recomendações da Prefeitura Municipal de Salvador, que elaborou o protocolo de acordo com os parâmetros da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e das Secretarias de Saúde do Estado e Município. O acesso às lojas será restrito; nos elevadores haverá também um limite do número de pessoas; nas escadas rolantes será necessário respeitar a distância de três degraus entre uma pessoa e outra; assim como no mall ou na fila dos caixas, haverá uma sinalização no piso para o fluxo de ida e vinda, mantendo o distanciamento mínimo estipulado; entre outras medidas.

Nas cancelas do estacionamento serão emitidas mensagens educativas sobre prevenção à Covid-19. Vale lembrar ainda, que neste primeiro momento, a Praça de Alimentação e os restaurantes estarão atendendo apenas pedidos com entrega por delivery e take away. Outra medida preventiva, é o não funcionamento de cinemas, áreas e brinquedos infantis ou qualquer tipo de evento.

Segue o Drive Thru

Os clientes continuam com a opção de fazer os pedidos online diretamente nas lojas do Barra, escolhendo a opção de receber os produtos pelo serviço de drive thru, que funciona no estacionamento G2, de segunda-feira a sábado, das 12h às 20h. ”O drive thru veio para ficar. Estamos convencidos de que esse é um serviço que traz praticidade para os clientes e vamos mantê-lo por tempo indeterminado”, conclui Naildo Macedo, superintendente do Shopping Barra.

Segunda, 06 de Julho de 2020 - 18:05

Como inovar sem errar na decoração do banheiro?

Como inovar sem errar na decoração do banheiro?

 

Algumas pessoas costumam sentir um certo receio na hora de planejar a decoração do banheiro, isso porque não querem, no futuro, se arrepender de terem escolhido um item, uma cor, ou até mesmo toda a proposta de décor. Para ajudar neste processo, o arquiteto Leandro Neves, parceiro da Ideia Glass listou algumas ideias atemporais e versáteis para apostar sem medo no cômodo. Veja a seguir! 

REVESTIMENTOS COM PEDRAS 

Os revestimentos nas paredes são um dos itens de grandes destaque do banheiro, que possibilitam dar o visual desejado ao ambiente. 

"Acredito que as pedras como mármore, granito, quartzo, entre outras opções, são bastante atemporais, além de proporcionarem um visual bonito e moderno", indica Leandro. O profissional reforça que o ideal é utilizar esse tipo de material em apenas um espaço do banheiro para não sobrecarregar o visual do cômodo. 

CUBA DA PIA SOBREPOSTA 

Segundo o arquiteto, a pia além de um item funcional, pode ser um ponto que agrega beleza na decoração do banheiro. 

"Para quem deseja uma pia mais diferenciada e moderna, mas que não deixe de ser tendência tão cedo, uma boa dica é utilizar um modelo de cuba sobreposta, que dará o charme necessário ao espaço", conta Leandro. 

MÓVEIS BRANCO OU DE MADEIRA 

Para quem deseja um banheiro atemporal, a escolha dos móveis também faz toda a diferença, para que não tenha arrependimentos futuros. 

"Os móveis com design mais simples e de cores neutras ou de madeira são bastante coringas e ideais para uma decoração mais neutra, sem abrir mão da imponência necessária para o ambiente", revela o arquiteto. 

LUZES DE LED 

As luzes fazem muita diferença no banheiro, pois dão a claridade no tom desejado, ampliam o espaço e proporcionam mais aconchego e charme ao local. 

"O mercado possui muitas opções de modelos para a iluminação do banheiro, mas acredito que as luzes de led tanto em spots ou não, podem dar a modernidade necessária, sem cansar com o tempo", recomenda o arquiteto. 

Segunda, 06 de Julho de 2020 - 14:05

5 Estratégias para você conseguir melhorar sua produtividade

por Iara Nancy

5 Estratégias para você conseguir melhorar sua produtividade

 

A produtividade é a maneira como a gente age; funciona como um piloto automático para gerar o que a gente deseja na vida. Não é apenas sobre trabalho, mas é como a gente vive enquanto vive.  
Sugiro 5 estratégias:

1. PLANEJE SEMANALMENTE 

Planejar é construir direção para as suas ações. Agir no impulso e sem planejamento é  perder tempo, além de um gasto emocional muito grande! Quando você planeja a sua semana, você oferece sentido para cada ação. Semanalmente, faça uma reunião com você tanto para avaliar a semana que passou, como para direcionar cada ação a ser realizada.  Se o planejado não resultou no que foi esperado, faça ajustes adaptativos e mantenha os  passos na busca da concretização dos resultados planejados. Aprenda a planejar! Não existe produtividade sem planejamento!

2. ELIMINE O PERFECCIONISMO 

Pra quê viver buscando perfeição? A busca de ser/fazer perfeito é o que define o perfeccionismo. Será mesmo possível algo perfeito?
  Além disso, o que é perfeito pra uma pessoa pode não ser pra outra... E aí mora tanta frustração!
Convido você a refletir: qual é o sentido desta busca por algo perfeito?
Já pensou que essa busca por perfeição pode revelar baixa autoestima e carência de aprovação? Ou seja, eu me vejo tanto como incapaz, eu me coloco tanto em culpa e vivo tanto em desamor próprio que só a demonstração de perfeição em algo que eu fiz me consola, afinal "se não for perfeito não serve! E talvez seja a única maneira de receber reconhecimento...
Como você se olha quando pensa assim? Bora sair desse lugar! Afinal, só quem é perfeito produz a perfeição!
Reconheça o seu esforço e dedicação! Aceite que tudo pode ser melhorado, apesar da possibilidade de não ser perfeito! Elimine essa necessidade de ser aprovado pelo outro! 
Só quando a gente elimina essa busca desnecessária pela perfeição é que a gente se ama verdadeiramente!

3. ESTUDE DIARIAMENTE

Nem precisa de texto para argumentar os benefícios de estudar todos os dias! O corpo precisa de comida da mesma maneira que a mente precisa de estudo. Não basta ler, precisa estudar!
Ler é decodificar uma mensagem... estudar é elaborar um conhecimento próprio através da reflexão de uma mensagem decodificada! 
Todo dia a gente se alimenta, afinal o alimento de hoje não sustenta corpo amanhã!
A sugestão é que você reserve 1 hora por dia, em 3 blocos com 20 minutos, sendo:  
a) pela manhã (na primeira hora do dia) uma leitura técnica com temática de trabalho e/ou estudo acadêmico;
b) de tarde (enquanto descansa do almoço) uma leitura de conhecimentos gerais para ampliar o olhar sobre o mundo,  como História, Filosofia e Literatura;
c) de noite (na última hora do dia) leituras preferencialmente com temas de autoconhecimento e/ou espiritualidade)
Escolha assuntos diversos que interessam e estude! Todos os dias!

4. FAÇA O POSSÍVEL

Nem pense em "dar conta de tudo". A gente nunca consegue dar conta de tudo! E algumas situações existem para a gente não "dar conta" mesmo! Se a gente refletir com sinceridade, a gente se cobra e se pune pelo impossível! 
Então, a estratégia saudável e necessária é a seguinte: "Qual é o meu melhor possível neste momento?" Muitas vezes a gente sabe que pode fazer bem melhor, mas neste momento, fazer o possível já é suficiente!

5. DESCANSE SEM CULPA 

Você vive na correria todo o tempo e o tempo todo?
Viver cansa, gente! Não tem como não ser assim!
Um ponto de reflexão é que não estamos apenas cansados, estamos exaustos! Outro ponto de reflexão é que muita gente não se permite descansar! Aqui a coisa fica muito mais séria! Séria e adoecedora!
Cansaço é a reação normal do corpo e da mente sinalizando que a energia vital foi gasta, só isso! Descansar é minimizar o gasto de energia, contemplar a simplicidade da vida e produzir energia necessária para o corpo e a mente funcionarem de maneira saudável, minimizando os efeitos dos estressores diariamente.
Tem gente que vive tão pressionado/pressionada pelo sistema, pela cultura que só se sente útil se estiver "produzindo" todo o tempo. E é justamente ao contrário! Ninguém produz com qualidade quando está cansado! A criatividade é consequência do descanso!
Descanse! E descanse sem culpa!
Quando você aprender a descansar o corpo e a mente, você vai viver milagres acontecendo na sua vida! Seu sistema imunológico fortalece, você produz mais, o tempo estica, o humor melhora, você lida melhor com os desafios cotidianos... experimente aí e veja o que acontece não apenas com a sua produtividade, mas com a qualidade da sua vida!
 

Instagram: @debemcomotempo / @iaranancy
Iara Nancy Araújo Rios  – Caminhante no mundo, amante das palavras e apaixonada pela alma humana. Mãe de Luigi,  Educadora, Historiadora,  Psicóloga (CRP 03/7864) e Palestrante. Especialista em trabalhos técnicos com gestão de tempo, produtividade e qualidade de vida, com desenvolvimento de competências socioemocionais em empresas, instituições de ensino e família. Pós-graduada em Psicologia Conjugal e Familiar. Pós-graduada em Teoria e Metodologia da História. Perita e Pós-graduada em Psicologia do Trânsito. Mestre em História Social pela UFBa. Mentora do método “De bem com o tempo”. Instagram: @debemcomotempo / @iaranancy

Ansioso?Especialista ensina exercícios simples de yoga para fazer todos os dias

"Estudos científicos comprovam que o Yoga é uma ótima opção para este momento, pois ativa o sistema parassimpático do sistema nervoso - que age quando estamos relaxados - aliviando a pressão arterial, reduzindo o nível de açúcar no sangue, diminuindo a frequência cardíaca e restaurando a energia", conta a yogini Marcella Bauer, instrutora do programa Minha Yoga, da plataforma online Queima Diária. 

Especializada nacionalmente e internacionalmente na prática, Marcella explica também que "através do yoga realizamos posturas físicas e mentais que atuam como uma limpeza do corpo e da mente, removendo o acúmulo de tensão que gera estresse e ansiedade". Confira abaixo algumas posições do Yoga para praticar diariamente: 

Postura do Triângulo Estendido (Utthita Trikonasana) 

Afaste as pernas de forma que o peso do corpo esteja bem distribuído. O pé esquerdo deve estar virado para fora, formando um ângulo de 45º. Levante os braços na altura dos ombros e faça uma flexão lateral para a esquerda, segurando a postura com o tronco. Já o braço direito deve ficar elevado, no sentido do teto. Olhe para a mão que está acima e mantenha a posição durante cinco respirações, depois alterne. 

 

Postura da Meia Roda (Ardha Chakrasana) 

Deixe os pés juntos e as mãos devem estar ao lado da cintura com os polegares apontados em direção à coluna. Gire os ombros para trás e alinhe os seus cotovelos, como se quisesse fechá-los. Inspire profundamente e levante os quadris, o máximo que você conseguir. Permaneça nessa posição por cinco respirações profundas e lentas. Para descer para a posição inicial, expire profundamente e inale. 

 

Postura da Criança (Balasana) 

Sente-se sobre os calcanhares como se fosse ajoelhar no chão. Incline-se para frente, mantendo os pés juntos e abaixe todo tronco ou o máximo que conseguir. Os braços podem ser esticados para frente ou para trás, do jeito que você preferir. 

 

Postura do Cachorro Olhando Para Baixo (Adhomukha Svanasana) 

Nessa posição, o ideal é fazer um V invertido com o corpo, como se fosse um triângulo. Portanto, fique em pé e inspire profundamente, levando as suas mãos ao chão e caminhando com elas à frente até o momento que você sinta que o seu corpo está em formato de triângulo invertido. Mantenha a coluna ereta, não dobre os cotovelos e, se sentir necessidade, flexione um pouco os joelhos. Deixe o pescoço no mesmo alinhamento da coluna. É importante também inalar profundamente, manter o abdômen contraído e os olhos devem estar fixados no chão. Durante 10 respirações profundas, mantenha essa posição. 

Observação: Essa posição pode ser feita também partindo da Postura da Criança, apoiando os joelhos no chão e formando a postura de quatro apoios, alongue as pernas - levantando o quadril em direção ao teto e distribuindo o peso nas mãos e nas pernas. 

 

Postura Fácil (Sukhasana) 

Sente-se sobre uma toalha dobrada. Cruze as pernas, coloque as mãos nos joelhos e alongue bem a coluna. Foque em sua respiração durante 5 ou 10 minutos. 

Perguntas e respostas sobre testes rápidos do Covid -19


 

 


A pandemia do coronavírus e a movimentação público-privada fez chegar ao Brasil uma série de testes que podem detectar a presença do vírus e seus anticorpos na população. Entendendo as discussões sobre a retomada das atividades e afrouxamento do isolamento social, a FCS Clínica Médica, empresa com ampla experiência em consultas médicas, responsável pelo Projeto "Covid-19 Teste Drive Thru", lista uma série de dúvidas sobre as metodologias e possibilidades desses testes. Quem responde é a coordenadora médica do projeto, Franciele Siqueira. Confira! 
 

- Quais são os tipos de testes disponíveis atualmente? 
Para testes em massa, as organizações de saúde mundo a fora aprovaram dois tipos de produtos para uso profissional: os sorológicos, que utilizam diferentes métodos para detectar anticorpos por meio de amostras de sangue, soro ou plasma; e os testes moleculares, tal como o RT-PCR, que detectam a presença do antígeno (substância estranha ao organismo responsável pela produção de anticorpos). 
 

- Quais as diferenças entre testes rápidos e o RT-PCR? 
Nos testes rápidos, a metodologia é a imunocromatografia, ou seja, a geração de cor a partir de uma reação química entre antígeno (substância estranha ao organismo) e anticorpo (elemento de defesa do organismo). Já no ensaio molecular - RT-PCR, o diagnóstico positivo aponta se a pessoa está contaminada no momento do exame. 

Ressaltamos que os testes rápidos, como orienta a Anvisa, têm um importante papel no mapeamento do status imunológico de uma população, contribuindo de forma positiva já mitigação do vírus. 
 

- O que significam as siglas IgM e o IgG? 
As imunoglobulinas G e M são anticorpos gerados pelo corpo em diferentes etapas da doença. O IgM (imunoglobulina M) é um anticorpo gerado pelo indivíduo que já foi exposto ao vírus e está na fase ativa da doença, havendo a possibilidade de o microrganismo estar circulando nele naquele momento. Ou seja, os testes rápidos detectam a presença de anticorpos na fase inicial de criação da defesa do organismo, quando a pessoa teve contato com o vírus há pouco tempo (IgM); e na segunda fase, em que a pessoa já tem os anticorpos necessários para combater o vírus (IgG). 
 

- Quando realizar os testes? 
Entendendo que demora alguns dias até o corpo começar a produzir anticorpos, recomendamos realizar os testes rápidos em indivíduos que tenham tido sintomas há pelo menos oito dias - tempo suficiente para o corpo já ter iniciado o combate ao vírus, produzindo o anticorpo detectável nos testes. Já o RT-PCR deve ser utilizado quando houver sintomas compatíveis ou houver necessidade de confirmação da informação. 
 

- Quando o teste dá falso positivo ou falso negativo? 
Do momento de infecção até o corpo inicia começar a combater o vírus, há um período chamado janela imunológica, que pode variar de sete a dez dias, de pessoa para pessoa, após o início da infecção. Quando o teste rápido é feito antes desse período, o resultado poderá ser negativo, mesmo quando a pessoa estiver contaminada, caracterizando o "falso negativo", que não é, necessariamente, uma falha no produto, mas à não observância da advertência quanto ao período adequado para testagem. Já o resultado do teste positivo indica a presença de anticorpos, não sendo possível definir apenas pelo resultado do teste se há ou não infecção ativa no momento da testagem. 

Diante disso, é importante respeitar o intervalo entre os sintomas e a testagem e estar atento às informações das instruções de uso, que trazem orientações específicas de cada produto. 
 

- Quem pode realizar testes para a detecção do vírus? 
Qualquer pessoa pode realizar os testes rápidos. 

Quarta, 01 de Julho de 2020 - 11:05

Drive Thru Solidário na Alameda das Espatódeas

Drive Thru Solidário na Alameda das Espatódeas

 

A principal associação de lojistas do segmento de arquitetura do estado, o Núcleo de Decoração da Bahia, vai realizar uma campanha para arrecadar donativos que serão destinados a instituições de caridade da Bahia, que passam por um momento ainda mais delicado por conta da pandemia do Coronavírus. A ação vai acontecer entre os dias 02 e 03 de julho, das 10h às 16h, em forma de drive thru, que estará instalado na Alameda das Espatódeas, 341, ao lado da loja ProHome Colchões.

A campanha vai receber doações de cestas básicas, alimentos não perecíveis, materiais de limpeza, produtos de higiene pessoal, lençol e toalhas de banho. Todo o material recolhido será doado às instituições: Abrigo São Gabriel, Grupo Mulheres do Brasil, Lar da Criança, Lar Vida e Paróquia São Jorge. O NDB é uma instituição sem fins lucrativos criada com o objetivo de promover ações promocionais e atividades voltadas para os profissionais de decoração, lojistas e seus colaboradores.

Trombose: doença silenciosa que exige atenção para evitar complicações maiores 

 

A trombose, também conhecida como Trombose Venosa Profunda (TVP), é a formação de um coágulo sanguíneo no interior de uma ou mais veias do corpo. Em 90% dos casos, a condição atinge os membros inferiores e causa grande desconforto, mas há o risco de um fragmento do coágulo se desprender e entrar na corrente sanguínea, em direção aos pulmões, provocando um quadro de embolia pulmonar. 
 

Segundo especialistas, fatores genéticos são responsáveis por cerca de 75% dos casos de trombose. Para pessoas que possuem casos na família, a prevenção é fundamental. A doença pode atingir pessoas de qualquer idade, por isso é necessário balancear a alimentação, se hidratar, praticar atividades físicas e evitar o cigarro. Além disso, é ideal atenção redobrada quando a pessoa fica por muitas horas na mesma posição, com as pernas paradas. 
 

Dra. Juliana Puggina, especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular, alerta para que pacientes com trombose tomem cuidados ainda maiores para evitarem a contaminação pelo Covid-19, em razão dos riscos de graves complicações. "É importante, também, que o tratamento da trombose não pare. Os pacientes precisam seguir as recomendações médicas, inclusive no que diz respeito à terapia de compressão graduada, que estimula o fluxo sanguíneo e evita a formação desses coágulos", diz. 
 

Síndrome do Viajante ou Síndrome da Classe Econômica também preocupa quem viaja por longos períodos, seja de carro, trem, avião ou ônibus 
 

De acordo com o doutor Jamil Victor de Oliveira Mariúba, especialista em angiologia e cirurgia vascular e parceiro da SIGVARIS GROUP, empresa líder mundial em produtos de compressão graduada, há também a síndrome da classe econômica, ocasionada quando a pessoa fica por muitas horas na mesma posição, com as pernas paradas. "Uma viagem de mais de três horas, de avião, trem, ônibus ou carro, é motivo para atenção redobrada. Nesses casos, não há idade para a ocorrência da TVP e é recomendado o uso de meias de compressão graduada para manter a circulação ativa", diz. 
 

Como as meias de compressão podem auxiliar a prevenir o problema? 
 

"As meias de compressão atuam como forte fator preventivo para a TVP, pelo fato de a doença se desenvolver principalmente nos membros inferiores. As meias estimulam o direcionamento correto do fluxo venoso e linfático. É como se a circulação fosse conduzida por um caminho planejado, o que permite uma nítida melhora na circulação", completa doutor Jamil. 

Histórico de Conteúdo