Quarta, 22 de Maio de 2019 - 10:05

Acontece em Salvador a 'Vitrine das Noivas e Festas'

Acontece em Salvador a 'Vitrine das Noivas e Festas'

O Mini Wedding é um termo em inglês que define “pequenos” casamentos ou festas mais intimistas. Por questões de custo e vontade de fazer uma cerimônia menor sem perder o charme, muitos casais optam por esse estilo que pode ser feito até mesmo em um ambiente pequeno como um apartamento.

 

A maior versão desse casamento é feita com cerca de 100 pessoas, no máximo, e vai até versão menor que pode ser chamada também de casamento a dois, apenas o casal e o círculo familiar mais próximo.

 

Muito além do baixo custo, o Mini Wedding pode ser uma escolha para aqueles que querem celebrar o momento com as pessoas que tem grande importância na história do casal, como conta o site Lápis de Noiva.

 

O primeiro passo para pensar no mini wedding é estabelecer onde fazer e quantas pessoas chamar, como orienta o site da revista iCasei. A verdade é que a festa adquire a personalidade dos noivos, porque casamentos menores normalmente tem mais o perfil do casal do que os grandiosos, afinal eles podem cuidar de tudo com mais proximidade. E Casamentos pequenos podem, também, ser realizados em casas de festa que ofertam menos horas de aluguel, alguns já tem um pacote fechado voltado ao mini wedding.

 

E esta semana começa em Salvador o ‘Vitrine das Noivas & Festas’  

De 22 a 26 de maio, o Salvador Shopping recebe a sexta Vitrine das Noivas & Festas, que reúne mais de 20 fornecedores para apresentar as principais tendências do segmento. O evento apresenta uma programação de desfiles, apresentações musicais e sorteio, na Praça Central (Piso L1). O espaço pode ser visitado de quarta a sábado, das 9h às 22h, e domingo, das 13h às 21h.

SERVIÇO – 6ª Vitrine das Noivas & Festas

Período: 22 a 26 de maio de 2019

Local: Salvador Shopping (Praça Central – Piso L1)

Horário: quarta a sábado, das 9h às 22h; domingo, das 13h às 21h

 

CBF escala Edina Alves e Brasileirão volta a ter mulher na arbitragem após 14 anos
Foto: Kin Saito / CBF

Após quase 14 anos, uma mulher voltará a apitar um jogo da elite do futebol nacional. Edina Alves foi escalada para comandar o apito na partida entre CSA e Goiás, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

 

A última partida de Série A arbitrada por uma mulher foi em 2005, no confronto entre Fortaleza e Paysandu. A curiosidade é que Silvia Regina, responsável por apitar o confronto, será supervisora do VAR no Rei Pelé, em Maceió. 

 

Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba definiu a escalação da árbitra como um marco para a arbitragem brasileira. 

 

“Eu só consigo ver meus árbitros como pessoas iguais. Acho que ela serve como exemplo não só para mulheres, mas para todos. A Edina era bandeira, abriu mão do escudo da Fifa, de árbitra internacional, porque tinha o sonho de ser árbitra central. Então, ela voltou às categorias de base, começou a apitar na base, largando o escudo internacional de auxiliar. Ela já conseguiu alcançar o quadro internacional como árbitra central e, hoje, está chegando na Série A. Para mim, ela é um exemplo para todo mundo”, destacou. 

 

Edina terá Neuza Back como assistente. Elas estarão juntas na Copa do Mundo de futebol feminino, que acontece na França em junho. Tatiane Camargo completa o trio do Mundial, mas não estará no jogo do Brasileirão, pois se recupera de lesão. Emerson Augusto de Carvalho será o substituto. 

 

O jogo entre CSA e Goiás está marcado para segunda-feira (27), às 20h, em Alagoas. 

Identificar disfunções na tireoide no pré-natal poderia prevenir problemas em bebês
Foto: Reprodução / Shutterstock

A ausência de exames que identifiquem disfunções na tireoide no protocolo de acompanhamento pré-natal é considerada um problema sério pela endocrinologista e metabologista especialista em doenças endocrinológicas na gestação Alina Feitosa. Isso porque o hormônio tireoidiano tem influência na formação de todo o sistema nervoso do bebê. “A criança não tem hormônio tireoidiano até 12 semanas, não tem produção porque ela não tem tireoide, todo hormônio que tem é da mãe”, explicou a médica. “Então se a mãe tem disfunções da glândula, a criança pode sofrer consequências muito importantes”, alertou a especialista.

 

As doenças da tireoide apontadas pela médica como com maior oferta de risco para o bebê são Hipotireoidismo e Hipertireoidismo, que são respectivamente a falta da produção adequada de hormônio da tireoide, e o excesso de produção de hormônio. “Essas duas doenças não são infrequentes e podem causar diversos sintomas que podem atrapalhar o curso da gestação”, disse Alina ao listar os problemas causados pelo fato da mãe ter alguma dessas doenças.

 

“Quando a mãe tem hipertireoidismo, o excesso de hormônios produzido por ela passa pela placenta e pode causar danos a criança, como redução do crescimento, peso mais baixo ao nascer, parto prematuro, contrações e sangramentos. No hipotireoidismo a criança pode ter formação inadequada da sua cabecinha”, esclareceu a endocrinologista.

 

Alina Feitosa demonstrou preocupação com existência de “bastante desconhecimento” sobre os problemas da tireoide e as sequelas que podem causar. “As pessoas conhecem que existe a tireoide e que ela pode dar problema, mas não faz parte do rastreamento habitual dentro dos exames de pré-natal, não faz parte do pré-natal de baixo risco avaliar a tireoide”, sinalizou.

 

A médica ainda alertou que a falta de conhecimento está dos dois lados, tanto no paciente quanto nos profissionais de saúde. “Existe desconhecimento da parte do paciente, que não sabe que alterações da tireoide podem ocorrer durante a gestação e prejudicar o bebê. E tanto eventualmente o [médico] pré-natalista, ou pré-natal que muitas vezes é feito por profissionais não médicos, na rede básica de saúde, pode passar despercebido se não for um quadro grave e muito claro de ser identificado”, afirmou.

 

Para evitar erros, a especialista em doenças endocrinológicas na gestação ressaltou a necessidade do médico responsável pelo pré-natal de questionar as pacientes sobre o histórico familiar de doenças tireoidianas do paciente, além de fazer exames físicos para verificar a existência de sintomas que sugiram alterações da tireoide.

 

Na sexta-feira (25), é celebrado o Dia Internacional da Tireoide, marcado por ações que chamam atenção para a importância da glândula e o cuidado com as doenças referentes a disfunção da tireoide.  

Convênio promoverá cursos e ações voltados ao combate à violência contra a mulher
Fotos: Valter Pontes/Secom

O prefeito em exercício, Bruno Reis, assino nesta segunda-feira (20), em Salvador, a formalização de um convênio entre a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e a Guarda Civil Municipal (GCM) para promover cursos voltados ao combate à violência contra a mulher na capital baiana.  

“Combater a violência contra a mulher é algo que a Prefeitura também coloca como prioridade de suas ações. Esse convênio é algo que vai permitir que a mulher possa se proteger, que pode ajudar a preservar vidas e ajudar a diminuir o número de casos”, afirmou Bruno Reis.

As aulas serão ministradas no Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares (CRLV) e no Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (Camsid), por profissionais da Guarda Civil.

Dentre os conteúdos preestabelecidos para as atividades, estão instrução de primeiros socorros, apresentação da GCM, roda de conversa sobre a Lei Maria da Penha e técnicas e procedimentos de defesa pessoal para mulheres. Além das aulas destinadas às mulheres, oconvênio entre os órgãos prevê também que a Guarda Civil seja qualificada de forma continuada, pela SPMJ, com abordagens de diversos conteúdos.

Baianas participam de Encontro de Mulheres Trabalhadoras das Culturas no Uruguai 
Foto: Divulgação

As produtoras e gestoras culturais baianas Ana Carolina Rosário, Joevane Sena, Lais Almeida, Suany Dantas e Tainana Andrade participam do II Encontro Internacional de Mulheres Trabalhadoras das Culturas e das Artes, em Montevidéu, no Uruguai.


A participação no evento, que acontece desta sexta-feira (24) até 28 de maio, será a primeira atividade do Gestoras.BA, projeto de intercâmbio que tem objetivo de estreitar as relações de parcerias entre mulheres gestoras da cultura e das artes na América Latina. O intercâmbio visa ainda a realização de visitas técnicas e prospecção com dirigentes dos espaços culturais vinculados ao Ministério da Cultura e Educação - MEC Uruguai, para estabelecer relações de cooperação cultural entre os dois países. 

Segunda, 20 de Maio de 2019 - 10:05

Qual sua marca?

Qual sua marca?

 

A logomania está de volta. A tendência dos anos 2000 voltou, de cara nova. Mas você sabe o que é a logomania? Talvez você não conheça esse termo, mas certamente já usou essa tendência, tem vontade ou já viu alguém na rua. Na moda é uso de marcas, ou letras, em uma roupa ou acessório.

As grandes marcas estão regatando esse estilo, como diz o site da revista Marie Claire. Como a logomania já carrega bastantes informações o importante é ter conceitos de moda na hora de investir nessa tendência. Para uma blusa cheia de palavras, de letras e afins é interessante usar uma saia ou uma calça neutra, assim o look não fica tão carregado ... mas, também, vale exagerar se a proposta for essa!

Blusa da Gucci. Fonte: Christian Vierig/Getty

A revista Vogue, através da consultora de moda Glória Kalil, conta uma informação importante na reformulação dessa moda: "se antes não era legal mostrar a marca da roupa, agora está permitido". As marcas estão aproveitando para estampar seus símbolos de um modo desconecto, moderno e jovem. Essa é a nova cara da logomania. Se antes era feio dizer a marca da roupa, agora é moda estampar bem grande e destacar isso.

Para quem foi adepta dessa moda há anos atrás, no final dos anos noventa para o início do dois mil pode começar a resgatar as peças guardadas no fundo do baú.

Mas a logomania não está aí só para as grandes marcas. Muitas roupas hoje em dia estão com estampas de frases feitas ou os conhecidos "meme". São roupas mais baratas, que cabem no bolso de todo mundo e lógico sem sair da moda.

Sábado, 18 de Maio de 2019 - 11:45

Último final de semana da Feira da Gestante, Bebê e Criança

por Iga Bastianelli

Último final de semana da Feira da Gestante, Bebê e Criança

 

Produtos para decoração, roupinhas para diversas fases do bebê e da criança, acessórios, novidades, tecnologia no cuidado infantil, ou seja se você está grávida é possível montar todo o enxoval num único lugar. É que acontece até amanhã, em Salvador, a Feira da Gestante, Bebê e Criança no estacionamento do Wall Mart, na região do Iguatemi. “Tivemos um público surpreendente durante toda a semana e a expectativa é grande para este último final de semana”, comemorou a Diretora de Marketing e Apresentadora da Feira, Iasmyn Kochinsky

 

Em sua 12aedição na capital baiana, a Feira já existe há 28 anos e vem sendo realizada em diversas outras capitais do país. A Feira da Gestante, Bebê e Criança sempre apresenta os últimos lançamentos e segundo Iasmyn a novidade desta Feira fica por conta do preço diferenciado dos expositores e do estacionamento gratuito, ela reforça que é um evento para toda família.

No local é possível encontrar ainda praça de alimentação, lactário e a presença de uma ambulância UTI com socorrista, enfermeira e médico de plantão durante todo o funcionamento do evento. A Feira da Gestante, Bebê e Criança é gratuita e aberta ao público, sem a necessidade de credencial.

Este ano o publico conta com o apoio de diversas Digitais Influencers baianas e as novidades e postagens podem ser conferidas no instagram @feiradobebe_salvador

 

Feira da Gestante, Bebê e Criança

Quando: 11 a 19 de maio 

Onde: Estacionamento do Wall Mart - Próximo ao Shopping da Bahia. Av. Antônio Carlos Magalhães, S/N, - Pituba, Salvador- Ba

Horários:

Sábados, das 10h às 21h

Domingo 19, das 10h às 20h

Entrada e Estacionamento gratuitos.

Número de magistradas nos tribunais superiores cresce apenas 1,2% em 10 anos
Foto: Divulgação

Um levantamento feito pelo Conselho Nacional de Justiça apontou que, nos últimos 10 anos, o número de magistradas em atividade cresceu apenas 1,2%. Em 2009, a magistratura brasileira era composta por 37,6% de mulheres. Atualmente, elas representam 38,8%.

 

No caso dos tribunais superiores, no entanto, o número de mulheres caiude 23,6% para 19,6%, segundo o Diagnóstico da Participação Feminina no Poder Judiciário.

 

De acordo com a Agência Brasil, a Justiça do Trabalho é a que tem mais magistradas, com 50,5% do total. A segunda colocada, a Justiça Estadual, tem 37,4%. A menor participação é na Justiça Militar Estadual, com apenas 3,7%.

 

Os números contrastam com o crescimento expressivo do número de servidoras que trabalham nos tribunais de todo o país, que representam hoje 56,6% da força de trabalho.

Sexta, 17 de Maio de 2019 - 09:05

Tenho Lúpus. Posso engravidar?

por Dr. Livius Ribas

Tenho Lúpus. Posso engravidar?

 

Maio é conhecido pela campanha Maio Roxo, de conscientização sobre o Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), doença reumática autoimune, com sintomas que variam de acordo com as partes do corpo atingidas, porém os mais comuns são: vermelhidão no rosto em forma de "borboleta" sobre as bochechas e o nariz, lesões na pele que surgem ou pioram quando expostas ao sol, dor nas articulações, rigidez muscular e inchaços, sensibilidade à luz do sol, fadiga crônica, dificuldade para respirar, queda de cabelo, desconforto geral, ansiedade, mal-estar, entre outros. Muitas mulheres que tem Lúpus tem essa dúvida, mas cada caso deve ser avaliado separadamente, já que a gravidez nessas pacientes depende de algumas variáveis. Vale ressaltar que sim, é possível, mas uma reposta mais acertada vai depender de uma análise por parte do reumatologista.

 

Em geral, a doença por si só não é uma contra indicação absoluta para a gravidez, mas ela deve estar em remissão (inativa) por no mínimo seis meses para evitar uma reativação. Também é imprescindível avaliar quais medicamentos estão sendo usados no momento que se decide pela gravidez. Há medicações que podem ser mantidas, sem efeitos colaterais para o bebê, mas a maioria deles deverá ser suspensa no momento, ou antes, do período gestacional, a depender da droga.  Por isso o momento de engravidar deve ser planejado e discutido também com um médico reumatologista.

 

Riscos – Já durante a gestação, os cuidados necessários são, além do acompanhamento regular com o reumatologista e obstetra, a proteção contra o sol, manter uma dieta e hábitos saudáveis e evitar o estresse. Isso pode evitar riscos como o de abortos, pré-eclampsia (hipertensão arterial), nascimento prematuro do bebê ou com baixo peso.

 

A presença do anticorpo Anti Ro, provoca na criança o risco de desenvolver Lúpus Neonatal. De fato, o Lúpus Eritematoso Sistêmico não é transmissível para o bebê, mas esta síndrome é o reflexo da presença temporária do anticorpo da mãe na circulação fetal. Assim, a presença desse anticorpo pode causar lesões cutâneas passageiras e sua manifestação mais grave e, felizmente, rara, é o bloqueio atrioventricular, que deixa  as batidas do coração do bebê mais lentas. Esse problema pode ser identificado já durante o período pré-natal. 

 

Outra característica que pode estar relacionada ao Lúpus e a gestação são os abortos de repetição, que, entre outras causas, podem estar relacionados à presença de anticorpos Anti-Fosfolípides. A presença destes anticorpos e, dependendo do histórico da gestação e da ocorrência de tromboses anteriores, vai requerer orientações específicas durante o pré-natal, para que a gravidez transcorra bem até o final.

 

Bebês saudáveis - Felizmente, na grande maioria das vezes, quando seguidas as orientações médicas, as pacientes com Lúpus dão à luz filhos saudáveis. No momento de escolher um obstetra é importante que esse profissional esteja preparado para atender às particularidades dessa gravidez, além de ter um contato próximo com o reumatologista. É importante que essa mãe e o bebê tenham uma rede de apoio, do pai, familiares e amigos, para enfrentarem esse período de alegria e muitas mudanças sem sofrer com a  doença!

 

Dr. Livius Ribas é obstetra com grande experiência em gestação e parto de risco. 

 
 
 
Quinta, 16 de Maio de 2019 - 09:05

Blogueiras baianas selecionam "achadinhos" na Feira da Gestante, Bebê e Criança

por Iga Bastianelli

Blogueiras baianas selecionam

 

A tradicional Feira da Gestante, Bebê e Criança acontece até domingo no estacionamento do Wall Mart, na região do Iguatemi. Em sua 12a edição em Salvador, a Feira já existe há 28 anos e vem sendo realizada em diversas outras capitais do país. A expectativa da diretora de Marketing e Apresentadora da Feira Iasmyn Kochinsky é alta. “Estamos bem animados, apostamos no público de Salvador que há cinco anos sempre vem à procura das novidades dos nossos expositores”, revelou Iasmyn.

 

A Feira da Gestante, Bebê e Criança sempre apresenta os últimos lançamentos e segundo Iasmyn a novidade desta edição fica por conta do estacionamento gratuito, ela reforça que é um evento para toda família.

 

Este ano o publico conta com o apoio de algumas Digitais Influencers entre elas conseguimos falar com Nine Lima do @blogqueridamamae e Paty Souto do @blogvamoscelebrar. “Adorei a a estrutura, ar condicionado para maior conforto das mamães e gestantes e nesta edição percebi que a Feira tem mais stands, corredores mais largos e é possível encontrar, também, stands de comidas e bebidas”, disse Nine Lima. Para Paty Souto que disse estar apaixonada por esta edição da feira. “É um evento completo, com produtos de excelente qualidade, marcas reconhecidas e preço super Justo! E o melhor é que a mamãe consegue montar o enxoval completo em um único lugar”, deu a dica Paty.

 

A pedido do BN Mulher as blogueiras fizeram uma pesquisa de “achadinhos” imperdíveis e vejam o que elas sugerem:

Dicas de Nine Lima do @blogqueridamamae

Cinta Térmica para Cólica por R$ 32,90

Vestidinhos em algodão por R$ 39,00

 

Já os achadinhos de Paty Souto do @blogvamoscelebrar

Kit mamadeiras Avent R$ 62,90

 

Assento redutor com escada R$ 129,90

No local é possível encontrar ainda praça de alimentação, lactário e a presença de uma ambulância UTI com socorrista, enfermeira e médico de plantão durante todo o funcionamento do evento. “A Feira da Gestante, Bebê e Criança que acontece no Estacionamento do Wall Mart é gratuita e aberta ao público, sem a necessidade de credencial”, convidou Iasmyn . 

Feira da Gestante, Bebê e Criança

Quando: 11 a 19 de maio 

Onde: Estacionamento do Wall Mart - Próximo ao Shopping da Bahia. Av. Antônio Carlos Magalhães, S/N, - Pituba, Salvador- Ba

Horários:

Sábados, das 10h às 21h

Domingo 12 ( dia das mães) das 14h às 20h

Segunda à sexta, das 13h às 21h

Domingo 19, das 10h às 20h

Entrada e Estacionamento gratuitos.

Quarta, 15 de Maio de 2019 - 13:00

Encontro gratuito irá falar sobre Educação x Equilíbrio Emocional

por Iga Bastianelli

Encontro gratuito irá falar sobre Educação x Equilíbrio Emocional

Realizado sempre no mês de maio, em comemoração ao Dia das Mães e ao Dia da Família, o Day Off Family 2019 tem como tema “A educação através do equilíbrio emocional”. O encontro será no próximo sábado (18 de maio), das 8h às 12h, no auditório da loja Ferreira Costa, na Avenida Paralela, em Salvador. As inscrições são gratuitas!


Na ocasião, será lançado o Instituto Reconexão, que tem como propósito levar cada pessoa a uma jornada de equilíbrio emocional, alcançando a plenitude nas diversas áreas da vida. Participam da ação a educadora, terapeuta sistêmica e fundadora do Instituto Somos Pais, Jéssica Costa, a especialista de vida e carreira, Tammi Lemes, e o terapeuta holístico e educador em práticas orientais energéticas, Jean Francisco.

Programação

Durante o encontro serão abordadas questões que influenciam diretamente a educação dos filhos, como vida profissional, relação com os pais e equilíbrio emocional. O principal objetivo é esclarecer dúvidas relacionadas à maternidade/paternidade, assim como proporcionar a troca de experiências. 

Serviço
O quê: 4º Day Off (Dia de Folga) da Família
Quando: 18.05 (sábado), das 8h às 12h.
Onde: Auditório da loja Ferreira Costa - Av. Luiz Viana Filho, 6180 - Paralela
Inscrições: http://www.institutosomospais.com.br/4-day-off-da-familia/ 
ou bit.ly/dayoff2019 
Contato: Jéssica Costa, fundadora do Instituto Somos Pais: (71) 9 9173.1466

Ministério da Saúde se reúne com Osid após anúncio de canonização de Irmã Dulce
Foto: Jade Coelho / Bahia Notícias

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, agendou uma reunião com a superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), Maria Rita Pontes, na próxima quinta-feira (16), em Brasília, na sede da pasta. A informação foi confirmada por Maria Rita, nesta terça (14), dia em que o Vaticano anunciou a canonização da freira baiana (leia mais aqui e aqui), e enquanto a gestora listava as despesas e os desafios de manter em pleno funcionamento as obras que levam o nome do "anjo bom da Bahia".

 

"Faltam recursos, até para instalar equipamentos, [para] o básico. A gente está com dificuldade de manutenção, de pequenas reformas, de honrar os pagamentos dos fornecedores e funcionários, é com muita dificuldade que a gente faz isso", lamentou Maria Rita.

 

Por parte da superintendente, a pauta do encontro com o ministro vai contar com apelos a respeito do reajuste dos recursos da pasta para as Obras Sociais Irmã Dulce. "O desafio maior sem dúvida é o financeiro, por conta do desequilíbrio receita-SUS e despesa-SUS", explicou Maria Rita Pontes ao afirmar que déficit nas contas da entidade em 2018 chegou a R$ 11 milhões, mesmo contando com doações. "Estamos indo essa semana ao ministro da Saúde para pedir uma ajuda a ele, que reveja esse desequilíbrio", adiantou a gestora. "Se não há reajuste de um contrato, não tem nem a reposição da inflação, é impossível. A gente não consegue sobreviver", completou.

 

Ela ainda garantiu que está ciente das dificuldades financeiras e crise econômica enfrentadas pelo Brasil, mas que "espera ter uma luz". "Se a gente não tiver um reajuste, a obra vai passar dificuldades ainda maiores do que passou o ano passado", disse.

 

Com o anúncio de canonização de Irmã Dulce, após a confirmação de um segundo milagre atribuído a até então beata baiana, Maria Rita está otimista quanto a melhora da condição financeira da entidade. Ao citar os principais problemas enfrentados pela gestão da Osid, ela citou o aumento da visibilidade do trabalho realizado por eles como mais um ponto positivo. "As Obras passam a ser mais vistas, têm a possibilidade de receber mais apoio de toda a sociedade, de todo o Brasil, de todo o mundo", previu.

Terça, 14 de Maio de 2019 - 09:05

Moda

Moda

A moda dos moletons virou febre entre as mulheres. Mesmo em lugares quentes como Salvador eles estão em alta, e são usados no dia a dia. Geralmente é visto em conjunto de blusão com manga e calça. Mas já é possível encontrar ,também, os mais leves e até com manga curta.

 

Nesse momento da moda é possível usar uma blusa moletom com calça jeans ou vestir uma blusa básica com a calça moletom, ou até o conjunto mesmo. Esse estilo mais despojado não é adaptável a qualquer lugar. Por ser mais informal não é interessante adotar ele para o trabalho.

 

Em relação ao corpo é importante saber usar a blusa. A blusa moletom existe no modelo de cropped também ! Já a calça é mais democrática e vai bem com quase tudo, porque é um modelo básico, como conta o site Dicas de Mulher. As calças também mudaram, se antes eram apenas reta, hoje podem ser encontradas no estilo flare (com a boca mais larga, estilo boca de sino).

 

Essas roupas podem ser usadas de dia ou à noite, quanto a bolsa ou sapatos variam de acordo com o ambiente onde a pessoa vai estar. O moletom permite que a mulher brinque com o tênis ou com o salto, bem como uma mochila ou uma carteira de mão.

Médicas brasileiras têm salários menores que médicos trabalhando em mesmas condições
Foto: Reprodução / Getty Images

Apesar dos últimos dados da Demografia Médica no Brasil 2018 indicarem que as mulheres estão ganham maior espaço na medicina, dados levantados por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) indicam que as médicas brasileiras têm salários menores que os médicos mesmo trabalhando em condições semelhantes. 

 

Os pesquisadores mapearam salários e condições de trabalho de uma amostra de 2,4 mil médicos brasileiros. Foram levados em conta o local de trabalho, carga horária e especialidade desses profissionais.

 

Os dados levantados levaram os pesquisadores a constatar que 80% das mulheres se concentram nas três categorias inferiores de remuneração da profissão, de um total de seis. Entre os homens, essa proporção é de 50,8%.

 

O estudo ainda mostrou que as médicas brasileiras trabalham mais no Sistema Único de Saúde (SUS), e também estão mais presentes na atenção primária. Elas ainda fazem menos plantões que os homens. Eles acabam dominando as especialidades cirúrgicas e têm mais representantes na faixa etária a partir de 60 anos.

 

A análise da diferença salarial entre médicos e médicas desconsiderou essas variáveis. Os pesquisadores aplicaram um modelo estatístico que isolou esses fatores. O resultado mostrou que, ainda assim, a diferença de remuneração entre homens e mulheres persiste. A chance de um homem estar na faixa mais elevada de salário é de 17,1%, enquanto entre as mulheres esse índice é de 4,1%, segundo a Folha de S. Paulo.

Terça, 14 de Maio de 2019 - 08:20

Irmã Dulce será proclamada Santa pelo Vaticano

Irmã Dulce será proclamada Santa pelo Vaticano
Foto: Divulgação / Osid

Também conhecida como o "anjo bom da Bahia" por suas obras de caridade no estado, a beata Irmã Dulce teve mais um milagre reconhecido e será proclamada como Santa. A condecoração foi autorizada pelo Papa Francisco e anunciada nesta terça-feira (14) pelo portal de notícias do Vaticano.

 

A informação oficial afirma que a proclamação vai ocorrer em "solene celebração de canonizações", mas a data ainda não foi anunciada.

 

Registrada como Maria Rita Lopes de Sousa Brito, Irmã Dulce nasceu em 26 de maio de 1914 e faleceu em 22 de maio de 1992. Em 2011, ela já havia sido condecorada pelo Vaticano com a beatificação. A cerimônia foi realizada no dia de 22 de maio daquele ano, no Parque de Exposições de Salvador.

 

MILAGRES

O processo de canonização de Irmã Dulce teve início em janeiro de 2000 e ela passou a ser chamada de Serva de Deus. Já a validação jurídica do virtual milagre foi emitida pela Santa Sé em junho de 2003. Seis anos depois, em abril de 2009, o então Papa Bento XVI reconheceu as virtudes heróicas de Irmã Dulce e a concedeu o título de Venerável.

 

Já o processo de beatificação foi iniciado a partir de outubro de 2010, quando a Congregação para a Causa dos Santos reconheceu, de forma unânime, a autenticidade de um milagre atribuído a ela. O ato em questão ocorreu no município sergipano de Itabaiana, em 2001. Abençoada pelo milagre, Cláudia Cristina dos Santos afirma que sofreu uma forte hemorragia durante 18 horas, tendo sido submetida a três cirurgias na Maternidade São José, após o parto de seu segundo filho, Gabriel.

 

Para o médico dela, apenas "uma ajuda divina" poderia salvar a mulher. A família dela, então, pediu apoio ao padre José Almí, que fez uma corrente de oração pedindo a intercessão de Irmã Dulce e deu a Cláudia uma pequena relíquia da freira. Com isso, a mulher conta que a hemorragia cessou subitamente.

 

O caso dela foi analisado por 10 peritos médicos brasileiros e sete italianos, mas nenhum deles soube explicar o porquê da melhora repentina. Depois disso, teólogos e o colégio cardinalício também analisaram o caso e todos foram unânimes em reconhecer o milagre. Dessa forma, em 10 de dezembro de 2010, o Papa Bento XVI autorizou a transformação da Venerável em Beata.

 

Logo após mais esse reconhecimento, surgiram mais de três mil relatos de milagres atribuídos a Irmã Dulce. De acordo com a Folha de S. Paulo, outros dois atos milagrosos foram analisados pelo Vaticano desde 2013, mas eles não foram detalhados para que isso não atrapalhasse as investigações, que ocorreram em sigilo. Agora, pelo menos um deles foi confirmado para que a beata ganhasse o título de santa.

 

VIDA E OBRA

A biografia da freira soteropolitana ressalta que desde a infância ela já demonstrava sua vocação para trabalhar em benefício dos mais pobres. Aos 13 anos, ela passou a acolher mendigos e doentes em sua casa, o que transformou a residência da família, no bairro de Nazaré, num centro de atendimento. Também nessa época, ela começou a demonstrar interesse em seguir a vida religiosa.

 

Então, anos depois, logo após se formar como professora, Maria Rita entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Sergipe. Já como Irmã, sua primeira missão foi ensinar em um colégio mantido pela congregação, no bairro da Massaranduba, em Salvador.

 

Sempre com o intuito de ajudar a população carente, Irmã Dulce passou a atuar com o grupo de assistência à comunidade de Alagados, o conjunto de palafitas no bairro de Itapagipe, e também a atender os operários do bairro, criando um posto médico e fundando, em 1936, a União Operária São Francisco. Daí em diante foram diversos feitos sociais.

 

Figura histórica no mundo, a freira é sempre lembrada na Bahia com a associação Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), que presta atendimentos na Av. Dendezeiros, na capital baiana. O espaço funciona como um complexo de saúde, com cerca de 3,5 milhões de atendimentos ambulatoriais gratuitos por ano a idosos, pessoas com deficiência, pacientes sociais, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas e crianças e adolescentes em situação de risco social.

Segunda, 13 de Maio de 2019 - 10:35

Vogue Brasil Comemora 44 anos

Vogue Brasil Comemora 44 anos

 

A Vogue Brasil comemora neste mês de maio seu aniversário de 44 anos! Para celebrar, a publicação, que tem três capas nesta edição, com Sabrina Sato, Lellê e Anitta, receberá amigos e convidados no bar dos Arcos, no subsolo do Theatro Municipal, em São Paulo, hoje.

O jantar de aniversário do título será em parceria com a Iorane e com apoio da vodka Grey Goose, e contará com a presença da apresentadora Sabrina Sato!

 

A verdadeira Feira da Gestante, Bebê e Criança com programação hoje no dia das mães
Foto: Divulgação

A tradicional Feira da Gestante, Bebê e Criança que acontece em Salvador de 11 a 19 de maio, no estacionamento do Wall Mart, na região do Iguatemi, já realizou mais de 300 edições, em 28 anos. “Só aqui na capital baiana realizamos a feira há 5 anos e essa é a 12a edição. Estamos bem animados hoje, aqui, em pleno dia das Mães e queremos encontrar todas as futuras mamães ”, enfatizou Iasmyn Kochinski, diretora de Marketing e Apresentadora da Feira.


Segundo Iasmyn a novidade desta Feira fica por conta do estacionamento gratuito, além das diversas novidades com preços baixos. “ Temos várias opções, desde as últimas tendências até itens clássicos, para encantar todas as mamães! Nossos expositores e fabricantes garantem excelentes preços e sempre nos preocupamos com a infraestrutura e com bem estar dos visitantes, um evento para toda família”, disse a diretora Iasmyn. A Feira da Gestante, Bebê e Criança sempre apresenta os últimos lançamentos de puericultura leve e pesada, moda bebê e criança, grifes para gestantes, móveis e decoração.

 


Foto: Reprodução / Instagram

 

Vale ressaltar que as edições que acontecem em todo o país tem sucesso de público e vendas. Além de Salvador esta Feira acontece também em São Paulo Capital e interior, Baixada Santista, no Rio de Janeiro, Brasília, Londrina, Goiânia, Florianópolis e Porto Alegre. “Somos uma Feira completa, com uma média de 100 expositores e mais de 400 fabricantes de artigos e produtos para gestantes, bebês e crianças até os sete anos, onde são apresentados produtos nacionais e importados”, revelou Iasmyn Kochinsky.  

 


Foto: Reprodução / Instagram

 

No local é possível encontrar ainda praça de alimentaçãoa, lactário e a presença de uma ambulância UTI com socorrista, enfermeira e médico de plantão durante todo o funcionamento do evento. A Feira da Gestante, Bebê e Criança que acontece no Estacionamento do Wall Mart é gratuita e aberta ao público, sem a necessidade de credencial. 

 

 

Feira da Gestante, Bebê e Criança

Quando: 11 a 19 de maio 

Onde: Estacionamento do Wall Mart - Próximo ao Shopping da Bahia. Av. Antônio Carlos Magalhães, S/N, - Pituba, Salvador- Ba

Horários:

Sábados, das 10h às 21h

Domingo 12 ( dia das mães) das 14h às 20h.

Segunda à sexta, das 13h às 21h

Domingo 19, das 10h às 20h

Entrada e Estacionamento gratuitos.

Domingo, 12 de Maio de 2019 - 00:00

Projeto tenta ampliar humanização de partos na rede pública da BA após difusão da prática

por Jade Coelho / Rafaela Souza

Projeto tenta ampliar humanização de partos na rede pública da BA após difusão da prática
Foto: Reprodução / Thinkstock

Em um movimento crescente, as mulheres baianas têm demonstrado maior interesse e procurado unidades especializadas em partos humanizados. Na prática, a mulher tem seu protagonismo respeitado e recebe o mínimo de intervenções médicas possíveis. Nesse sentido, a partir de uma demanda externa, um projeto de lei foi criado e está em tramitação na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), a fim de garantir a ampliação da oferta da técnica em unidades de saúde da rede pública da Bahia.

 

A Secretaria de Saúde do Estado Bahia (Sesab) informou que existem dois centros de parto normal na Bahia que são credenciados pelo Ministérios da Saúde e que oferecem esse serviço. O Centro de Parto Normal da Mansão do Caminho e o Centro de Parto Normal de Juazeiro.

 

De acordo com a médica e especialista em assistência humanizada, Camila Rabello, a demanda vem crescendo, assim como o aumento do número de profissionais especializados nos últimos anos. Além disso, a médica atribuiu ao empoderamento das mulheres, através de grupos de militância, o aumento do interesse e opção pelo parto humanizado. “Existe um trabalho forte da militância da humanização do parto, a partir da oferta de cursos, formação de doulas, caminhadas e passeatas. Isso faz com que as pacientes tenham mais acesso à informação e tenham a curiosidade despertada. A partir daí ela vai guiando e estruturando suas escolhas”, explicou Camila.

 

A militância a que a médica se referiu também motivou a criação do Projeto de Lei 23.112/2019, de autoria da deputada estadual Olívia Santana (PCdoB). “Várias mulheres que militam nessa frente de saúde nos trouxeram essa ideia, no sentido de garantir que no atendimento hospitalar da rede pública se tivesse acesso a esse conceito de parto humanizado, que garante ambiente de menor estresse, humaniza com profissionais que compunham essa filosofia”, explicou a deputada.

 

O texto prevê, além da oferta de partos humanizados em unidades de saúde da rede estadual de saúde, a garantia à gestante do direito à elaboração de um Plano de Parto Individual (PPI), no qual deverão ser indicados: o estabelecimento onde será prestada a assistência pré-natal, nos termos da lei, e a equipe responsável pela assistência pré-natal.

 

Sobre o perfil das mulheres que optam pelo parto humanizado, a médica destacou a busca por autonomia: “a mulher que gosta de poder decidir, que se informa e não segue o fluxo. É uma mulher que busca a suas escolhas através da informação, e a partir daí busca um parto que é considerado hoje, como sempre foi na verdade, um parto mais seguro por ter menos intervenções”.

 

A humanização vem pra dar características ao parto normal e evitar as intercorrências desnecessárias. Segundo Camila Rabello, os benefícios consagrados na literatura vem do parto normal. “O que o movimento da humanização traz e faz é questionar a prática clínica viciosa e sem respaldo científico, e tenta mudar isso”, argumentou a médica, ao destacar ainda que a prática atualiza a assistência e faz com que os profissionais revejam essas ações e tentem ser mais fiéis a literatura científica.

 

A escolha do profissional é um ponto importante no parto humanizado. Segundo a especialista, o profissional precisa acolher a mulher dentro da autonomia de cada uma. “A mulher deve ser a responsável por ditar como as coisas vão acontecer ali porque ela que está vivendo aquele processo. Buscar sobre o profissional, pois com o crescimento da oferta veio uma onda de modismo”, disse ao fazer um alerta sobre a utilização do termo “parto humanizado” em vários contextos que não necessariamente condizem com a filosofia da prática.

Sábado, 11 de Maio de 2019 - 00:00

Artistas grávidas após os 40 anos quebram 'tabu' de gestação tardia

por Jade Coelho / Ian Meneses

Artistas grávidas após os 40 anos quebram 'tabu' de gestação tardia
Foto: Reprodução/ Instagram

Escolher engravidar mais tarde provoca a necessidade de procurar aconselhamento reprodutivo e tratamentos de fertilidade. A prática está se tornando cada vez mais comum entre as mulheres brasileiras, segundo dados do Ministério da Saúde. Exemplos recentes entre artistas como Karina Bacchi aos 40, Ivete Sangalo aos 45 e Carolina Ferraz aos 46 tomam conta do noticiário. Essa procura por reprodução humana assistida ainda envolve muitos tabus e preconceitos que precisam ser combatidos e superados, de acordo com Genevive Coelho, diretora médica de uma clínica especializada em reprodução humana em Salvador.


 “A gente precisa trabalhar mais a população no sentido de alertar para que as mulheres busquem mais [informações]. Ainda há um tabu, principalmente se confunde muito a infertilidade com uma falta de realização. As pessoas se sentem inferiores, não veem que esse é um problema que vai começar a existir nas futuras gerações por causa do retardo de começar a engravidar. [Isso] não é um fracasso pessoal”, explicou a médica. “[Esse preconceito] tem que ser tirado porque é muito mais uma questão orgânica da mulher do que um fracasso pessoal da mulher, da impotência”, completou Genevive.


 Durante o seu período de tratamento hormonal, em 2015, a atriz Carolina Ferraz, que na época tinha 46 anos, tornou pública a depressão que enfrentou justamente pela falta de informações sobre como lidar com o procedimento para ter um filho tardiamente. “Fiquei grávida logo de cara, já na segunda tentativa. Fiz uns quatro meses de tratamento. Mas, depois, passei mais três meses tomando hormônios, fiquei inchada. Acho que muitas mulheres devem passar por isso e talvez não saibam lidar, como eu também continuo sem saber. Tive uma depressão chatíssima”, contou na época a artista ao jornal Extra.  


Enquanto nas mulheres a idade é um dos principais pontos de alerta, nos homens o estilo de vida é o fator que dificulta a gravidez, conforme apontou Genevive. “Tanto a mulher deixa para engravidar mais tarde, quanto a gente tem muitos homens com a piora da qualidade seminal pelo estilo de vida. Devido ao uso de drogas, cigarro, bebidas, estresse, obesidade, alimentação, uso de anabolizantes e suplementos, que influenciam na piora da qualidade do sêmen”, explicou a médica.


Além da possibilidade de dificuldade de engravidar após os 40 anos, a gestação nessa idade é associada a uma série de cuidados para que tanto a mãe quanto o bebê se mantenham saudáveis. Nesse sentido, a médica alertou para a importância ainda maior de exames, acompanhamento médico e até para necessidade, em alguns casos, de um pré-natal dirigido.


Grávida aos 45 anos, a cantora Ivete Sangalo montou uma rotina exclusivamente dedicada à gestação. Esperando as gêmeas Marina e Helena que vieram ao mundo no Carnaval de 2018, Ivete passou por um programa de exercícios, alimentação, cuidados com as articulações sem deixar de lado a estética, tão exigida pelas atividades artísticas.  


Em uma entrevista ao programa “Estrelas” no início de 2018, Ivete contou que após os três meses passou a fazer 90% dos seus exercícios sentada, focando na musculatura. Aliado a isto, as atividades de baixa intensidade surgiram como melhor alternativa de exercício. Esposa do nutricionista Daniel Cady, Sangalo colocou mais vegetais e frutas no prato, cortou os alimentos crus e priorizou uma alimentação rica em ferro. Além disso, ela passou a comer carne vermelha, pelo menos uma vez por semana. A rotina de Ivete pode ser um exemplo, mas as especificidades de cada gravidez tardia exigem uma rotina exclusiva e única não necessariamente semelhante ao que foi feito pela artista. 


Nesse sentido de elaborar uma nova rotina, a obstetra chama a atenção para as consequências de uma gravidez tardia sem cuidados necessários com o organismo da gestante. Ela também aproveitou para alertar que com o passar da idade a qualidade dos óvulos diminui e a chance de problemas genéticos são potencializados. “A idade aumenta o risco de doenças hipertensivas da gestação, que chamamos de pré-eclâmpsia, risco de diabetes gestacional, mas isso é um risco bem controlado, que com um bom pré-natal podem ser contornado. Mas para a criança aumenta o risco de síndrome de Down, por exemplo”, alertou a obstetra.


Genevive também recomenda que a mulher, perto dos 35 anos (idade que acende o alerta sobre os problemas na gravidez) “faça um aconselhamento reprodutivo, no sentido de ver como está a reserva ovariana, permitindo um prognóstico do futuro reprodutivo, se vale a pena não congelar os óvulos antes”. Foi nesse sentido que a atriz Karina Bacchi decidiu fazer o congelamento no limite do recomendado. 


“Congelei meus óvulos aos 35 anos. A gente nunca sabe o dia de amanhã”, disse a artista ao site Ego em 2017, no período em que esperava o seu filho, Enrico, aos 40 anos de idade. 


A tecnologia é uma grande aliada. Segundo Genevive, atualmente já é possível, em casos de gestações assistidas por profissionais de reprodução humana, a realização de estudos genéticos em embriões a fim de afastar riscos de algumas doenças para os bebês. 

Sexta, 10 de Maio de 2019 - 21:00

Marta vira defensora de metas das Nações Unidas

Marta vira defensora de metas das Nações Unidas
Foto: Reprodução / O Globo

A jogadora Marta Vieira da Silva, estrala brasileira do futebol,  agora faz parte do grupo de 17 defensores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) das Nações Unidas. Na lista estão empresários, artistas, políticos e ativistas de renome internacional.

 

A atleta  brasileira disse que “o esporte é uma ferramenta fantástica para o empoderamento.” Segundo ela, “através do esporte, mulheres e meninas podem desafiar normas socioculturais e estereótipos de gênero e aumentar sua autoestima", em nota à Agência Brasil.

 

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres anunciou nesta semana os defensores.Os Estados-membros das Nações Unidas têm os próximos 11 anos para alcançar as metas da Agenda 2030 da organização. 

 

O secretário-geral afirmou ainda que o mundo tem “as ferramentas para responder às questões colocadas pelas mudanças climáticas, pressão ambiental, pobreza e desigualdade”, mas “as ferramentas não são úteis se não forem usadas.”
 

'Era símbolo sexual, virgem e suburbana', relembra Xuxa sobre início da carreira
Foto: Reprodução / Instagram

A apresentadora e modelo Xuxa Meneghel vai dedicar um pouco mais de seu tempo à escrita. Ela estreou uma coluna na revista Vogue, nesta segunda-feira (6) para narrar fatos de sua trajetória e lições de vida, abrindo contato mais direto com o público. No seu primeiro texto, ela conta, de forma breve, a sua trajetória do Rio Grande do Sul até o estrelato e como toda essa experiência a dará conteúdo para escrever na revista um vez por mês.

"Eu era símbolo sexual, virgem, suburbana, interiorana e para completar engatei um relacionamento com o maior ídolo desse país, Pelé, com quem fiquei durante seis anos. Depois, mais dois anos com outro grande símbolo: Ayrton Senna. E, pra completar tinha um programa das 8h as 12h, todas as manhãs, na maior emissora de televisão do Brasil, a Globo. Acha que é pouco?". Como não é pouco, Xuxa não deve sentir falta de histórias para contar e afirma que seus textos terão vitórias, mas também os sufocos pelo qual passou. Nessa primeira coluna, ela também revela que quase morreu no parto e, por isso, recebeu esse nome". 

"Meu pai teve que escolher entre salvar a vida do bebê ou da mãe (claro que escolheu a mãe). Então, por uma promessa e um milagre, meu pai me deu o nome de Maria da Graça". A bebê chegou em casa e recebeu o apelido de Xuxa de seu irmão mais velho, Blad. Já na adolescência foi descoberta por olheiros no trem e, logo, seria capa de revistas internacionais. 

Sexta, 10 de Maio de 2019 - 08:00

Repórter da TV Bahia, Juliana Cavalcante anuncia 2ª gravidez no 'Jornal da Manhã'

por Júnior Moreira Bordalo

Repórter da TV Bahia, Juliana Cavalcante anuncia 2ª gravidez no 'Jornal da Manhã'
Foto: Bahia Notícias

A jornalista Juliana Cavalcante surpreendeu os telespectadores do 'Jornal da Manhã', nesta sexta-feira (10), ao anunciar ao vivo que está grávida em um bate-papo com o apresentador Ricardo Ishmael. Casada com o também jornalista Bruno Pita desde novembro de 2018, esta é a segunda gestação da comunicadora. Ela já é mãe da pequena Duda.

 

Formada em comunicação com habilitação em jornalismo pela Universidade Potiguar, em Natal, Juliana já trabalhou na TV Ponta Negra, afiliada do SBT, Record Natal, TV Band Natal, ambas no Rio Grande do Norte. Chegou na Bahia em 2011 para a TV Band e desde 2012 integra o time da afiliada da rede Globo.

Quarta, 08 de Maio de 2019 - 10:05

Organização de ambientes deixa tudo mais leve

Organização de ambientes deixa tudo mais leve
Priscila Saboia. Foto: Reprodução

A organização é pra trazer bem-estar! A arrumação geral da casa geralmente causa várias emoções, e para muitos é um pesar ou sinônimo de briga porque algo fora do lugar é motivo de discussão. A Personal Organizer, Priscila Saboia,  segue a linha de pensamento que toda organização, seja de rotina ou do ambiente tem que gerar prazer e não ser motivo de situações ruins.

 

A organização da casa, por exemplo, não deve durar todo o tempo de um feriado ou um final de semana, mas ofertar tempo de qualidade para aproveitar o que realmente importa.

"Quando a gente volta pra casa, a gente quer se sentir bem. Afinal é o nosso templo, o lugar onde a gente dorme [...] então a nossa casa não deve ser alvo de brigas ou desentendimentos porque o chinelo estava no meio do caminho, ou porque a criança não fez a cama" diz Priscila Saboia em uma palestra.

Em seu blog, canal no YouTube, e no Instagram, Priscila dá dicas de como melhorar e otimizar a rotina diária com truques simples de organização, para que todos possam desfrutar de uma vida bem arrumada. Suas dicas vão de limpeza e arrumação da cama, a organização social.

Em um dos textos do seu blog ela dá a dica de itens úteis para organização que as pessoas podem comprar sem medo, confira:

  • Colmeias organizadoras para calcinhas e meias – em cada espaço vago inclua as peças. Isso vai organizar os itens, melhorar a visualização do que você tem tem guardado na gaveta;

  • Colmeias organizadoras para blusas – o mesmo do item a cima. Quantas vezes blusas deixaram de ser usadas porque estavam no fundo da gaveta, debaixo das blusas que são usadas com frequência?
  • Cestinhos de plástico – escritório, lavanderia, quarto e até mesmo geladeira. Quantas coisas pequenas são úteis e necessárias, mas se não tiver onde guardar ficam bagunçadas? Cestinhos de plástico são úteis para guardar clipes, notinhas de papel, canetinhas, bem como pregadores de roupas;
  • Ganchos que vão a paredes e portas – dá pra pendurar roupas, pano de prato, toalha, luvas de tecido ou qualquer outra coisa em uso que não pode ficar largada pela cama, chão ou mesa;

Quando a vida está organizada tudo fica mais leve, sem precisar de grandes esforços, para a personal é um ciclo que todos podem construir dentro de si e dentro de casa.

Planejamento e pesquisa para redução de custos no casamento

O casamento é uma das festas mais aguardadas por muitas mulheres, é sonho, desejo e continua sendo muito caro, também. Vestido, cabelo, espaço, decoração, buffet, bebidas, são muito os custos envolvidos.

 

Mas existem muitas formas de economizar quando o assunto é festa. Então qual seria a melhor forma de reduzir custos e manter o sonho vivo?

 

Uma das primeiras economias pode vir da locação do espaço. É preciso levar em consideração que o tamanho da festa pode ser readaptado e a celebração pode ser feita no espaço de eventos da própria igreja ou até mesmo em casa.

 

O vestido também é, sem dúvidas, um dos itens que podem pesar no orçamento da festa. Tanto a compra quanto o aluguel podem ser caros. Mas se a ideia é simplicidade, escolhendo um bom tecido e uma excelente costureira é possível fazer o próprio vestido. Mas vale a pena avaliar bem este item para não comprometer a entrada triunfal, sonho da maioria das noivas.

 

Sobre as bebidas, estas podem ser compradas aos poucos e com planejamento já que as datas de validade são longas. Quanto ao buffet existem diversas opções dos renomados até os menos conhecidos. É interessante pesquisar e tentar conhecer o trabalho do fornecedor antes da festa. Não significa que um buffet menos conhecido vá tirar o glamour da festa, é preciso planejamento e pesquisa para conseguir economizar.

Segunda, 06 de Maio de 2019 - 12:05

A nova moda é consumir de forma consciente

por Iga Bastianelli

A nova moda é consumir de forma consciente

Se você quer presentear sua mãe mas não quer ir ao shopping, prefere mesmo um presente exclusivo ou precisa encontrar algo que não impacte em seu orçamento, os produtos artesanais de pequenos produtores podem ser uma excelente opção.

 

A Artesã Georgia Favila @georgiafavila do Crianco Artes produz diversas peças em crochê, ela transformou em negócio uma habilidade que já tinha. Hoje produz bolsas, clutches e diversos outros mimos.

 

Produtos artesainais como o de Georgia Favila podem ser encontrados em instagrans ou em Lojas Colaborativas. São espaços que reúnem diversos micro empreendedores com preços diferenciados. Em Salvador já existem diversas Lojas Colaborativas.

 

Um bom presente não está ligado necessariamente ao seu valor, mas sim a relação emocional que pode gerar. Para as mulheres mais descoladas, que curtem moda e acompanham as evoluções das grandes marcas, mas sentem no bolso o alto valor das peças, a dica é garimpar os modelos em lojas especializadas, como brechós.

Embora esse tipo de negócio ainda carregue estereótipos negativos, de uns anos para cá passou a conquistar mais visibilidade, trazendo opções cada vez melhores, mais atualizadas e com ar de novo. “É uma forma, inclusive, de economizar e cooperar com a economia e moda circular, já que ela envolve não só a confecção como também o descarte ou reuso das peças”, explica Siomara Leite, uma das sócias do Brechó Agora é Meu.

Abaixo, a consultora lista alguns motivos para presentear com uma peça já usada em perfeito estado.

1 - É possível atender gostos e estilos inusitados

Peças de grifes estão sempre carregadas de autenticidade e referências inovadoras. Um produto desenvolvido dentro de uma grande marca têm um tempo maior de visibilidade fashion que artigos de fast-fashion. Brechós voltados para esse segmento, oferecem peças assim com custos até 60% menor.    

2- Você encontra referências que não estão mais no mercado

Existem pessoas que se identificam muito com certas impressões e adotam elas no seu estilo e personalidade. Se sua mãe é uma fã assídua da estampa de onça, por exemplo, em um bom brechó é possível encontrar modelos únicos.

3- Consumir de forma consciente é a nova moda 

A antiga relação de 'estar na moda' vai além de peças bonitas e atuais, sendo parte deste conceito hoje rever questões ambientais e escolher produtos mais duráveis. Ter consciência é uma forma de sempre se manter atual, “Um look perfeito não é nada perto de um brilho interior, que faz toda diferença em qualquer pessoa”, finaliza Danielle. 

 

Sexta, 03 de Maio de 2019 - 13:05

Visibilidade traz responsabilidade

por Patricia Lopes

Visibilidade traz responsabilidade

 

Como o líder é uma referência, a forma que ele enfrenta as responsabilidades reflete diretamente nos resultados da equipe e na sua imagem profissional. Por esse motivo, é essencial que ele entenda os efeitos de suas ações no comportamento dos liderados, emita mensagem com eficiência e lide adequadamente com a influência que exerce.

 

Dessa maneira, é possível ser uma figura inspiradora e realizar uma liderança genuína, conquistando notoriedade pelas atitudes e não apenas pelo cargo ocupado. Qual o papel da comunicação na imagem do líder? A comunicação é uma das habilidades mais importantes para construção da imagem do líder.

 

Quando ela é eficiente, as informações circulam corretamente e os liderados entendem a sua relevância para o êxito do time, gerando resultados positivos, motivação e engajamento. Assim,  o líder ganha  credibilidade e se torna um  profissional admirado. É importante lembrar que a comunicação não se resume à expressão verbal ela é constituída por diversos fatores, como a linguagem corporal, oratória e comportamento. Como melhorar a comunicação e a imagem diante  dos liderados?

 

O primeiro passo para ter uma comunicação mais eficiente é observar o próprio comportamento e o dos liderados. Dessa maneira, é possível conhecer as características individuais e descobrir quais são os pontos que precisam ser trabalhados.

 

Outro aspecto muito importante é aprender a ouvir. Muitas vezes, os profissionais em cargos de liderança acreditam que não precisam escutar os  colaboradores. Esse  comportamento impede o desenvolvimento do líder e do time,  prejudicando os resultados. A clareza  também é imprescindível na comunicação de um líder. As mensagens precisam ser emitidas de modo simples e objetivo. Assim, são evitados diversos problemas decorrentes de “mal-entendidos”.

 

A  transparência na  fala e nas ações é fundamental. A credibilidade é uma das características básicas de um grande líder. Quais os benefícios de aprimorar a comunicação? O profissional que  buscar o aprimoramento da comunicação consegue realizar interações produtivas e transmitir informações com eficiência. Assim, os processos acontecem de forma correta, e as atividades são feitas com excelência. Além disso, as habilidades conquistadas ajudam a melhorar a percepção e a propagar bons hábitos. Desse modo, é criado um ambiente propício para o desenvolvimento de todos os colaboradores e a formação de equipes de alta performance.

 

Ter consciência, em relação às responsabilidades que estão associadas a ser uma  figura de referência, é essencial para que os líderes tenham êxito na suas funções. Entretanto, é importante não deixar que a visibilidade impeça o desenvolvimento.

 

Muitas vezes, por medo de errar diante dos liberados, os profissionais  nessas posições evitam assumir riscos e estagnam suas carreiras. Bons  líderes não são aqueles  que nunca cometem falhas,  mas os que buscam o  aprimoramento contínuo.

 

Patrícia Lopes

Consultora de Etiqueta e Imagem

@etiqueta_patricialopes  

 

Sexta, 03 de Maio de 2019 - 00:00

Secretaria lançará programa nas escolas para reduzir violência contra mulher na Bahia 

por Rodrigo Daniel Silva

Secretaria lançará programa nas escolas para reduzir violência contra mulher na Bahia 
Foto: Harassment

Para reduzir os índices de violência contra mulher na Bahia, a Secretaria de Políticas para as Mulheres lançará um programa nas escolas sobre a temática em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU), segundo a titular da pasta, Julieta Palmeira.

Ao Bahia Notícias, a secretária afirmou que o programa será anunciado no segundo semestre deste ano e será batizado de "Valente não violenta". "Em todas as escolas de ensino médio da Bahia, em parceria com a Secretaria de Educação, nós vamos dar subsídio sobre como abordar a violência contra a mulher em sala de aula", declarou, em entrevista ao Bahia Notícias. 

Só, nos primeiros três meses deste ano, 3.020 casos de violência contra a mulher foram registrados em Salvador, o que provocou a criação de uma campanha institucional voltada para reduzir os números (lembre aqui). Para Palmeira, é preciso tomar três medidas para combater os crimes: fortalecer a rede de segurança para as vítimas, combater a cultura machista com propagandas e garantir autonomia financeira para as mulheres. "Muitas vezes a mulher é violentada e volta para a casa porque não tem como sobreviver", pontuou.

Para fortalecer a rede de segurança, o governo vai ampliar o número de delegacias especializadas e também criar espaços para atender estes casos nas delegacias comuns, segundo a secretária. Também quer incentivar que a Justiça obrigue os autores do crime, em casos de reincidência, a usarem tornozeleiras. As mulheres teriam ainda um "botão do pânico" para também combater a violência. 

Quinta, 02 de Maio de 2019 - 12:05

Cuidados com a pele no inverno

Cuidados com a pele no inverno

As mudanças no clima provocadas pelo inverno geram reflexos também para a pele e o corpo. A umidade do ar baixa, as temperaturas caem e consequentemente ocorre diminuição na transpiração corporal. Esses fatores contribuem para que a pele fique mais seca.
 

Para evitar os sintomas provocados pelo ressecamento da pele, hidratações corporais, alimentação saudável repleta de vitaminas e antioxidantes podem trazer benefícios em longo prazo. E, claro, se hidratar bem, lembra a fisioterapeuta dermato funcional Renata Maia: “É comum que nesse período do ano as pessoas bebam menos água, negligenciem mais isso ou até esqueçam. A pele acaba ficando mais seca, os lábios ressecam e é importante estarmos atentos para a necessidade de hidratação labial e da pele neste momento”.

 

De acordo com a fisioterapeuta e dermato funcional, um aliado neste momento é o uso de vitamina C tópica, que ajuda muito na hidratação e pode servir para uniformizar a pele. O uso de colágeno com associações de vitamina a, c, E e zinco também ajudam a manter o viço e a qualidade tecidual.
 

Outros problemas também podem aparecer devido ao ressecamento da pele, como Dermatite Seborreica (uma descamação da pele causada pela desregulação sebácea) e Dermatite Atópica, cujo principal sintoma é coceira e lesões cutâneas na face, tronco ou membros. Qualquer sintoma parecido, o correto é procurar um médico e não se esqueça de se hidratar sempre.

Quarta, 01 de Maio de 2019 - 11:05

A "menina" que foi levada a empreender conquista cada vez mais espaço

por Iga Bastianelli

A

Formada em Jornalismo e Administração, Yve Góes tem 35 anos, experiência, coragem e determinação. Desde muito nova alimentava a  vontade de empreender, porém só resolveu correr atrás desse sonho quando soube que seria demitida da empresa em que trabalhava. "Em novembro de 2014, eu sabia que ia ser demitida, mas não sabia quando e por isso, iniciei as pesquisas sobre franquias” disse Yve.

 

Depois de pesquisar muito encontrou uma franquia que tinha um serviço diferenciado com metodologia americana de limpeza residencial e empresarial. Mas segundo a empresária o mercado de Salvador não aderiu muito bem ao tipo de limpeza que a franquia utilizava e o negócio faliu. “Com isso eu vi outra oportunidade de trabalhar com a higienização, lavagem e impermeabilização de estofados e ambientes, foi então que surgiu a Menina do Sofá, uma empresa que preza pela saúde e bem-estar dos clientes”, explicou a empresária

 

 

Desde que começou até agora, ou seja, há quatro anos Yve já passou pela falência da franquia e conseguiu se reerguer com a Menina do Sofá. Hoje ela afirma se sentir mais feliz e fortalecida por ter conquistado espaço no mercado e reconhecimento. Mas sabe que a jornada está só começando, consciente dos desafios que tem pela frente,  busca se aprimorar cada vez mais para fazer da empresa uma referência nos serviços qu eoferece."Sabemos que não é fácil principalmente por ser mulher, existem ainda muitos paradigmas a serem quebrados, mas nós mulheres, estamos nos fortalecendo cada dia mais e ganhando espaço nesse mundo empreendedor. Os desafios são muitos, a concorrência hoje é muito maior, e agradeço por sua existência, pois ela nos incentiva a inovar sempre e a não me acomodar”, revela Yve.

 

 

Com uma visão prática ela preza pelo valor que agrega as famílias. Orgulhosa mostra os resultados que alcança a cada atendimento. Yve, também, usa bastante as redes sociais para divulgar e captar atenção dos potenciais clientes. E finaliza:  “Quem é nosso cliente sabe do nosso diferencial”. @meninadosofa

Terça, 30 de Abril de 2019 - 11:05

'Mãos de Mulheres Incríveis' vai reunir três chefs em Salvador

por Iga Bastianelli

'Mãos de Mulheres Incríveis' vai reunir três chefs em Salvador
Foto: Reprodução

As chefs Paola Carosella, Mara Salles e Neide Rigo que formam um trio conceituado na gastronomia nacional, com forte atuação em São Paulo, estarão comandando um evento especial em Salvador. A convite de Edinho Engel, restauranter e chef do Restaurante Amado irão realizar o jantar “Mãos de Mulheres Incríveis”, assinado pelas três, no dia 15 de maio (quarta-feira), às 20h.  

Paola Carosella

Nascida na Argentina, Paola Carosella cresceu na horta e no pomar da sua família. Depois do colegial, começou a trabalhar em cozinhas de restaurantes até se mudar para o Brasil em 2001, quando veio dirigir a cozinha do Figueira Rubayat, em São Paulo. Em 2008 abriu na cidade o Arturito, um restaurante com foco na cozinha clássica mediterrânea e em 2014 abriu também o La Guapa Empanadas Artesanais e Café. Além disso, se tornou muito conhecida por ser jurada da versão brasileira do programa Master Chef.

Mara Salles

Mara Salles foi homenageada pelo guia “Comer & Beber 2018/2019”, como Personalidade Gastronômica do ano, por ser reconhecida como uma das principais divulgadoras da cozinha brasileira no país, desde 1986, quando abriu o Roça Nova, em São Paulo. Na década de 90, ela inaugurou a primeira versão do Tordesilhas, que faz sucesso até hoje e desde então tornou-se uma pesquisadora devotada e mestra em cursos de gastronomia nacional. 

Neide Rigo

Militante incansável da alimentação saudável, a chef Neide Rigo é nutricionista formada pela Universidade de São Paulo (USP) e trabalha com pesquisa, experimentação e divulgação de alimentos com ingredientes brasileiros desconhecidos ou poucos utilizados na cozinha, como as PANCS - plantas alimentícias não convencionais. Ela é colunista de gastronomia  e por muitos anos escreveu para a Revista Caras. 

 

Histórico de Conteúdo