STF obriga empresa a entregar 68 respiradores para estado da Maranhão
Foto: Divulgação

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que uma empresa de Santa Catarina entregue ao Maranhão 68 respiradores no prazo de 48 horas. O pedido foi feito em uma ação movida pela gestão de Flávio Dino (PCdoB) contra o governo federal, que tinha bloqueado a transação no mês passado. 

 

A compra dos equipamentos foi realizada em 19 de março. No dia 24 de março, a empresa requisitou os respiradores para distribuir conforme seus próprios critérios. O bloqueio deu origem a chamada “operação Etiópia-Maranhão”, para trazer respiradores da China para o Maranhão. A operação virou alvo de uma investigação da Receita Federal. 

Histórico de Conteúdo