Surpresa e tensão na eleição do TJ-BA com entrada de Lourival Trindade na disputa
Fotos: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

O que parecia uma disputa entre os desembargadores José Olegário e Maria da Graça Osório Pimentel Leal para a presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), ganhou um novo concorrente: o desembargador Lourival Trindade. O comentário é que a inscrição do novo concorrente é devido a uma articulação de um ex-presidente inseguro com a candidatura de Graça.

 

A inscrição de Lourival criou um desconforto com os eleitores da candidata, já que não estava combinada com grupo. Anteriormente, Lourival havia afirmado para muitos desembargadores que não iria concorrer e que havia retirado qualquer possibilidade de ser candidato e agora contraria a própria palavra. Olégario está na sua segunda disputa e conta com grande apoio, já que na eleição passada foi vítima de uma denúncia não procedente e arquivada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

 

Oficialmente, o posto será disputado por 12 candidatos. A lista de antiguidade será homologada em sessão extraordinária na próxima quarta-feira (13). A eleição está marcada para o dia 20 de novembro. Pela ordem de antiguidade, Olegário é seguido pelos desembargadores Rosita Falcão, Lourival Trindade, Maria da Graça Osório Pimentel Leal, Carlos Roberto Santos Araújo, Cynthia Resende, Jefferson Alves de Assis, Nágila Brito, Salomão Resedá, Augusto de Lima Bispo, Baltazar Saraiva e Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo. Um desembargador pode concorrer a vários cargos.

 

A 1ª vice-presidência será disputada por 10 candidatos, excluindo o eleito para a presidência. Pela antiguidade, o posto será disputado por Rosita Falcão, Carlos Roberto Santos Araújo, Heloisa Graddi, Cynthia Resende, Jefferson Alves de Assis, Nágila Brito, Gardênia Duarte, Salomão Resedá, Dinalva Laranjeira e Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo.

 

A 2º vice-presidência será disputada por nove candidatos, excluindo os eleitos para presidente e vice-presidente. A lista de candidatos é composta pelos seguintes nomes: Carlos Roberto Santos Araújo, Cynthia Resende, Jefferson Alves de Assis, Nágila Brito, Salomão Resedá, Augusto de Lima Bispo, João Augusto Alves de Oliveira, Dinalva Laranjeira e Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo.

 

Já a corregedoria geral de Justiça será disputada por Carlos Roberto Santos Araújo, Cynthia Resende, Jefferson Alves de Assis, Nágila Brito, Salomão Resedá, José Alfredo Cerqueira da Silva, Dinalva Laranjeira, Moacyr Montenegro Souto e Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo. O cargo mais disputado é o de corregedor das Comarcas do Interior. A lista é composta por 14 nomes: Carlos Roberto Santos Araújo, Nágila Brito, José Edivaldo Rocha Rotondano , Márcia Borges Faria, Dinalva Laranjeira, Lisbete Teixeira, Moacyr Montenegro Souto, Osvaldo Bomfim, Maurício Kertzman Sporer, Pilar Célia Tobio, Maria de Lourdes Medauar, Baltazar Saraiva e Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo.

Histórico de Conteúdo