TSE considera 'improcedente' ação de Bolsonaro contra Haddad
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral, em sessão plenária desta quinta-feira (8), julgou improcedente uma ação da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) contra o candidato às eleições do ano passado pelo PT, Fernando Haddad. Segundo a Agência Brasil, a ação de investigação judicial eleitoral (Aije) também foi movida contra o então governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.

 

A candidatura de Bolsonaro alegava que Coutinho teria utilizado o jornal A União, veículo oficial do estado, para promover a candidatura de Haddad. Advogados do PSL afirmam que matérias sobre declarações do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) sobre nordestino. As matérias teriam o objetivo de difamar a candidatura de Jair.

 

O relator, ministro Jorge Mussi, do TSE, considerou que as provas apresentadas nos autos foram insuficientes para apontar um favorecimento ao candidato do PT em detrimento do candidato do PSL. O voto do relator foi acompanhado por unanimidade. 

Histórico de Conteúdo