Justiça suspende licitação para construção de autódromo que pode sediar F-1 em 2021
Foto: Divulgação

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu, nesta sexta-feira (19), o processo de licitação para a construção do autódromo de Deodoro. O local era cotado para realizar o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 em 2021.

 

A decisão foi do juiz Adriano de Oliveira França. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o processo foi suspenso até que o estudo prévio de impacto ambiental seja aprovado pelo órgão ambiental que é responsável por expedir a licença que atensta a viabilidade ambiental no local. A prefeitura do Rio e a empresa Rio Motorpark, ganhadora da licitação, podem recorrer.

 

A empresa negociava com a FOM, detentora dos direitos comerciais da F-1, para a realização do Grande Prêmio em 2021, já que o contrato da competição com o autódromo de Interlagos termina em 2020. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou a afirmar que há 99% de chances de o evento migrar de São Paulo para o Rio de Janeiro. 

Histórico de Conteúdo