Sábado, 17 de Outubro de 2020 - 20:40

Autor de novela da Globo feita em Salvador admite erro por elenco com poucos negros

por Júnior Moreira Bordalo

 Autor de novela da Globo feita em Salvador admite erro por elenco com poucos negros
Foto: Reprodução / Globo

O autor da Globo João Emanuel Carneiro foi o convidado do programa Conversa com Bial, da madrugada deste sábado (17) e falou sobre sua trajetória na televisão. Responsável por sucessos como Da Cor do Pecado, A Favorita e Avenida Brasil, ele relembrou a polêmica envolvendo Segundo Sol, em 2018, pela falta de representação negra no elenco mesmo a novela sendo ambientada aqui em Salvador (relembre aqui).

 

Na época da exibição do folhetim, o Ministério Público do Trabalho da Bahia notificou a Globo pela escolhas equivocadas. "Você achou saudável?", perguntou o jornalista Pedro Bial para o escritor sobre a notificação.

 

"Eu acho que tá certo. Tem que dar voz aos negros, fazer a novela com mais atores negros. E nesse evento aí, nessa ocasião do Ministério Público no Segundo Sol, eu aprendi. Acho que foi uma lição pra mim. Eu penso em fazer novelas diferentes também", admitiu.

 

O autor poderá ser visto em trama inédita apenas em 2022 com Olho por Olho. No papo, confessou que já tem 20 capítulos prontos e que a protagonista - que será vivida por Letícia Colin - será uma jovem cega e que temas como ajuste de contas e desejo de vingança farão parte da atração. A vilã será feita por Glória Pires e ele revelou ser um sonho antigo trabalhar com a veterana. Suzy Rêgo, Tony Ramos e Tonico Pereira também estão reservados.

Histórico de Conteúdo