Eduardo Costa é condenado em processo movido por Fernanda Lima
Foto: Montagem / Instagram

O cantor sertanejo Eduardo Costa foi condenado pela Justiça após ofender a apresentadora Fernando Lima, que na época apresentava o programa “Amor e Sexo”. De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do O Globo, ele cumprirá, em um mês, 50 horas de trabalhos comunitários. 

 

Em novembro de 2018, quando ocorreu o fato, Fernanda teria sido chamada de “imbecil” pelo sertanejo. Além disso, Costa insinuou que a atração global era um “programa pra maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado e para esses projetos de artista assim como ela” (relembre aqui). 

 

No processo, Lima teria pedido uma indenização de R$ 100 mil por danos morais. Logo após repercussão negativa de seus comentários, Eduardo se desculpou dias depois afirmando que se arrependeu e foi “ infeliz nas palavras” (relembre aqui). 

Histórico de Conteúdo