La Furia emite nota de esclarecimento e lamenta crime contra dançarina da banda
Foto: Reprodução / Instagram

No início da tarde desta terça-feira (17), a banda La Furia emitiu uma nota de esclarecimento em seu perfil oficial no Instagram lamentando o crime sofrido pela dançarina do grupo Elizabete Gonçalves, conhecida como Japinha Negra Japa. Japinha foi vítima de uma facada nas costas no bairro de Itapuã na última terça-feira (16) (relembre aqui). 

 

“Na tarde desta terça-feira, dia 16, recebemos a triste notícia de que a nossa companheira de banda, Elizabete Gonçalves, conhecida como Japa, foi esfaqueada no bairro de Itapuã. A mesma foi levada para o Hospital da Cidade, onde foi operada e encontra-se em quadro estável", diz o texto. "A produção está prestando total assistência a Elizabete e suporte a sua família neste momento difícil até a sua recuperação. O grupo pede a todos os seus fãs uma corrente de orações e agradece as demonstrações de carinho prestadas. Neste momento o grupo está unido em função da recuperação de Elizabete e não se pronunciará mais sobre o episódio”, comunicaram os representantes do grupo. 

 

Vale lembrar que a banda La Furia segue afirmando que a dançarina foi vítima de um assalto, apesar de estar circulando nas redes sociais um vídeo que supostamente é atribuído à autora do crime que feriu Elizabete. Segundo o conteúdo da filmagem, Japinha estaria se relacionando com um homem casado e foi vítima dos golpes de faca pela esposa do suposto adúltero (relembre aqui). Mesmo sem nenhum registro de boletim de ocorrência, a 12ª Delegacia Territorial (DT) de Itapuã garantiu que vai abrir uma investigação para apurar o ocorrido com base em informações preliminares (relembre aqui). 

 

Confira:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Banda La Fúria (@lafuriaoficial) a

Histórico de Conteúdo